Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

QUATRO RODAS de dezembro: testamos os novos Honda City e Commander

A edição de dezembro de QUATRO RODAS chega com a renovada (e aumentada) linha do Honda City no Brasil, duelo de SUVs grandes, Os Eleitos e muito mais!

Por Eduardo Passos Atualizado em 6 dez 2021, 17h23 - Publicado em 6 dez 2021, 17h10
A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas

Ousadia nunca foi uma característica comum à Honda. A marca japonesa sempre prezou pela tradição e isso está presente inclusive nas linhas de design de toda a gama de produtos. Porém, a chegada da quinta geração do Honda City pode representar uma quebra de paradigmas.

Honda City Hatch
Novo Honda City Hatch Divulgação/Quatro Rodas

E não dizemos isso pelo design do novo Honda City, que continua fiel às raízes e se mantém clássico e sóbrio: o atrevimento está presente na proposta do modelo. Mas o que realmente surpreendeu foi o consumo do novo motor 1.5 aspirado com injeção direta flex. 

Black Friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

A nova geração do sedã compacto ainda veio acompanhada pela carroceria hatch, inédita da marca no país. E ambos são os destaques da edição 752 de QUATRO RODAS. E tem mais!

Comparativo: Jeep Commander x Caoa Chery Tiggo 8

Compara Tiggo 8 x Jeep Commander
Preços e visuais são bem diferentes, mas a proposta é a mesma Fernando Pires/Quatro Rodas

Se antes havia uma grande lacuna para quem buscava carros maiores (e melhores) e não tinha pelo menos R$ 300.000 na conta, agora há bons reforços para o patamar intermediário, entre R$ 200.000 e R$ 300.000.

Como o Volkswagen Tiguan está temporariamente fora de linha à espera de mudanças, é possível dizer que os principais representantes estão neste comparativo. O Caoa Chery Tiggo 8 é o atual líder da categoria e o Jeep Commander, o estreante que promete roubar o posto do rival.

O embate entre o chinês produzido em Anápolis (GO) e o americano feito em Goiana (PE) mostra que os dois são bem diferentes, mas buscam o mesmo propósito. No fim, qual deles merece levar uma grande família para passear?

Os Eleitos 2021

ELEITOS Abre
Chegou a hora de ouvir o que os próprios donos disseram acerca de seus carros Lucas Storalic/Quatro Rodas

Há 21 anos a QUATRO RODAS publica uma pesquisa que elege os melhores carros em diversas categorias, a partir de um rigoroso colégio eleitoral, formado pelos donos. Desde 2001, eles decidem quem são Os Eleitos, resultado de um severo escrutínio de quem, pela convivência, acaba conhecendo as qualidades e as falhas mais bem guardadas de seus veículos. 

Continua após a publicidade

Na edição 752, apresentamos os mais bem votados de 2021 em cinco categorias, além do vencedor do ranking geral. Adicionalmente, mostramos as melhores marcas em pós-venda. É um retrato de quem está bem e de quem precisa melhorar.

Obviamente não para por aí!

ATENÇÃO

A distribuição às bancas e assinantes de todo o Brasil começará hoje (19/11), mas o prazo de chegada pode variar dependendo da região.

Carta ao leitor: Como nascem as fake news

A capa de agosto de 1998, com e sem intervenção: história mal explicada
A capa de agosto de 1998, com e sem intervenção: história mal explicada Acervo/Reprodução/Quatro Rodas

Recebi uma mensagem dessas que chegam com a identificação “Encaminhada com frequência” com a foto de uma capa de QUATRO RODAS e a legenda: “Foi assim que começou as FAKE NEWS”. Dessa forma, com erro de concordância (o certo é “começaram as fake news”).

Eu já havia visto essa foto, em alguma rede social, não me recordo qual, sem dar atenção. Afinal, o que mais existe nas redes sociais são detratores do trabalho alheio. Mas como, desta vez, a foto foi compartilhada por um amigo, resolvi conferir do que se tratava. 

A capa em questão saiu em agosto de 1998 e traz o comparativo dos sedãs Fiat Marea ELX, Chevrolet Vectra GLS e Honda Civic LX, com o seguinte título: “Três carrões. Mas o Marea é a melhor escolha”.

De imediato pensei em nossos testes, que frequentemente são tema de reflexão na redação, porque o conjunto de ensaios é como um instantâneo dos carros, com o objetivo de mostrar aos leitores determinadas características dos modelos, como desempenho, rendimento, segurança e conforto, entre outros aspectos. E, no caso dos comparativos, a conclusão a que chegamos é sempre baseada nesses dados, apontando o vencedor segundo esses critérios, sem levar em conta gostos e necessidades específicas dos compradores, até porque seria impossível dada a variedade de expectativas pessoais que existe.

Os comparativos dão elementos para que o leitor decida qual modelo o atende melhor sem a pretensão de tornar obrigatório seguir o resultado apontado. Sendo assim, li o comparativo de agosto de 1998 e lá estavam bem claras todas as explicações e argumentos que davam a vitória ao Marea, deixando o Vectra em segundo, e o Civic, em terceiro. O que aconteceu com os carros depois que chegaram ao mercado e ao longo de 23 anos é algo que não se poderia prever.

Vendo a postagem pelo lado humorístico, pode-se tentar entender que seu criador quis ser engraçado, fazendo piada com os problemas do Fiat que se tornaram folclóricos nas redes sociais. Mas, ainda que tenha sido essa a intenção, a informação foi tratada de forma leviana e irresponsável. 

Como o inferno está cheio de boas intenções, esse post só poderia ser desculpado se fosse autorreferente, com o objetivo de demonstrar como nascem as fake news. Ou seja: a partir de uma informação qualquer, se constrói uma argumentação sem apuração em bases reais e se publica nas redes sociais, que se encarregam de reproduzir essa versão dos “fatos” infinitamente. 

Quatro Rodas
Paulo Campo Grande, redator-chefe de QUATRO RODAS Arte/Quatro Rodas

Meu amigo, Nedo, que é uma pessoa inteligente, leitor de QR de longa data e gosta de carros e motos, obviamente, riu e mandou para me provocar, como faria se (sendo são-paulino) recebesse um post falso falando que meu Santos caiu para a segunda divisão. Mas sabe-se lá quantas vezes esse post do Marea foi compartilhado, sem que o destinatário checasse a informação diretamente na revista ou na internet, uma vez que o comparativo foi republicado em nosso site em maio de 2019? Pois é assim que nascem as fake news. 

Desejo a todos Feliz Natal e 2022 cheio de boas notícias verdadeiras!

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês