Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Novo VW Tiguan ganha três receitas de preparação na Europa

ABT Sportsline faz SUV chegar aos 216 cv na opção mais potente

Por Diego Dias Atualizado em 23 nov 2016, 21h52 - Publicado em 24 out 2016, 13h25
Tiguan ABT Sportsline
Discreto, o kit inclui novas rodas e suspensão rebaixada

Lançada em 2015, a segunda geração do Volkswagen Tiguan já passou pelas mãos da ABT Sportsline, preparadora especializada em modificar modelos do Grupo VW, (incluindo marcas como Volkswagen, Audi, Seat e Skoda). A empresa oferece três receitas de preparação, sendo uma para motores a gasolina e duas para propulsores a diesel, além de mudanças visuais para deixar o SUV mais esportivo.

LEIA MAIS:

>> Tiguan ganha motor 1.4 TSI

>> Impressões: Golf GTI Oettinger, o veneno autorizado

Continua após a publicidade

>> Passat Variant ganha seis versões preparadas pela ABT

Sob o capô, o Tiguan tem o conhecido motor 2.0 TSI, que passou de 180 para 216 cv, enquanto o torque foi de 32,6 mkgf para 36,7 mkgf. O motor 2.0 turbodiesel também sofreu modificações, saltando dos 190 cv e 40,7 mkgf originais para 215 cv e 44,8 mkgf. Há ainda uma opção mais “mansa”, com 180 cv (acima dos 150 cv de fábrica) e torque de 38,7 mkgf, ante os 34,6 mkgf originais.

Tiguan ABT Sportsline
Empresa oferece duas opções de preparação para motores diesel

Tiguan ABT Sportsline
Nova geração do modelo deve chegar ao Brasil apenas em 2017

Discreto, o Tiguan com o kit da ABT Sportsline se diferencia visualmente apenas pelas novas rodas, com opções de conjuntos de 18, 19, 20 ou 21 polegadas, além da suspensão rebaixada em 30 milímetros.

Em tempo: a nova geração do Tiguan deve desembarcar no mercado brasileiro apenas em 2017.

Continua após a publicidade

Publicidade