Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novo Peugeot 308 tem novo logo, garras do 208 e versão híbrida de 225 cv

Estreia da Peugeot na era Stellantis, novo hatch traz eletrificação discreta mas compensa com design renovado e bastante tecnologia

Por Eduardo Passos 18 mar 2021, 13h59
Além da cor de lançamento verde Olivine, há outras seis opções de pintura do hatch
Além da cor de lançamento verde Olivine, há outras seis opções de pintura do hatch Divulgação/Peugeot

Depois de muita expectativa (e alguns vazamentos) a Peugeot finalmente revelou o novo 308, que chega neste ano ao mercado europeu. Além da mudança estética alinhada ao novo estilo da marca, o hatch europeu contará com motores elétricos – ainda que discretos.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90.

O novo Peugeot 308 é baseado em evolução da plataforma EMP2, modular. De acordo com a empresa, isso permite que o carro mantenha a eficiência de elétrico (o coeficiente aerodinâmico é de 0,28) e linhas mais comuns aos veículos convencionais.

Desse modo, as maiores novidades estéticas ficam por conta do uso pleno de leds, que vão dos faróis Matrix às lanternas traseiras, com as três garras características.

Full-led nas lanternas traseiras abre margem para criatividade: traços imitam as garras de um leão
Full-led nas lanternas traseiras abre margem para criatividade: traços imitam as garras de um leão Divulgação/Peugeot

Todas as peças são full-led, incluindo as luzes de rodagem diurna que lembram de sabres a presas de um animal, dependendo da imaginação de quem vê.

DRLs e grade frontal seguem o estilo do Peugeot 208
DRLs e grade frontal seguem o estilo do Peugeot 208 Divulgação/Peugeot

Todas as versões do 308 contarão com essas funcionalidades, além de ostentarem o novo logotipo da Peugeot. Primeiro carro da francesa na era Stellantis o hatch reforça os planos do grupo de elevar a marca ao segmento premium, com design e características mais refinadas.

Entre-eixos cresceu 5,5 cm, enquanto vão livre diminuiu. Mesmo assim, há opção de rodas de aro 18
Entre-eixos cresceu 5,5 cm, enquanto vão livre diminuiu. Mesmo assim, há opção de rodas de aro 18 Divulgação/Peugeot

Isso também vale para o interior, que oferece iluminação multicor em led, tela multimídia de 10 polegadas, além de outra, do mesmo tamanho, que atua como quadro de instrumentos.

Interior do novo Peugeot 308
Interior do novo Peugeot 308 Divulgação/Peugeot

Na versão de topo, o painel, da linha i-Cockpit, ainda conta com projeção tridimensional de seu conteúdo, personalizável, como no 208 vendido no Brasil.

Em termos de segurança, o carro oferecerá controle de cruzeiro adaptativo, assistente de mudança de faixa e ajuste de velocidade automático em curvas. Suas câmeras e sensores servirão desde auxílio na hora da baliza até para detectar obstáculos na pista, agindo antes do motorista.

Continua após a publicidade

Desempenho

Motores trabalham juntos no eixo dianteiro
Motores trabalham juntos no eixo dianteiro Divulgação/Peugeot

Falando em motorista, esse poderá escolher sete versões diferentes, sendo duas híbridas plug-in. 

As movidas a gasolina contarão com motor 1.2 PureTech 110 (111 cv de potência e 20,9 kgfm de torque) ou Puretech 130 (131 cv e 23,4 kgfm), com opção de câmbio manual de seis marchas ou automático, com oito velocidades. A opção diesel, por outro lado, traz apenas o motor 1.5 BlueHDi 130 (131 cv e 30,5 kgfm).

O modelo híbrido de entrada, 180 e-EAT8, é equipado com motor 1.5 junto ao motor elétrico no eixo dianteiro, que juntos entregam 180 cv e 36,7 kgfm – úteis para compensar os 400 kg de peso extra.

"Completa com corrente alternada, chefe?"
“Completa com corrente alternada, chefe?” Divulgação/Peugeot

A versão de topo, Hybrid 225 e-EAT8, é ainda mais potente, e só seu motor 1.8 já entrega 180 cv de potência. Somado à mesma unidade elétrica, isso resulta em 225 cv e os mesmos 36,7 kgfm de torque.

Mesmo sendo auxiliar, o motor elétrico poderá funcionar sozinho, com autonomia de 60 km e 110 cv. A Peugeot, entretanto, não revelou dados sobre alcance máximo em regime híbrido, além de dados de aceleração, velocidade máxima e preços.

Cada vez mais parte da família, a Peugeot vem aproveitando a estrutura de irmãs como a Fiat para expandir sua presença. Os carros da companhia, inclusive, já são vistos rodando em testes internos nas fábricas da Fiat em Betim (MG).

Isso não significa, entretanto, que o novo 308 chegará ao Brasil, que nem sequer viu a versão elétrica do 208 chegar ao mercado nacional ainda.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

QR - CAPA 742 - FEVEREIRO
Arte/Quatro Rodas

 

Continua após a publicidade
Publicidade