Clique e assine por apenas 8,90/mês

Citroën C4 Cactus sai de linha na Europa, mas seguirá à venda no Brasil

Chegada da nova geração do C4 e baixas vendas podem ter influenciado a decisão do fabricante

Por Gabriel Monteiro - Atualizado em 16 set 2020, 18h18 - Publicado em 16 set 2020, 16h39
Novo C4 Cactus chega a Europa ano que vem com motorização elétrica Christian Castanho/Quatro Rodas

Com a chegada da nova geração do C4 na Europa a Citroën começou, discretamente, a planejar o fim da produção de alguns modelos por já não a interessarem mais comercialmente.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto

De acordo com o site L’Argus, os Citroën C4 Cactus e C4 SpaceTourer (novo nome do C4 Picasso) não podem mais ser encomendados e só poderão ser encontrados nos estoques das concessionárias – e não por muito tempo.

As tentativas da fabricante para atualizar os modelos e revigorar as vendas não funcionaram muito bem. O C4 Cactus europeu é semelhante ao vendido aqui no Brasil, mas não terá espaço para a nova geração do C4, que combina qualidades de hatch médio com características de SUVs.

Já o Picasso, rebatizado de SpaceTourer desde 2018, não atendeu às expectativas comerciais da empresa e acabou perdendo espaço para o SUV C5 Aircross. Contudo, a versão de sete lugares Grand C4 SpaceTourer continuará à venda.

Grand C4 SpaceTourer continua sendo vendido na Europa Cleber Bonato/Quatro Rodas

Outro modelo que saiu de linha foi C-Zero, carro elétrico derivado do Mitsubishi i-MiEV. A fabricante não viu razões para manter a comercialização do modelo, já presente no mercado europeu há dez anos, visto que hoje há dezenas de opções mais modernas e eficientes.

Apesar do encerramento da produção na Europa, o Citroën C4 Cactus seguirá em produção no Brasil, onde a atual geração tem apenas dois anos de mercado – o que quer dizer que seguirá à venda por, no mínimo, mais 6 anos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas

Quatro Rodas 737 60 anos
Clique e Assine
Continua após a publicidade
Publicidade