Clique e assine por apenas 8,90/mês

Com CNH digital, seu documento de papel pode ficar em casa

Goiás é primeiro estado a adotar o recurso que tem o mesmo valor da carteira impressa. Para demais estados, previsão do governo federal é fevereiro de 2018

Por Mateus Silveira - Atualizado em 10 out 2017, 11h08 - Publicado em 9 out 2017, 17h43
CNH digital irá permitir que você deixe sua habilitação impressa em casa Reprodução/Internet

Na terça-feira (10/out) estreará em Goiás a CNH digital, um recurso eletrônico que permite a consulta do documento através de um aplicativo para celular.

O estado foi escolhido em uma parceria entre Denatran e o Detran-GO. A previsão do governo federal é que a funcionalidade esteja disponível em todo país até fevereiro de 2018.

Com o novo recurso, esquecer a habilitação em casa não será mais um problema – desde, claro, que a pessoa não esqueça o smartphone também.

A CNH-e, como é chamada, terá o mesmo valor legal que o documento impresso – que, inclusive, continuará a ser emitido em versão de papel.

Continua após a publicidade
QR Code é impresso no verso da CNH convencional Divulgação/Internet

Para o documento virtual ser identificado, é necessária a leitura através do certificado digital. Ou do QR Code, disponível nas CNHs novas ou renovadas desde maio deste ano.

A ativação do recurso eletrônico deve ser feita no aparelho em que a CNH será salva, que será protegida por um PIN. Essa senha será utilizada toda vez que for necessário o acesso ao documento.

Como solicitar

Para a solicitação da CNH virtual é preciso fazer um cadastro pessoalmente no Detran do seu estado, após o cadastro a liberação será feita diretamente no site de serviços do Denatran.

Caso você perca seu celular, a CNH-e poderá ser bloqueada no próprio site do Denatran. A cobrança pelo novo recurso irá depender do Detran de cada estado.

Continua após a publicidade

Confira o vídeo explicando como funciona:

 

Publicidade