Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Novo Audi A8 consegue andar sozinho e tem suspensão inteligente

Veículo trafega a até 60 km/h sem intervenção humana e utiliza scanner a laser para identificar condições da estrada

Por Vitor Matsubara Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
11 jul 2017, 13h53
Ultratecnológico, o A8 parte de caros 90.600 euros na Alemanha (Audi/Divulgação)

A Audi apresentou a nova geração do A8 durante evento realizado em Barcelona, na Espanha. O modelo será vendido em duas opções de carroceria: normal (com 5,17 metros de comprimento) e L (com 5,3 m e entre-eixos alongado).

O design é inspirado no conceito Prologue, revelado pela marca em 2014. Alguns elementos mais marcantes do A8 são a larga grade hexagonal e as lanternas traseiras interligadas por um filete de leds.

Assim como o A5 Sportback, o A8 tem o teto com uma suave curvatura, no estilo “cupê de quatro portas”.

Grade hexagonal já virou marca registrada da Audi (Audi/Divulgação)

Recheado de tecnologias de ponta, o A8 reúne o que há de mais avançado na marca das quatro argolas.

Um dos principais destaques do sedã é a suspensão ativa com reconhecimento do pavimento. Cada roda possui um motor elétrico e um tubo rotativo, no qual há uma barra de torção de titânio.

Assim que a câmera frontal identifica eventuais irregularidades no piso, o sistema ajusta a suspensão para transpor o obstáculo da forma mais confortável possível para os ocupantes e sem causar danos ao veículo.

Continua após a publicidade
Versão alongada faz sucesso em mercados da Ásia e Oriente Médio (Audi/Divulgação)

Em caso de iminência de impacto lateral, a suspensão é rapidamente elevada no lado da colisão, de forma que a estrutura das soleiras das portas absorva o máximo de impacto possível.

Assim como outros modelos, o A8 traz o eixo traseiro esterçante, podendo apontar na mesma direção das rodas dianteiras (para melhorar a estabilidade em curvas) ou na direção contrária (para diminuir o diâmetro de giro em manobras).

São 13 cm a mais de entre-eixos na versão L (Audi/Divulgação)

O A8 traz um sistema de condução autônoma que assume o controle do veículo a até 60 km/h. Nesta condição, o motorista pode até tirar as mãos do volante, mas precisa estar alerta para imprevistos.

A condução sem motorista utiliza câmeras, sensores de ultrassom e até um scanner a laser, tecnologia esta inédita em automóveis, segundo a Audi.

Design do A8 lembra os cupês de quatro portas (Audi/Divulgação)

Além disso, há também o sistema de estacionamento por controle remoto, fazendo com que o veículo realize a manobra em vagas paralelas ou perpendiculares sem a interferência do motorista.

Continua após a publicidade

Com o equipamento, o condutor pode até mesmo acompanhar a manobra do lado de fora. Ou acompanhar o trabalho autônomo por meio de uma câmera de 360 graus.

O interior praticamente não traz comandos físicos. Além do painel digital, o A8 oferece duas telas sensíveis ao toque para controlar vários ajustes, como modos de condução, controles de climatização e outras funções.

O veículo também aceita diversos comandos de voz.

Praticamente sem botões físicos, interior é dominado por telas (Audi/Divulgação)
Tela agrupa comandos de climatização e seletor de modos de condução (Audi/Divulgação)

Quem viaja no banco de trás conta com duas grandes telas do sistema de entretenimento e controles de ar-condicionado, sendo que a versão alongada ainda vem com aquecimento nos assentos e um apoio para os pés com massageador.

Bancos de trás têm aquecedor, regulagens elétricas e até massageador para os pés (Audi/Divulgação)

Inicialmente, o mercado alemão contará com duas motorizações V6 com turbocompressor: a 3.0 TDI entrega 286 cv e a 3.0 TFSI gera 340 cv.

Continua após a publicidade

Futuramente o A8 ganhará um 4.0 V8 com 460 cv e o 6.0 W12, cuja potência ainda não foi declarada. O sistema elétrico é de 48 volts.

Movido a gasolina, motor 3.0 TFSI entrega 340 cv (Audi/Divulgação)

Uma versão híbrida também será lançada nos próximos anos, combinando um motor 3.0 TFSI a gasolina com um motor elétrico, entregando uma potência combinada de 449 cv e torque máximo de 71,3 mkgf.

A autonomia é estimada em aproximadamente 50 quilômetros no modo 100% elétrico.

Os preços do A8 começam em 90.600 euros na versão “convencional” e 94.100 euros no caso do A8 L.

Belos faróis de led são uma das virtudes do A8 (Audi/Divulgação)
Lanternas são interligadas por um filete de leds (Audi)

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.