Clique e assine por apenas 5,90/mês

Peugeot e Citroën podem abandonar mercado de subcompactos na Europa

Peugeot 108 e Citroën C1 poderão sair de linha por corte de custos da fabricante

Por Igor Macário - Atualizado em 16 out 2020, 14h52 - Publicado em 16 out 2020, 13h55
140718ecoy-21.jpg
Peugeot 108 é atual compacto de entrada da marca Divulgação/Peugeot

A PSA deverá encerrar a produção dos pequenos Citroën C1 e Peugeot 108 na Europa como parte de um programa de corte de custos. Com o fim dos dois modelos, o grupo deixará de atuar no segmento de subcompactos, com C3 e 208 assumindo o posto de modelos de entrada das duas fabricantes.

Os dois carros já estão em fim de ciclo de vida, com atualizações importantes necessárias a curto e médio prazo. Motores novos e mais sistemas de segurança ativa estariam entre as melhorias, que resultariam num custo elevado e difícil de justificar para a PSA.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

O movimento não é exatamente novo, com Ford e Opel já tendo encerrado as linhas de Ka e Adam, respectivamente. Os pequenos da PSA eram projetos conjuntos com a Toyota, feitos a partir do Aygo, que continua em linha na República Tcheca.

No entanto, a própria marca francesa já até se desfez das ações que tinha da Toyota.

E assim como a PSA, a Volkswagen também poderá rever o futuro do trio VW Up!, Seat Mii e Skoda Citigo. Por enquanto, eles vêm fazendo algum sucesso com suas versões elétricas, que estão entre os elétricos mais baratos da Europa.

Mas ao menos as versões a gasolina também podem estar com destino em xeque.

Citroën Ami já está em frotas de carros compartilhados em Paris Divulgação/Citroën

A PSA deverá se voltar a modelos pequenos elétricos, como o Citroën Ami. O modelo é um quadriciclo elétrico para uso restrito em centros urbanos ou comunidades fechadas e pode ser conduzido por motoristas com idade a partir dos 16 anos. O carrinho pode ser comprado por 6 mil euros ou alugado por 19,99 euros mensais.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas

Quatro Rodas 737 60 anos
Clique e Assine
Continua após a publicidade
Publicidade