Nova Nissan Frontier chega ao Brasil na versão mais completa

Com motor 2.3 a diesel biturbo, câmbio automático e tração integral, configuração mais equipada sai por R$ 166.700

Nova geração continua apostando na robustez Nova geração continua apostando na robustez

Nova geração continua apostando na robustez (/)

Apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado, a nova geração da Nissan Frontier está com quase tudo pronto para seu lançamento ainda em março. O primeiro lote começou a ser distribuído nas concessionárias e o preço já foi definido: R$ 166.700 para a versão topo de linha, única que será vendida neste ano.

A décima segunda geração da Frontier (quarta vendida no Brasil) não perdeu traços brutos e volumes bem definidos, mas aparenta ser maior. Só aparenta: com 5,25 m de comprimento, é apenas 2 cm maior que a antiga e 3 cm mais baixa, com 1,75 m de altura. A largura manteve os 1,85 m da anterior.

Nissan Frontier Nova geração parece ser maior, mas as dimensões são praticamente as mesmas da antiga

Nova geração parece ser maior, mas as dimensões são praticamente as mesmas da antiga (Silvio Gioia/)

Na mecânica, sai de cena o motor 2.5 turbo diesel para dar lugar ao novo 2.3 diesel biturbo de 190 cv e cerca de 46 mkgf de torque. Nesta primeira versão importada, o câmbio será sempre um automático de sete marchas com opção de trocas sequeciais (que a antiga, de cinco, não tinha) e tração 4×4.

Entre os equipamentos de série, figuram partida sem chave, ar-condicionado automático de duas zonas, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, assistente para descidas, airbags dianteiros, luzes diurnas de LEDs, central multimídia com tela de 6,2″, câmera de ré e sensor de estacionamento.

Nissan Frontier Foto do interior é de unidades vendidas lá fora. A nossa será mais equipada, refinada e com câmbio automático

Foto do interior é de unidades vendidas lá fora. A nossa será mais equipada, refinada e com câmbio automático (/)

A estratégia de lançamento é semelhante com a adotada pela geração anterior, que foi importada da Espanha e da Tailândia apenas na versão topo de linha antes de ser nacionalizada.

A diferença é que esta nova geração será importada do México este ano para depois ser importada da Argentina, onde será produzida junto das irmãs Renault Alaskan (que chega ao Brasil em 2018) e Mercedes Classe X (a ser lançada oficialmente no Salão de Genebra).

Nissan Frontier Dianteira tem DRLs de leds

Dianteira tem DRLs de leds (/)

Ainda em estoque, a geração anterior da picape média deixou de ser produzida no Paraná nos últimos meses de 2016.

O preço de R$ 166.700 para a nova Frontier topo de linha seria comparável ao valor das versões intermediárias SRV da Toyota Hilux (R$ 168.670), LTZ da Chevrolet S10 (R$ 162.720) e XLT da Ford Ranger (R$ 169.090), o que pode indicar uma aposta no custo-benefício por parte da Nissan.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Marco Antonio Cardoso Andrade

    Ficou parecida com a Hilux da geração anterior, ficou bonita….

  2. Leonardo Lopes

    Ficou muito bonita a camionete, mas francamente, por esse preço eu vou de Toyota Hilux.. preço a preço a Hilux é muito mais camionete.

  3. Sergio Bertoni

    Essa pick up é o segredo pra perder dinheiro, paga 166 mil e um ano depois ela vale 90mil.