Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Novo VW Virtus 2023: preços, versões, equipamentos, motores e mais

Com novos motores e versões, sedã de entrada da Volkswagen aposta em preço agressivo e equipamentos fartos desde a versão de entrada

Por Eduardo Passos, de Buenos Aires (Argentina)
Atualizado em 8 abr 2023, 11h53 - Publicado em 2 fev 2023, 22h00

O novo Volkswagen Virtus 2023 acaba de ser anunciado, e o sedã de entrada da Volks (lembre-se que o Voyage saiu de linha) mudou muito e pouco ao mesmo tempo. Explicamos: ainda que tenha passado por uma leve reestilização, as principais novidades do Virtus estão além da mecânica e do rearranjo de versões, que têm preços agressivos, pois há novos equipamentos que o novo Polo não tem.

Assim como no Polo, porém, as duas versões de entrada do sedã foram simplificadas. Trazem, principalmente, motor 1.0 TSI mais fraco (116 cv) e detalhes como freio a tambor no lugar dos discos no eixo traseiro. É parte do segredo para, mesmo com a inflação, a fabricante alemã ter barateado em quase R$ 20.000 frente ao carro vendido em 2022. Justamente porque as antigas versões de entrada com motor 1.6 saíram de linha no fim de 2021.

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Mesmo níveis de equipamento que se mantiveram, como as versões Comfortline e Highline, porém estão nominalmente mais em conta. Seria o efeito Stellantis chacoalhando os escritórios de São Bernardo do Campo (SP)?

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Preços do novo Volkswagen Virtus 2023

  • VW Virtus 170TSI manual: R$ 103.990 (mantido)
  • VW Virtus 170TSI automático: R$ 114.390 (era R$ 112.990)
  • VW Virtus Comfortline 200TSI: R$ 123.390 (era R$ 121.990)
  • VW Virtus Highline 200TSI: R$ 131.730 (era R$ 130.030)
  • VW Virtus Exclusive 250TSI: R$ 144.990 (mantido)

Valores para abril de 2023

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Motores do novo Volkswagen Virtus 2023

MOTOR MAIS FRACO  Repetindo a estratégia do Polo, a Volkswagen trouxe às versões de entrada do Virtus o motor do bom e velho Up!, rebatizado de 170 TSI. A diferença é que, no finado compacto, o 1.0 turbo rendia 105 cv e 16,5 kgfm; no sedã, a potência subiu para os 116 cv e o torque se manteve.

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Identificado apenas como “TSI”, esse motor 1.0 mais fraco equipa as duas versões de entrada, com transmissão manual de cinco velocidades ou automática de seis. Segundo dados do Inmetro, o Virtus TSI manual faz 13,8 km/l (cidade) e 16,3 km/l (estrada) com gasolina. A versão automática atinge 12,4 km/l (cidade) e 15,6 km/l (estrada). Equipado com esse motor, o sedã vai de 0 a 100 km/h entre 10,5 s e 11,2 s, a depender da transmissão e do combustível utilizado.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

MOTOR INTERMEDIÁRIO Nas versões intermediárias, o motor também é um meio-termo. Quem entra em cena a partir do Virtus Comfortline é o bem conhecido 1.0 turbo 200 TSI, com 128 cv e 20,4 kgfm. O três-cilindros também equipa o Virtus Highline — segundo mais caro da gama — e está sempre ligado ao câmbio automático de seis marchas.

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

MOTOR MAIS POTENTE Esqueça o Virtus GTS. A versão esportiva do carro não existe mais, e deu lugar ao Virtus Exclusive, cujos detalhes explicamos mais abaixo no texto. Não parece coincidência que o “mini-Jetta” traga o mesmo motor 1.4 turbo das antigas versões de entrada do sedã médio. O 250 TSI, como é chamado, entrega 150 cv e 25,5 kgfm, mais uma vez ligado ao câmbio automático de seis velocidades.

O que mudou por fora?

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

A Volkswagen não é conhecida exatamente por ousar no campo estético. Desse modo, considerando o histórico da marca, o Virtus teve mudanças consideráveis.

O para-choque dianteiro traz desenho inédito, um desejo específico do diretor de design da marca, José Carlos Paone. “Eu achava a frente curtinha demais”, explicou. Foi a deixa para alterar, também, os faróis (de leds em todas as versões) e outros nichos.

Lanternas são de leds mesmo na versão mais barata
Lanternas são de leds mesmo na versão mais barata (Divulgação/Volkswagen)

A traseira ganhou difusores e uma nova assinatura luminosa, com o nome do carro por extenso — segundo Pavone, a superfície do porta-malas é inspirada em barcos. Outra novidade são as rodas de aro 17 com desenho mudado e um novo tom de azul disponível para a carroceria.

Continua após a publicidade

Fotos do VW Virtus 2023

Volkswagen Virtus TSI MT 2023 (R$ 103.990)

O novo Virtus mais barato não quer saber de modéstia: o TSI MT já chega agradando em termos de segurança, com seis airbags e frenagem automática pós-colisão. Também há quadro de instrumentos digital de 8’’ (com conta-giros, viu Polo?), central multimídia de 6,5’’, piloto automático (que o Polo não tem), iluminação full-led, retrovisores elétricos e sensor de estacionamento.

As rodas são de aro 15, mas também de liga leve. Há monitoramento da pressão dos pneus, carregador de celular por indução e quatro alto-falantes.

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Volkswagen Virtus TSI AT 2023 (R$ 112.990)

Mais do que o câmbio automático, o Virtus TSI AT sabe explorar os benefícios dessa transmissão. Principalmente com a inclusão do controle de cruzeiro adaptativo (ACC) e a frenagem autônoma de emergência (AEB), equipamentos que não estão presentes nem mesmo no novo Polo GTS.

Também entram em cena o sistema star-stop e o volante com borboletas para trocas de marcha. Os passageiros da segunda fileira ganham saídas de ar e duas entradas do tipo USB-C.

Continua após a publicidade
Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Volkswagen Virtus Comfortline 2023 (R$ 121.990)

Obviamente o grande incremento que vem junto ao Virtus Comfortline é o motor 1.0 turbo de 128 cv, mas não para por aí. Também entram em cena rodas de liga de aro 16, seis alto-falantes (dois a mais) e ar-condicionado digital.

Os faróis de neblina passam a ser de led e a tecnologia é ampliada com a câmera de ré. Bancos e painel ganham revestimento em couro e a chave presencial também serve como indicado de proximidade para liberação das portas no embarque.

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Volkswagen Virtus Highline 2023 (R$ 130.030)

Uma vantagem interessante do Virtus Highline não está no carro: nessa variante, as três primeiras revisões serão gratuitas. Outros detalhes acrescentados incluem retrovisores rebatíveis, quadro de instrumentos digital um pouco maior, com 10,25’’, e central VW Play de série. Também há melhoria no nível de acabamento interno, sensores de chuva e luminosidade e detector de fadiga.

Volkswagen Virtus Exclusive 2023 (R$ 144.990)

Novo Virtus Highline
(Divulgação/Volkswagen)

Substituindo o agora aposentado GTS, o novo Virtus Exclusive altera o foco do topo de linha do sedã: “é uma esportividade mais sóbria”, explica JC Pavone, reforçando a ideia de que o papel desse carro é ocupar a lacuna deixada pelo Jetta 1.4. Mas a inspiração para o nome da versão vem do Santana.

Novo Virtus Exclusive
VW trouxe couro à cabine do sedã (Divulgação/Volkswagen)

Como citado, esse motor, com 150 cv e 25,5 kgfm, está presente. Junto dele vêm as rodas de aro 18 e para-choques próprios, com frisos em cinza e o emblema Exclusive na grade dianteira — que acompanham as capas de retrovisor na mesma cor.

Continua após a publicidade
Novo Volkswagen Virtus Exclusive: topo de linha inspirado no Santana EX (e de olho no legado do Jetta 1.4)
Novo Volkswagen Virtus Exclusive: topo de linha inspirado no Santana EX (e de olho no legado do Jetta 1.4) (Divulgação/Volkswagen)

Os bancos de couro ganham novo aspecto e costura dupla, que também está presente no resto da cabine. A estética é completada pelas rodas de aro 18 e aerofólio traseiro. Quem se apaixonou pelo carro, todavia, precisará esperar: o Virtus Exclusive chegará um pouco mais tarde que o resto ainda da linha, mas ainda no primeiro semestre, garante a Volks.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.