Novo Toyota RAV4 chega a R$ 165.990, ou não: governo atrasou liberação

Quinta geração do SUV médio deveria chegar em junho às lojas, em duas versões, mas apenas uma delas está homologada

Quinta geração do RAV4

Quinta geração do RAV4 (Divulgação/Toyota)

A Toyota faz nesta quinta-feira (23) a apresentação da nova geração do RAV4 à América do Sul. Muito mais moderno, o SUV médio agora é híbrido, ou seja, tem duas unidades de potência: uma a gasolina e outra elétrica.

Ele também está muito mais tecnológico e atraente aos olhos de quem busca um SUV de verdade, com direito a tração nas quatro rodas e disposição para encarar caminhos distantes das cidades.

Importado do Japão, começa a ser vendido em meados de junho. Chegará ainda como ano-modelo 2019 e em duas versões, S e SX, custando, respectivamente, R$ 165.990 e R$ 179.990.

RAV4 vem para brigar com Tiguan, 3008 e versões de topo do Compass

RAV4 vem para brigar com Tiguan, 3008 e versões de topo do Compass (Divulgação/Toyota)

Só que aí vem o porém: QUATRO RODAS está no lançamento do modelo na Argentina e apurou que há chances de a versão de topo, SX, não ser entregue até lá.

Isso porque a Toyota sofre do mesmo problema que atrasou a entrega do Caoa Chery Tiggo 5X: dificuldade na emissão do CAT (Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito), fruto de uma reestruturação completa da equipe do Denatran responsável pela área. Este artigo da Folha de S. Paulo explica o motivo pitoresco da demissão em massa.

É por isso que a apresentação do modelo ocorreu na Argentina, e não no Brasil, onde apenas a versão de entrada, S, está homologada. Fontes consultadas pela reportagem dizem acreditar que até junho o RAV4 SX deve ser liberado para comercialização, mas… Não há nada garantido até que o documento seja liberado.

RAV4 será vendido apenas com motorização híbrida

RAV4 será vendido apenas com motorização híbrida (Divulgação/Toyota)

Como será o novo RAV4

Mas voltemos a falar do produto. Em sua quinta geração, o RAV4 recebeu mais do que uma renovação geral: ele foi inteiramente repensado.

Baseado na plataforma do Camry, TNGA-K – em múltiplas variações, a TNGA serve a boa parte dos modelos da Toyota -, o SUV tem como conjunto de força um motor a gasolina com quatro cilindros 2.5 16V de 178 cv.

Ele conta ainda com duplo sistema de injeção (direto e indireto) e um sistema de propulsão elétrica com três motores (um para cada roda dianteira e um para o eixo traseiro, com transmissão direta, sem cardã. A câmbio é do tipo CVT, com distribuição de torque para as rodas sob demanda.

O novo desenho deu ao RAV4 linhas e volumes bem destacados, com forte presença de vincos retos. Perfil e dianteira lembram um pouco o Hyundai Creta. Na traseira, as lanternas bipartidas tem um quê de Volkswagen Tiguan. Aliás, em termos de proporção, o RAV4 também se assemelha ao Tiguan – as dimensões são bem próximas às da geração anterior.

Plataforma TNGA-K é a mesma do Camry

Plataforma TNGA-K é a mesma do Camry (Divulgação/Toyota)

No interior, o nível do acabamento também subiu. Como um clássico japonês, tudo é muito discreto e funcional, mas o layout da cabine, sem dúvida, ficou mais convidativo.

Os R$ 14.000 de diferença entre as versões S e SX incluem teto solar, fechamento elétrico do porta-malas (com acionamento por sensor de movimento, passando o pé sob o para-choque traseiro), carregador de celular por indução, piloto automático adaptativo, borboletas no volante, alerta de colisão com frenagem autônoma, farol alto automático e sistema de permanência e alerta de mudança involuntária de faixa.

Faróis e lanternas de led, ar-condicionado bizona, com saída para a traseira, banco do motorista com ajuste elétrico, ventilação e memórias, chave presencial, freio de estacionamento elétrico, multimídia, airbags laterais, do tipo cortina e de joelho (para o motorista), controle de estabilidade e tração e sensor de estacionamento na dianteira e na traseira são itens de série comuns entre ambas.

Cinco estrelas

Novo Toyota RAV 4 no Latin NCAP

Novo Toyota RAV 4 no Latin NCAP (Latin NCAP/Divulgação)

Por feliz coincidência – que pode ser traduzida em teste patrocinado -, também nesta quinta o Latin NCAP divulgou o resultado dos testes de impacto com uma das especificações que serão vendidas em nosso continente.

O SUV médio mandou bem: obteve a máxima de cinco estrelas tanto na proteção para adultos sentados à fileira dianteira quanto para crianças posicionadas no banco de trás.

Quando observamos mais detalhadamente, porém, vem a curiosidade de que ele tirou notas menores que a do primo Corolla, um projeto cinco anos mais antigo.

Enquanto o RAV4 obteve 29,42 pontos em 34 possíveis na proteção para adultos, sendo 43/49 para crianças, o Corolla alcançou 29,6/34 e 44,8/49, respectivamente.

Segundo o Latin NCAP, o SUV proporcionou nível “bom” de segurança para cabeça, pescoço e pernas do motorista na prova de impacto frontal parcial a 64 km/h, sendo “adequado” para peito e braços. No caso do passageiro sentado à frente, todas as áreas foram consideradas boas.

No impacto lateral a 50 km/h e também no de poste a 29 km/h, o veículo ofereceu proteção “boa” ou “adequada” para cabeça, tórax, abdome e pelve, especialmente pela presença de airbags laterais e de cortina.

No teste de controle de estabilidade o modelo também foi aprovado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s