Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Range Rover Evoque voltará a ser montado no Brasil com nova versão flex

Nova geração do SUV será nacionalizada após mais de dois anos do lançamento e preço tende a não ser reduzido

Por Henrique Rodriguez 18 Maio 2021, 13h43
range_rover_evoque
Divulgação/Land Rover

Depois de iniciar a restauração de seus modelos mais antigos na fábrica de Itatiaia (RJ), a Land Rover anunciou que voltará a montar o Range Rover Evoque na unidade a partir do último trimestre deste ano.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90. 

O SUV de luxo foi montado na unidade entre novembro de 2015 e o início de 2019, quando ganhou uma nova geração. E é justamente essa nova geração que será nacionalizada.

A demora na nacionalização do novo Evoque tem motivo. Ela usa uma nova plataforma, diferente daquela usada pelo Discovery Sport – que usa a base do velho Evoque –, o que demandou modernização e adaptação da fábrica.

Continua após a publicidade

range_rover_evoque
Divulgação/Land Rover

A Land Rover também adiantou que o novo Range Rover Evoque nacional “passará a oferecer duas versões com motor flex turbo de alto desempenho”. Seria um alento para o SUV, que na linha 2021 perdeu a versão R-Dynamic HSE com motor 2.0 turbo de 300 cv e sistema híbrido leve de 48V.

Restou o Evoque R-Dynamic SE com o 2.0 Ingenium turboflex de 250 cv, por cerca de R$ 373.000. O preço não deve mudar com a nacionalização.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa Quatro Rodas Abril

Continua após a publicidade

Publicidade