Clique e assine por apenas 8,90/mês

Nova Ford F-150 inova com soluções para problemas que não existiam

Nova geração da picape mais vendida do mundo tem gerador, bancada de trabalho e até alavanca de câmbio rebatível

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 29 jun 2020, 17h11 - Publicado em 29 jun 2020, 13h53
Picape continua com carroceria de alumínio, que foi totalmente redesenhada Divulgação/Ford

Enquanto no Brasil picapes de trabalho são, basicamente, as versões mais baratas e despojadas disponíveis, nos Estados Unidos o padrão – e as necessidades – resultam em opções bem complexas.

A linha 2021 da Ford F-150, que é a picape mais vendida do mundo, deixa essa diferença entre realidades muito clara.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

A picape full-size segue com seu chassi de aço de alta resistência, mas toda a carroceria – feita de alumínio de nível militar – foi redesenhada, com direito a novos capô e para-choques envolventes.

Continua após a publicidade
Novas lanternas têm iluminação por leds Divulgação/Ford

Os faróis também são novos, full-led, assim como as lanternas traseiras. Também prepararam novas grades dianteiras. A questão é que há 13 modelos diferentes, para as diferentes versões da picape. O que não muda é a presença de fechamento ativo da passagem de ar para otimizar a aerodinâmica.

Na mecânica, a novidade é a motorização híbrida PowerBoost, que combina o motor V6 3.5 EcoBoost de 380 cv com os 47 cv extras de um motor elétrico integrado à transmissão automática de 10 marchas. Há, inclusive, modo de uso específico para otimizar o desempenho – e o consumo – quando com carga ou reboque. A autonomia estimada em ciclo EPA é de 1.100 km, mesmo que a bateria tenha apenas 1,5 kWh.

Picape full-size tem versões com cabine estendida e dupla Divulgação/Ford

A nova Ford F-150 também oferece uma série de soluções para problemas que, talvez, muita gente nem tinha.

Por exemplo, os estribos laterais, que facilitam o acesso à cabine e à caçamba, são armados eletricamente.

Continua após a publicidade
Nova F-150 pode ter telas de 12 polegadas nos instrumentos e central multimídia Divulgação/Ford

Também é possível atualizar os sistemas da F-150 pela internet. Isso porque a picape recebeu a nova central multimídia Sync 4, lançada pelo Mustang Mach-E, e disponível em versões com 12 e 8 polegadas. Também há integração com Android Auto e Apple Carplay sem fio – como na nova Fiat Strada – e com a assistente Alexa.

Quem faz as vezes de quadro de instrumentos é uma tela colorida, também de 12 polegadas.

Divulgação/Ford

A partir da versão XLT a picape tem sistema de som da Bang & Olufsen, com oito alto-falantes. Mas as versões Lariat, King Ranch, Platinum e Limited têm como opcional o sistema B&O Unleashed, com 18 alto-falantes, com direito a alguns instalados no teto e até nos encostos de cabeça dianteiros.

Divulgação/Ford

Ainda no interior, a Ford queria oferecer uma mesa de trabalho na cabine, onde fosse possível usar um notebook ou assinar documentos, por exemplo. Só tinha um problema: a alavanca de câmbio no meio do console. Em vez de deslocar os comandos do câmbio para o painel, como nas RAM, ou para uma alavanca na coluna de direção (como nas Chevrolet Silverado), a Ford criou uma…. alavanca de câmbio rebatível.

Continua após a publicidade
Divulgação/Ford

É só apertar um botão que a alavanca (que a Ford diz ser a forma como os clientes preferem operar o câmbio) é recolhida sozinha. Para montar a mesa, basta rebater o apoio de braços central.

Divulgação/Ford

Tem muito mais. As versões King Ranch, Platinum e Limited têm, como opcional, os bancos Max Recline. Para reclinar a quase 180 graus, o assento até mesmo levanta 10° para a frente para se alinhar com o encosto. É quase um assento da classe executiva de aviões.

Divulgação/Ford

Parece que porta-luvas com chave não bastava. Agora há um baú sob o banco traseiro tão grande que tem divisor para manter tudo organizado. E ele pode ser trancado com chave. 

Como opcional, a tampa da caçamba (com abertura elétrica) pode receber toda a parafernália para se transformar em uma bancada de trabalho. Mas não é qualquer trabalho: tem réguas integradas e permite uso de serras, serrotes e outros tipos e ferramentas. Também tem porta-lápis, porta-copos e suporte para smartphone.

Continua após a publicidade
Divulgação/Ford

E dá para usar ferramentas elétricas. A Ford diz ter percebido que muitos compradores carregavam geradores na caçamba, que acabavam ficando vulneráveis a roubos e ocupavam espaço de carga. Então, agora a F-150 também pode ter um gerador integrado com potência de 2 kW nas versões convencionais.

Há até quatro tomadas disponíveis Divulgação/Ford

Já nas F-150 híbridas, o gerador tem potência de 2,4 kW nas versões 120V e 20A e 7,2 kW, com saídas 240V e 30A. Há até quatro tomadas disponíveis e podem ser usadas mesmo com o carro em movimento, para recarregar ferramentas.

Comando ajuda a direcionar o reboque em manobras Divulgação/Ford

Há, também, controle independente e assistente para orientar o motorista em manobras com reboque por meio de câmeras de ré de alta resolução. O aplicativo FordPass também é capaz de alertar sobre roubo de reboque e controlar o funcionamento das luzes do veículo e do gerador. 

Divulgação/Ford

A nova Ford F-150 também oferece condução autônoma. O Active Drive Assist permite dirigir sem as mãos em mais de 160 mil quilômetros de estradas mapeadas dos EUA e Canadá, com uma câmera que monitora a posição da cabeça e o olhar do motorista. Assim, verifica-se se o motorista está mantendo a atenção na estrada.

Continua após a publicidade

Transformaram a F-150 em uma ótima alternativa ao home office…

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Publicidade