Nova lei quer multa mais cara para quem negar passagem a pedestre

Projeto está em análise na Câmara dos Deputados e eleva em cinco vezes o valor para a infração gravíssima

Carro sobre faixa de pedestres O Código Brasileiro de Trânsito considera trânsito “a utilização das vias por pessoas, veículos e animais.”

O Código Brasileiro de Trânsito considera trânsito “a utilização das vias por pessoas, veículos e animais.” (Reprodução/Internet)

O projeto de lei (7556/17) está em análise na Câmara dos Deputados e quer alterar o Código Brasileiro de Trânsito.

A ideia é aumentar a infração para o motorista que deixar de dar preferência de passagem a pedestre e a veículos não motorizados.

O texto da PL iguala a multa àquela imposta para o avanço do sinal vermelho. Ou seja, cinco vezes o valor para a infração gravíssima. Hoje a multa para quem não dá preferência para os pedestres é de uma vez o valor da infração gravíssima.

Segundo o deputado Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB), autor do projeto, “A penalidade imposta pela legislação não está sendo suficiente para punir adequadamente os condutores e forçá-los a respeitar a prioridade do pedestre na faixa.”

A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s