Qualidade nos serviços ao cliente é foco de programa da Peugeot

Com Peugeot Total Care, montadora assume compromisso de manter controle de qualidade de todos os serviços oferecidos ao cliente

Depois de um longo período de crise e queda nas vendas, o mercado automotivo brasileiro viu uma luz no fim do túnel. O primeiro semestre de 2017 registrou crescimento no número de veículos novos emplacados: alta de 3,65% em relação ao ano anterior. É o primeiro aumento nas vendas semestrais desde 2013. Mas, mesmo com a recuperação do mercado, dificilmente montadoras e concessionárias vão voltar a contar apenas com a venda de carros para se manter.

Em busca da fidelização dos consumidores, serviços de pós-venda e atendimento ao cliente ganharam espaço na estratégia do setor e agradaram ao consumidor. Nesse cenário, chamam a atenção programas que vão além do cafezinho na sala de espera da revisão e que ofereçam serviços que melhorem a experiência do motorista na hora do contato com a concessionária. “O cliente está ficando mais exigente e todos têm que se adaptar a essa exigência”, comenta Dercyde Gomes, diretor de pós-venda da Peugeot. “Quando você passa por um momento de mudança no mercado, os serviços são os grandes diferenciais”, explica.

Excelência

Lançado em 2017, o Peugeot Total Care é uma iniciativa inédita no mercado e apresenta quatro pilares que englobam todos os pontos de contato da concessionária com o cliente – Respeito ao seu tempo, Total transparência, Entregamos com excelência e Cuidamos de você. Eles foram traduzidos em dez compromissos práticos que respondem aos principais transtornos de quem precisa deixar o carro na oficina da concessionária. “Definimos dois eixos estratégicos para o programa – a qualidade dos produtos e serviços e como encantar nossos clientes”, explica Gomes.

A qualidade na entrega é uma das principais preocupações do programa, representada por dois compromissos: a realização de controle de qualidade em 100% dos veículos que passam pelas oficinas autorizadas da marca, além da entrega dos automóveis lavados após a revisão. Os serviços são realizados mesmo se o carro estiver fora da garantia – que, no caso da montadora francesa, é de três anos.

O controle de qualidade dos serviços é possível graças à qualificação dos profissionais que trabalham nos centros de serviços da Peugeot. Gomes explica que, em 2016, a montadora francesa investiu muito forte na formação de pessoas. “No ano passado, fizemos uma força-tarefa junto à rede de concessionárias para capacitar toda a equipe”, conta.

Para saber mais sobre os compromissos da Peugeot com seus clientes, confira aqui a lista completa dos serviços oferecidos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Por enquanto é só propaganda, vamos ver se na prática será mesmo tudo isso! Afinal, quem já teve Pug, sabe exatamente a dor de cabeça!

  2. eduardo Pinheiro

    Com todo o respeito, discordo ‘E A’. Se tu já teve uma (repito, ‘uma’) experiência negativa, não generalize, afinal já estou há 8 anos com a marca (6 carros diferentes e 3 cidades distintas) e só tenho elogios ao pós venda (e aos carros, principalmente). Ou seja, se mesmo antes desse compromisso já era bom, agora tende a melhorar ainda mais. Não vou citar nomes, mas tem muitas ‘queridinhas’ aqui do Brasil com sérios problemas no pós venda. Hoje quem compra um peugeot tem ao menos a segurança desse comprossisso público assumido pela marca.

  3. Eliezer Sousa

    Não sei porque meu comentário não apareceu…

  4. Eliezer Sousa

    O caso da Peugeot não tem mais salvação: consecionarias empurrando serviços desnecessários, peças caras e que demoram a chegar, suspensão fraca e faltar informações para mecânicos externos trabalharem criaram um péssimo negócio para o usuário… Uma fria!

  5. Ricardo Soares

    Não tenho preconceito nenhum com a marca. É uma pena condenarem tanto a Peugeot. Considero os carros deles mais bonitos, soh não comprei na época por causa do câmbio de 4 marchas do 208 e acabei optando pelo New Fiesta. Meu colega tem o 208, tirando o câmbio, o carro eh muito bom. Como viajamos muito, intercalamos os carros e o 208 é bem superior ao Fiesta no conforto a bordo e ruído. Ele já tá no segundo 208 e pretende trocar por mais um fim de ano.