Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Preço do litro da gasolina pode cair quase R$ 0,70 com isenção de impostos

Bolsonaro anuncia que deve zerar impostos federais para a gasolina e etanol afim de conter a alta nos preços dos combustíveis e também a inflação

Por Isadora Carvalho 7 jun 2022, 22h56

O preço da gasolina chegou a passar dos R$ 8 o litro esse ano e o diesel não ficou atrás, bateu R$ 7 o litro nas bombas dos postos de combustível pelo país. 

Para conter essa alta dos preços dos combustíveis e a inflação, o presidente Jair Bolsonaro anunciou na última segunda-feira (6) uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para redução dos impostos nos combustíveis.

As medidas incluem zerar os impostos federais (PIS/Cofins e Cide) sobre a gasolina e o etanol, uma novidade em relação ao que vinha sendo discutido até agora. 

O plano do governo é composto por duas etapas. Primeiro, prevê a aprovação do projeto que tramita no Congresso para limitar a 17% as alíquotas de ICMS sobre combustíveis. 

Compartilhe essa matéria via:

A segunda iniciativa será a apresentação da PEC, uma medida adicional e temporária. Até 31 de dezembro, o governo se propôs a zerar o Pis/Cofins do etanol e da gasolina. 

Redução de quase R$ 0,70 no litro

O advogado tributarista Fernando Monteiro salienta que essa desoneração da gasolina e do etanol não necessariamente representará uma redução no preço nas bombas de combustível.

Continua após a publicidade

combustível

“Precisamos considerar que, mesmo que a isenção dos impostos federais seja aprovada pelo governo, tanto o produtor quanto o distribuidor do combustível podem não repassar essa redução para o preço final ao consumidor”, afirma Monteiro. 

Mas, considerando que essa isenção seja repassada ao consumidor totalmente, a redução no preço do litro da gasolina seria de R$ 0,69. “Esse valor foi calculado considerando os impostos PIS/Cofins e Cide zerados”, diz Monteiro. 

A redução para a gasolina aditivada chega a R$ 0,70 o litro e a diminuição para o etanol é um pouco menor, de R$ 0,24. 

Ainda tem a redução do ICMS

Também tramita no Senado um Projeto de Lei Complementar (PLP) 18/22, que torna essenciais os serviços de combustíveis e que limita a cobrança do ICMS em até 17%. 

“Como trata-se de um imposto estadual e cada estado estabelece uma alíquota, é mais complexo fazer um cálculo da redução real por litro no caso da diminuição do ICMS”, afirma o tributarista Monteiro.

Bolsonaro afirmou em entrevista coletiva que, assim que for aprovado o PLP 18/22, o Executivo vai avançar na diminuição da carga tributária.

“Após a promulgação da emenda constitucional, isso faria valer imediatamente na ponta de linha para os consumidores para enfrentar esse problema que vem de fora”, afirmou Bolsonaro se referindo a Guerra da Rússia contra a Ucrânia e da crise econômica mundial provocada pela pandemia como os principais fatores na alta dos preços dos combustíveis.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês