Clique e assine com até 75% de desconto

Comparativo: Onix Plus e Virtus chamam o novo Nissan Versa para a briga

O novo Versa passou por uma grande reformulação e veio encarar os sedãs compactos líderes da categoria no mercado

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 22 nov 2020, 16h53 - Publicado em 22 nov 2020, 07h00
Fernando Pires/Quatro Rodas

Na geração anterior, rebatizada de Versa V-Drive, o Versa brigava com concorrentes cujo principal atrativo era o espaço interno, como o Chevrolet Cobalt (saiu de linha este ano) e o Renault Logan, dois rivais por excelência.

A Black Friday já começou na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 5,90

Agora, na nova geração, o Versa se sofisticou e ficou mais caro, se posicionando na categoria de modelos que poderiam ser chamados de sedãs compactos premium, aspirantes a sedãs médios.

Versão Exclusive traz rodas aro 17 Fernando Pires/Quatro Rodas

É nesse segmento que estão seus novos adversários, entre eles Chevrolet Onix Plus, Honda City, VW Virtus e Toyota Yaris Sedan. Neste comparativo, alinhamos o Versa com os dois mais vendidos: Onix Plus e Virtus.

Os carros mostrados aqui são todos nas versões mais caras e completas de suas linhas: Versa Exclusive (R$ 92.990), Onix Plus Premier completo (R$ 85.490) e Virtus Highline 200 TSI (R$ 98.950).

Mas para efeito de comparativo consideramos as versões intermediárias, onde existe maior equilíbrio nos preços: Versa Advance (R$ 83.490), Onix Plus Premier 1 (R$ 82.390) e Virtus Comfortline 200 TSI (R$ 84.500). Estas versões também são as que costumam ter a maior participação nas vendas dos modelos, principalmente depois de passada a fase de lançamento.

  • Analisamos desempenho, acabamento e custos de propriedade, entre outros aspectos. Como o novo Versa ainda não havia entrado no radar das corretoras, ficamos devendo a cotação de seu seguro (o levantamento é feito por nossa parceira TEx/Teleport, de acordo com o perfil de segurado padrão da QUATRO RODAS).

    VW Virtus Comfortline

    Apesar do motor hi-tech, o Virtus andou junto e manteve o consumo no mesmo patamar do Onix Plus. Perdeu pela relação custo/benefício desfavorável

    Vice-líder do segmento, o VW tem um visual mais sóbrio que o dos rivais Fernando Pires/Quatro Rodas

    Virtus é o mais caro dos três. Custa R$ 2.110 a mais que o Onix Plus e R$ 1.010 a mais que o Versa. Mas não é só isso. O VW também é o dono do maior custo de revisões: R$ 3.774, contra R$ 3.078, do Nissan, e R$ 3.249 do Chevrolet. Até 60.000 km. No preço do seguro, pode-se dizer que houve empate técnico entre ele (R$ 1.977) e o Onix Plus (R$ 1.989).

    Versão Comfortline não traz painel digital, presente apenas na Highline Fernando Pires/Quatro Rodas

    Se você procurar uma justificativa para o Virtus custar mais, seus olhos talvez brilhem ao ver o motor de três cilindros com turbo, injeção direta e comando de válvulas variável. Ele gera 128 cv e 20,4 kgfm, com etanol. Mais que os motores dos outros.

    Fernando Pires/Quatro Rodas

    Mas, na pista de testes, o Onix Plus, que não tem um motor tão sofisticado, foi mais rápido. Nas provas de 0 a 100 km/h, o Chevrolet fez o tempo de 10,2 segundos, enquanto o VW alcançou 10,8 segundos. No consumo, surgiu um empate: o Onix conseguiu as médias de 12,8 km/l, na cidade, e 16,4 km/h, na estrada; o Virtus obteve 12,6 km/l e 16,6 km/h, respectivamente.

    Há cintos de três pontos e apoios de cabeça independentes para todos os ocupantes Fernando Pires/Quatro Rodas

    O motor é a arma mais forte do Virtus Comfortline diante dos rivais. Se você olhar o acabamento, o VW fica devendo. Seu espaço interno está na média. Ele leva vantagem no porta-malas com 521 litros (contra 482 litros do Versa, e 468 litros do Onix). Mas, no conteúdo, o Virtus é bem mais despojado.

    A capacidade do porta-malas é de 521 litros Fernando Pires/Quatro Rodas

    Dos três sedãs alinhados aqui, o Virtus Comfortline é o único sem chave presencial, partida por botão, piloto automático, painel digital e câmera de ré.

    Motor flex rende 128 cv com etanol Fernando Pires/Quatro Rodas

    Além disso, só ele tem quatro airbags, enquanto os outros têm seis, e rodas de liga leve de 15 polegadas, contra 16 dos rivais. Diante desse conjunto, o Virtus termina em terceiro lugar.

    Teste

    Aceleração
    0 a 100 km/h – 10.8s
    0 a 1.000 m – 32,1 s – 163,8 km/h

    Velocidade máxima- n/d

    Retomadas

    D 40 a 80 km/h – 4,8 s
    D 60 a 100 km/h – 6 s
    D 80 a 120 km/h – 7,5 s

    Frenagens

    60/80/120 km/h a 0 – 14,8/24,9/56,9 m

    Consumo

    Urbano – 12,6 km/l
    Rodoviário – 12,6 km/l

    Ruído interno

    Neutro/RPM máx. – 38,5/69,1 dBA

    80/120 km/h – 63,1/67,3 dBA

    Aferição

    Velocidade real a 100 km/h- 96 km/h
    Rotação do motor  a 100 km/h em 5a marcha – 1.900 rpm
    Volante – 3 voltas

    Seu Bolso

    Preço básico – R$ 84.500
    Garantia – 3 anos
    Concessionárias –540

    Ficha Técnica

    Motor: diant., transv., 3 cil., turbo, inj. direta, 999 cm³, 74,5 x 76,4 mm, 12V, flex, 128/116 cv a 5.500 rpm, 20,4/20,4 kgfm a 2.000 rpm
    Câmbio: automático, 6 marchas, tração diant.
    Direção: elétrica, 10,3 m (diâmetro de giro)
    Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
    Freios: disco ventilado (diant.) e disco sólido (tras.)
    Pneus: 165/65 R15
    Peso: 1.192 kg
    Peso/potência: 9,3/10,3 kg/cv
    Peso/torque: 58,4 kg/kgfm
    Dimensões: comprimento, 448,2 cm; largura, 175,1 cm; altura, 147,2 cm; entre-eixos, 265,1 cm; porta-malas, 521 litros; tanque, 52L
    Equipamentos de série: volante multifuncional, ESP, sensor de estacionamento traseiro, auxiliar de partida em rampa, rodas de liga leve, 4 airbags, farol de neblina com função de conversão estática e ar-condicionado

    Nissan Versa Advance

    Com custos de manutenção baixos e pacote de equipamentos intermediário, o Versa perdeu pontos pelo fraco desempenho na pista de testes

    As lanternas traseiras têm design inspirado nos bumerangues Fernando Pires/Quatro Rodas

    Na versão intermediária Advance (R$ 83.490), o Versa perde bastante conteúdo em relação à topo de linha Exclusive (R$ 92.990), R$ 9.500 mais cara. Saem: revestimento que imita couro, assinatura de led nos faróis, alerta de colisão frontal, freio de emergência, câmera 360o, sensor de tráfego cruzado, alerta de pontos cegos e GPS, entre outros itens.

    Painel de instrumentos digital com 12 funções é item de série na versão Advance Fernando Pires/Quatro Rodas

    Ainda sobram painel multifuncional com tela de 7”, alerta de esquecimento de objetos no banco traseiro, câmera de estacionameto e central multimídia (que reconhece CarPlay e Android Auto e permite a conexão com até dois celulares).

    O revestimento de material que imita couro só está disponível na versão Exclusive Fernando Pires/Quatro Rodas

    O Nissan supera o Virtus não apenas no conteúdo, mas leva a melhor porque tem um preço mais convidativo e seus custos de revisão são os menores do comparativo: R$ 3.078, ante R$ 3.249 do Onix Plus e R$ 3.774 do Virtus. E o Versa é o único que conta com serviços de assistência técnica 24 horas gratuita por 24 meses. Para os outros, a cobertura dura 12 meses.

    Fernando Pires/Quatro Rodas

    Na pista de testes, o Nissan deixou a desejar. São dele os piores números. Nas provas de aceleração de 0 a 100 km/h, ele ficou com o tempo de 11,9 segundos. E nas medições de consumo, terminou com as médias de 12 km/h no ciclo urbano, e 16,2 km/h no rodoviário.

    No porta-malas cabem 482 litros Fernando Pires/Quatro Rodas

    Seu motor, 1.6 16V, é o mais fraco dos três, apesar de ter o maior deslocamento: 1.6 contra 1.0 do Virtus e do Onix Plus.

    Motor 1.6 16V gera 114 cv de potência Fernando Pires/Quatro Rodas

    No acabamento, sim. Ele é digno de nota. Os materiais da cabine não são nobres, mas causam impressão de boa qualidade. Ao volante, o Versa é o mais confortável dos três, dono de um rodar ligeiramente mais macio e uma direção mais leve. Quase chegou lá.

    Teste

    Aceleração

    0 a 100 km/h – 11,9 s
    0 a 1.000 m – 33,9 s – 153,4 km/h

    Continua após a publicidade

    Velocidade máxima- n/d

    Retomadas

    D 40 a 80 km/h – 5,4 s
    D 60 a 100 km/h – 7,3 s
    D 80 a 120 km/h – 10,4 s

    Frenagens

    60/80/120 km/h a 0 – 15,4/27,3/62,9 m

    Consumo

    Urbano – 12 km/l
    Rodoviário – 16,2 km/l

    Ruído interno

    Neutro/RPM máx. – 42,9/67,5 dBA
    80/120 km/h – 63,6/69,6 dBA

    Aferição

    Velocidade real a 100 km/h- 93 km/h
    Rotação do motor  a 100 km/h em 5a marcha – 1.750 rpm
    Volante – 2,6 voltas

