Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Nova Toro 2022 é (bem) mais rápida com motor 1.3 Turbo, mas 1.8 bebe menos

Novo motor 1.3 GSE Turbo flex é mais eficiente que o velho 1.8, mas gasta mais combustível em três de quatro cenários

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 23 abr 2021, 20h12 - Publicado em 22 abr 2021, 13h39
Fiat Toro Endurance 2022
Divulgação/Fiat

Por conta das restrições da pandemia da covid-19, QUATRO RODAS ainda não testou a Fiat Toro 2022. Os motores 1.8 flex e 2.0 turbodiesel já são conhecidos, mas pelos números oficiais é possível ter uma ideia da melhora do desempenho da picape com o inédito motor 1.3 GSE Turbo flex que gera até 185 cv e 27,5 kgfm.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

A Fiat anuncia um zero a 100 km/h em 10,7 s quando com gasolina e em 10,6 s com álcool no tanque. Já a velocidade máxima é de 200 km/h com o combustível fóssil e de 202 km/h com o combustível vegetal.

É um baita salto. Com o motor 1.8 E.torQ de 139 cv, que segue disponível na versão de entrada Endurance, a Fiat Toro precisa de 14,4 s para chegar aos 100 km/h com gasolina e de 12,9 s com álcool no tanque. Já a velocidade máxima é de 178 e 179 km/h.

Fiat Toro Endurance
Versão de entrada Endurance é a única com rodas de aço aro 16″ com calotas Divulgação/Fiat

A diferença é enorme. Mas as inúmeras tecnologias voltadas para a eficiência de combustível presentes no novo motor 1.3 GSE Turbo flex (injeção direta, comando de válvulas variável, turbocompressor, simulação de ciclo Miller, entre outros) também fizeram aumentar as expectativas pelos números de consumo. Mas não houve melhora nos números de consumo, .

As Toro Endurance T270 (nomenclatura em alusão ao torque do motor turbo) conseguem médias de 9,7 km/l em ciclo urbano e 10,7 km/l no rodoviário com gasolina. Com álcool as médias caem para 6,6 km/l na cidade e 7,9 km/k na estrada.

Fiat Toro Endurance
Divulgação/Fiat

A mesma versão Endurance, mas com motor 1.8, faz 9,5 km/l em ciclo urbano e surpreendentes 11,3 km/l no rodoviário com gasolina. Com álcool as médias caem para 6,7 km/l na cidade e 8,1 km/k na estrada. Todos os números foram divulgados pela própria Fiat.

Continua após a publicidade

Versão Cidade (etanol) Cidade (gasolina) Estrada (etanol) Estrada (gasolina)
Endurance 1.8 6,7 km/l 9,5 km/l 8,1 km/l 11,3 km/l
Endurance 1.3 turbo 6,6 km/l 9,7 km/l 7,9 km/l 10,7 km/l
Diferença do 1.3 contra o 1.8 1,49% pior 2,10% melhor 2,47% pior 5,30% pior

Na estrada, o novo motor 1.3 turbo gasta mais que antigo motor 1.8 E.TorQ conhecido pelo apetite voraz.

Isso não quer dizer, porém, que o motor 1.8 E.torQ é mais eficiente que o 1.3 GSE Turbo. Os números de consumo em mega joules, que mede a eficiência do motor no dinamômetro, sem fatores de correção (que consideram aerodinâmica e atrito dos pneus, por exemplo). Enquanto o motor 1.3 turbo registra média de consumo energético de 2,17 mj/km, o 1.8 tem 2,21 mj/km. Nas emissões, quase empatam: 136 g/km de CO2 no 1.3 contra 138 g/km de CO2 no 1.8.

Vantagens no mundo real

Medições de consumo e desempenho seguem ciclos rigorosamente iguais, seja nas fabricantes ou nos testes de QUATRO RODAS. São esses ciclos que garantem a comparabilidade entre diferentes carros e motores.

Fiat Toro Endurance 2022
Versão Endurance tem a mesma central multimídia de 7 polegadas da Toro antiga Divulgação/Fiat

No mundo real, porém, o motor 1.3 GSE Turbo tende a ser mais eficiente. Quando o motor é mais potente, o motorista precisa acelerar menos para o carro desenvolver e o motor 1.3 tem tecnologias que conseguem adequar o consumo às exigências do motorista da melhor forma possível.

Isso não acontece com o motor 1.8 flex, que sempre se mostrou fraco para a picape, que pesa 1.650 kg. Com ele o motorista precisa pisar mais fundo, forçando o aumento do consumo do motor quase sempre.

Fiat Toro Ranch 2022
Motor 1.3 GSE Turbo é o mais potente e mais beberrão da linha 2022 Divulgação/Fiat

A tendência é que os 55 litros do tanque de combustível tenham maior rendimento com o motor 1.3 turbo. A propósito, o motor flex mais potente também garante maior capacidade de carga: passa dos 650 kg para 750 kg.

Consumo e desempenho do motor turbodiesel

A Toro Endurance 2022 é a única versão disponível com os três motores da linha. O 2.0 turbodiesel não teve mudanças e segue com 170 cv e 35,7 kgfm, sempre com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4 permanente.

Com ele, a Fiat Toro chega aos 100 km/h em 11,6 s e alcança a máxima de 195 km/h. Não é mais rápida que a 1.3 turbo, mas é mais econômica: faz 10,4 km/l no ciclo urbano e 13,3 km/l no rodoviário. Mesmo pesando 1.833 kg.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa Quatro Rodas 744 Abril 2021

Continua após a publicidade

Publicidade