QUATRO RODAS de março: os carros mais baratos de manter no Brasil

Nova edição do Menor Custo de Uso aponta os veículos mais amigos do seu bolso em diferentes segmentos. Também contamos tudo do novo Duster e muito mais

 (Arte/Quatro Rodas)

A edição de março de QUATRO RODAS acabou de sair forno e, logo, logo, será entregue nas bancas e também na sua casa! Neste mês, listamos os carros campeões do selo Menor Custo de Uso.

Para isso, comparamos os veículos que melhor equilibram os gastos com combustível, seguro e manutenção por segmento: hatches compactos; sedãs compactos e médios; SUVs compactos e médios; picapes médias.

Veja quais modelos são os mais amigos do seu bolso.

Também testamos em primeira mão a linha 2021 do Renault Duster, que elevou o nível ao receber um belo tapa no visual e também muitos novos equipamentos. Mas agora só tem um motor, e ele está longe de ser dos mais fortes…

Será que as mudanças são suficientes para bater os líderes de venda do segmento? Veja nossa avaliação.

Logo após a chegada do Polo GTS ao mercado, a Volkswagen também deu sigla e esportividade ao sedã Virtus – modelo é o primeiro Volkswagen da categoria a ganhar a sigla esportiva que fez história com o Gol no passado.

Em nosso comparativo, o veículo enfrentou seu irmão maior Jetta. Afinal, os modelos compartilham o mesmo trem de força e também têm valores próximos: Jetta parte de R$ 99.990 e o Vitus GTS custa R$ 104.940.

É fato de que os dois possuem propostas diferentes, embora sejam visualmente parecidos, mas qual é o mais indicado para você levar para a casa? Não perca!

Os comparativos foram para fora da estrada também. Na terra, o Troller TX4 desafiou a versão Trailwalk (a mais off-road) do Jeep Renegade.

Para saber qual o melhor, TX4 e Renegade se enfrentaram primeiro no asfalto no Campo de Provas da TRW, em Limeira (SP), e depois passaram pelos obstáculos do Haras Tuiuti (SP), gentilmente cedido para a reportagem. Quem será que vence essa? Veja!

Se o assunto é terra, o pequeno Polaris RZR Pro XP se torna grande. QUATRO RODAS trouxe nesta edição a experiência de enfrentar obstáculos e um terreno originalmente off-road com uma gaiola divertida e mais potente que o Polo GTS.

O motor dois-cilindros turbo do jipinho entrega 184 cv e 16,3 mkgf de torque.

E não para aí! A configuração 1.0 aspirada, disparado a mais vendida do HB20 hatch, foi testada para mostrar por que é a queridinha na hora da compra.

 (Arte/Quatro Rodas)

Confira outros destaques desta edição de março:

Novo BMW Série 2: a versão M235i foi apresentada recentemente pela empresa alemã. A versão mais completa da série foi testada pelo nosso colaborador Joaquim Oliveira, em Lisboa (Portugal). O Gran Coupé tem por objetivo ganhar o público que acha o Série 3 “tiozão”, será que ele consegue?

GTS Festival: a Porsche apresentou de uma só vez três novidades para este ano (e estávamos lá!): o SUV Macan, o conversível Boxster e o cupê Cayman ganharam versões GTS. O teste feito pelo nosso editor Paulo Campo Grande mostra que os veículos além de ter ganho visual mais esportivo, melhoraram também o comportamento.

Crash-test: em uma reportagem exclusiva acompanhamos de perto um crash-test para saber todos os detalhes do teste e entender de que forma ele torna nossos automóveis cada vez mais seguros.

Longa Duração: Tudo certo na hora da compra, mas e o pós-venda? Simulamos uma pane geral dos quatro carros de Longa Duração, na quinta edição do Teste do Guincho, e foi acionado o 0800 das fábricas para saber qual delas socorre mais rápido o cliente.

Carta ao leitor

Expectativas diferentes: dos compactos aos hiperesportivos

Expectativas diferentes: dos compactos aos hiperesportivos (Acervo/Quatro Rodas)

Automóveis talvez sejam os objetos com formas de uso das mais variadas e comprados pelas mais diferentes razões possíveis.

Há quem considere o carro como meio de transporte, há quem o veja como um equipamento de lazer, no asfalto ou na terra, em viagens longas ou no autódromo.

Há os que compram um carro apenas como objeto de contemplação, para deixá-lo simplesmente parado solitário na garagem ou entre outros modelos de coleção. Há quem compre um carro para presentear alguém.

Aqui na QUATRO RODAS todo mês mostramos vários exemplos desses diferentes envolvimentos com os veículos e suas intenções de compra.

Mas, nesta edição, o contraste dessa variedade ficou ainda mais evidente em razão do conjunto de reportagens apresentado.

Começa pela matéria que levanta o Menor Custo de Uso dos carros, tocada pelo editor Péricles Malheiros, juntamente com o repórter Henrique Rodriguez, e mostra quanto custa manter um veículo no primeiro ano de uso considerando gastos com combustível, seguro e manutenção em seis categorias: hatches compactos, sedãs compactos, sedãs médios, SUVs compactos, SUVs médios e picapes.

Essa matéria foi feita sob medida para aqueles que deixam as emoções de lado na hora de escolher um modelo. É razão pura.

Ilustrando o outro extremo do universo de sentimentos que movem os motoristas, trazemos a McLaren Senna GTR, um hiperesportivo de 825 cv que custa 11 milhões de reais e só pode rodar em circuitos fechados.

Segundo a fábrica, ela acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e atinge 340 km/h de velocidade máxima.

 (Acervo/Quatro Rodas)

Nosso colaborador Joaquim Oliveira, que dirigiu o carro na pista de Spa-Francorchamps, na Bélgica, conta que esse é um modelo feito para poucos: além do preço estratosférico, serão feitas apenas 75 unidades, todas já vendidas.

Uma 76ª, porém, também foi comprada. Trata-se de um protótipo de testes que a McLaren resolveu vender para uma fundação brasileira, a Fundação Lia Maria Aguiar, que prometeu deixá-la exposta à visitação em um museu que será inaugurado em 2021, na cidade de Campos do Jordão (SP).

Entre os carros do Menor Custo de Uso e a McLaren Senna GTR, você ainda verá nesta edição o novo Renault Duster, um comparativo entre VW Virtus GTS e VW Jetta Comfortline (dois sedãs de mesma marca e faixa de preço), o confronto na terra e no asfalto travado entre o Jeep Renegade Trailhawk e o novo Troller TX4 automático, e um artigo contando a história de um clássico nacional, o VW SP2, considerado um dos modelos criados no Brasil mais bonitos de todos os tempos.

Há automóveis para todos os gostos, tipos de uso e compradores. Espero que você goste do menu.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Круто! Некоторые пункты чрезвычайно тонко подмечены!
    Я ценю, что ты написал эти записи
    и остальные материалы они крайне хороши.