Clique e assine por apenas 8,90/mês

Nova carteira de habilitação vai ser igual a cartão de crédito

CNH irá trocar o papel pelo cartão de plástico dotado de chip

Por Mateus Silveira - Atualizado em 9 jan 2018, 17h25 - Publicado em 6 dez 2017, 18h15
Esse será o visual na nova mudança da CNH, passando a ser em cartão agora Denatran/Divulgação

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passará por mais uma mudança, trocando o papel por plástico. Em breve, o documento será um cartão com chip – como um cartão de crédito convencional.

A mudança será feita até 1º de janeiro de 2019, prazo final para que os Detrans de cada estado consigam adequar os procedimentos do novo modelo de CNH.

De acordo com o Denatran, órgão responsável pelo controle do acesso aos dados gravados no chip, não há riscos de leitura de dados do condutor.

No verso, o cartão terá QR-Code, implantado recentemente na versão em papel Denatran/Divulgação

Para o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a mudança traz maior segurança, aumenta a durabilidade do documento e possibilita (futuramente) integração com outros países.

Continua após a publicidade

Mas há outros benefícios em estudo, como o pagamento de pedágio e acesso ao transporte público – uma espécie de Bilhete Único integrado à CNH, bem como o acesso a prédios públicos, universidades e estacionamentos e identificação através da biometria (o chip no cartão terá cadastrado suas digitais).

Esses recursos só irão existir através de convênios entre instituições públicas ou privadas com aprovação do Denatran.

Para os motoristas que possuem o documento em papel com validade após a implementação do cartão, não é preciso se antecipar (a menos que a pessoa queira). A transição será automática no momento da renovação.

Sem preços fixos, caberá aos Detrans definir o valor que será cobrado em cada estado – em São Paulo, hoje, o valor é de R$ 41,37 pela renovação e o acréscimo de R$ 11 para a entrega pelos Correios.

Continua após a publicidade

Outras mudanças

A CNH já passou por outras atualizações neste ano. Em janeiro, ela começou a ser emitida em um novo visual, com novas marcas d’água e a proposta de ficar mais segura.

Em maio, o documento ganhou o QR-Code, código que permite a consulta de dados por meio de leitura com a câmera do smartphone.

CNH digital irá permitir que você deixe sua habilitação impressa em casa Reprodução/Internet

Já no segundo semestre, em outubro, Goiás foi o primeiro estado a oferecer a CNH Digital – o recurso, que tem o mesmo valor da habilitação de papel, chegará aos outros estados em fevereiro de 2018.

 

Publicidade