    Seu Bolso

    Preço básico – R$ 83.490
    Garantia – 3 anos
    Concessionárias – 160

    Ficha Técnica

    Motor: diant., transv., 4 cil., 1.598 cm³, 16V, flex, 114/114 cv a 5.600 rpm, 15,5/15,5 kgfm a 4.000 rpm, 78 x 83,6 mm
    Câmbio: automático, CVT, tração diant.
    Direção: elétrica, 10,6 m (diâmetro de giro)
    Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
    Freios: disco ventilado
    Pneus: 205/55 R16
    Peso: 1.122 kg
    Peso/potência: 9,8 kg/cv
    Peso/torque: 72,4 kg/kgfm
    Dimensões: comprimento, 449,5 cm; largura, 174 cm; altura, 146,5 cm; entre-eixos, 262 m; porta-malas, 482 litros; tanque, 41L
    Equipamentos de série: chave presencial, partida por botão, ESP, sensor de estacionamento traseiro, sensor crepuscular, auxiliar de partida em rampa, piloto automático, alerta de esquecimento de objeto no banco traseiro, central multimídia e 6 airbags e ar-condicionado

    onix plus premier

    Mais barato, mais bem equipado e com melhor rendimento geral na pista, o Chevrolet superou os concorrentes com facilidade

    Onix Plus é equipado com rodas de liga leve de 16 polegadas Fernando Pires/Quatro Rodas

    A GM acertou a mão com a linha Onix. Os carros (hatch e sedã) passaram por recalls logo no lançamento; vez por outra aparecem consumidores se queixando de mal funcionamento aqui e ali, mas os Onix são líderes de mercado em seus segmentos e vão bem nos comparativos que fazemos.

    Central multimídia conta com roteador de internet 4G e Wi-Fi embarcado Fernando Pires/Quatro Rodas

    Nesta edição, o hatch ficou em segundo no confronto dos 1.0, na página 44, perdeu entre os esportivos RS para o Sandero por ser nervoso só no visual, na página 52, e o sedã fatura este comparativo aqui.

    Versão Premier exibe bancos revestidos de tecido e material que imita couro Fernando Pires/Quatro Rodas

    Diante de Versa e Virtus, o Onix leva a pior em dois quesitos apenas. Um deles está nas medidas de espaço interno para a cabeça dos ocupantes. O Onix tem 97 cm, na dianteira, e 90 cm, na traseira, enquanto o Virtus tem 99 cm e 91 cm, e o Versa, 99 cm e 90 cm, respectivamente.O outro diz respeito à capacidade de seu porta-malas, que leva 468 litros, contra 521 litros do Virtus e 482 litros do Versa.

    Fernando Pires/Quatro Rodas

    Nos demais aspectos, o Onix perde para o Versa nos custos de manutenção, fica no mesmo patamar do Virtus nas marcas de consumo e supera os rivais na relação de equipamentos de série.

    No porta-malas cabem 468 litros. Fernando Pires/Quatro Rodas

    Ele é o único com central multimídia com roteador 4G, luzes diurnas DRL e sensor de pressão dos pneus. E, no acabamento, o Chevrolet é o único que nas versões analisadas traz revestimento de bancos de tecido e imitação de couro.

    Motor 1.0 turbo entrega 116 cv Fernando Pires/Quatro Rodas

    Na pista, foi o mais rápido, com o tempo de 10,2 segundos nas provas de 0 a 100 km/h. E, no consumo, empatou com o Virtus. Na hora de parar, vindo a 80 km/h, ele precisou de 25,9 metros. Com isso, ficou em um segundo lugar, mais perto do primeiro (o Virtus, com 24,9 metros), que do terceiro (o Versa, com 27,3 metros).

    Teste

    Aceleração

    0 a 100 km/h – 10,2 s
    0 a 1.000 m – 31,7 s – 167,9 km/h

    Velocidade máxima- n/d

    Retomadas

    D 40 a 80 km/h – 4,6 s
    D 60 a 100 km/h – 5,4 s
    D 80 a 120 km/h – 6,7 s

    Frenagens

    60/80/120 km/h a 0 – 14,3/25,9/58,1 m

    Consumo

    Urbano – 12,8 km/l
    Rodoviário – 16,4 km/l

    Ruído interno

    Neutro/RPM máx. – 38,4/63,5 dBA
    80/120 km/h – 63,4/67,5 dBA

    Aferição

    Velocidade real a 100 km/h- 96 km/h
    Rotação do motor  a 100 km/h em 5a marcha – 2.200 rpm

    Volante – 2,8 voltas

    Seu Bolso

    Preço básico – R$ 82.390
    Garantia – 3 anos
    Concessionárias – 540

    Avaliação do editor

    Arte/Quatro Rodas

    Veredicto Quatro Rodas

    Enquanto o Virtus é caro e pouco equipado, o Versa vai bem nos custos de propriedade e nos equipamentos, mas perde no rendimento do motor. O Onix, por sua vez, tem um bom conjunto e se sai melhor na análise dos diferentes quesitos.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade