Nova picape da Mercedes deve ter versões para uso comercial e urbano

Marca estuda oferecer kit de acessórios AMG, mas descarta versão esportiva

mercedes-benz-classe-x Picape aproveitará plataforma e componentes da nova Nissan Frontier

Picape aproveitará plataforma e componentes da nova Nissan Frontier  (/)

A primeira picape da história da Mercedes-Benz realmente promete dar o que falar. Além de promover a entrada da luxuosa marca em um segmento em que ela não tem experiência alguma até então, a novidade deve ter uma versão para trabalho pesado e outra esportiva com inspiração nos modelos AMG – mas não preparada pela empresa de alto desempenho.

As informações são do site CarAdvice, citando declarações de Ola Källenius, membro do conselho administrativo da Daimler AG. Quando questionado se o veículo terá ênfase no trabalho ou lazer, o executivo afirmou que o projeto combinará “um pouco de ambos”.

“Ele terá versões voltadas para o uso comercial e outras com foco em quem usa este tipo de veículo como um automóvel de passeio. Embora tenha sido desenvolvida pela nova divisão de vans e comerciais, ela será vendida na rede de concessionárias de automóveis em alguns mercados”, afirmou Källenius, que citou a Volkswagen Amarok como um exemplo de proposta semelhante à novidade da Mercedes. “Nosso carro será posicionado para ser um forte concorrente para a Volkswagen Amarok. É nisso que eu acredito”, declarou Ola.

A picape – que pode adotar os nomes Classe X ou Classe Z – compartilhará plataformas e vários componentes com a nova geração da Nissan Navara, conhecida em alguns mercados como Frontier. Não à toa, algumas “mulas” (protótipos que utilizam carrocerias de outros modelos em testes de durabilidade) rodam pelo mundo “disfarçadas” de Nissan.

Källenius admitiu que a picape entregará o nível de requinte esperado de um Mercedes-Benz, mas praticamente descartou a possibilidade de lançamento de uma versão esportiva AMG. “Não acredito que (o carro) esteja no topo da lista de prioridades da AMG, até porque uma picape não é o tipo de veículo normalmente associado a alto desempenho em pista. Seria algo improvável neste sentido, mas claro que teremos uma versão voltada para uso comercial e outra orientada essencialmente para o uso urbano”, afirmou o executivo, possivelmente referindo-se a uma versão equipada com kit AMG.

Esta possibilidade, aliás, foi ressaltada pelo CEO da Mercedes-AMG, Tobias Moers, ao CarAdvice durante o Salão de Nova York. Ao mesmo tempo, Moers descartou as chances de uma versão AMG por conta da demanda por este tipo de veículo ser praticamente nula. “Acredito que não. Até agora não identificamos potencial de mercado para algo neste sentido. E eu particularmente acredito que não haja muito potencial para tanto. O que discutimos foi a possibilidade de introduzir uma linha de acessórios, como rodas e kit aerodinâmico”, admitiu.

Källenius também revelou em quais localidades a picape da Mercedes-Benz deve se sair melhor. “Seus principais mercados devem ser a América do Sul, uma parte da Europa, Ágrica e Austrália, sendo que o único país com espaço para versões comerciais e de passeio seria justamente o australiano”, concluiu.

A nova picape da Mercedes-Benz pode ser revelada durante o Salão de Paris, que acontecerá na capital francesa em setembro deste ano.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s