Clique e assine por apenas 8,90/mês

Os itens que o novo Renault Duster tem e um Captur R$ 10.000 mais caro não

Embora mais barata, linha 2021 do Duster chega com equipamentos que o irmão de base Captur ainda não carrega nem em suas versões mais caras

Por Daniel Telles - Atualizado em 6 mar 2020, 09h08 - Publicado em 6 mar 2020, 07h00
Arte/Quatro Rodas

Apresentado oficialmente na última quarta-feira (4), o novo Renault Duster apareceu com visual renovado e recheado de novos itens de série.

A gama de equipamentos, inclusive, tem elementos que não aparecem nem mesmo como opcionais do irmão Captur, SUV da marca francesa que utiliza a mesma plataforma, tem a mesma distância entre-eixos, mas é posicionado em faixa de preço superior.

Central multimídia é inédita com tela de 8 polegadas Fernando Pires/Quatro Rodas

O novo Duster Iconic 1.6 CVT, versão topo de linha vendida por R$ 87.490, conta, entre seus itens de série, com os seguintes itens ausentes no Captur:

Chave inteligente com sensor presencial (sem botão na maçaneta das portas dianteiras), central multmídia EasyLink com tela de 8 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, quatro câmeras de auxílio para estacionamento, sistema start-stop, direção elétrica, ar-condicionado automático e digital, alerta de ponto cego, volante com ajuste de profundidade e pneus de uso misto.

Continua após a publicidade
Captur tem exatamente o mesmo comprimento do Duster Fernando Pires/Quatro Rodas

Já o Renault Captur 1.6 CVT X-Tronic, com etiqueta de R$ 97.990 – R$ 10.500 mais caro que o Duster – não oferece nenhum destes itens.

A chave presencial tipo cartão até é parecida e mais “magra” no Captur, mas para abrir o carro é preciso apertar um botão nas portas dianteiras, algo que o sistema do Duster já dispensa.

Já a central multimídia é a antiga Media Evolution com tela de 7 polegadas, embora já com projeção de celulares pelos sistemas Android Auto ou Apple CarPlay.

O ar-condicionado é automático, mas não digital, como no Duster, e a direção possui assistência eletro-hidráulica, enquanto no irmão é elétrica. Ah! E seu volante tem apenas ajuste de altura.

Continua após a publicidade
Direção do Captur ainda é eletro-hidráulica e centra multimídia é mais antiga com tela de 7 polegadas Christian Castanho/Quatro Rodas

Entretanto, o modelo permanece com outros itens exclusivos.

Sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, piloto automático, quatro airbags e rebatimento dos retrovisores são de série no Captur e não aparecem nem mesmo como opcionais no Duster.

Agora resta colocar na balança e decidir qual dos SUVs da Renault vale mais a pena.

Publicidade