Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Mitsubishi pode deixar aliança Renault-Nissan voltar a ser independente

Nissan pode vender participação na Mitsubishi e alterar drasticamente formado da aliança previsto por Carlos Ghosn

Por Igor Macario
Atualizado em 14 Maio 2021, 19h20 - Publicado em 16 nov 2020, 15h29
.
Eclipse Cross é um dos lançamentos mais recentes (Divulgação/Mitsubishi)

Pouca gente sabe, mas a Mitsubishi é parte integrante da Aliança Renault-Nissan, que detém 34% das ações da fabricante japonesa conhecida por suas vitórías em ralis. Só que a cara da aliança pode mudar justamente com a possível saída da Mitsubishi do trio.

Isso pode ocorrer porque a Nissan pode vender parte ou todos os 34% que detém da Mitsubishi, diminuindo ou eliminando a marca da Aliança. Por enquanto, as duas fabricantes negam qualquer mudança na estrutura da empresa.

A Black Friday já começou na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 5,90

Uma das possibilidades é que a Nissan venda sua parte para a Mitsubishi Corp, que já controla outros 20% da marca. Assim, a marca voltaria a ser independente.

Continua após a publicidade

Mudança dessa magnitude altera significativamente o formato da empresa vislumbrado por Carlos Ghosn, o emblemático CEO da companhia, que tinha a inclusão da Mitsubishi no grupo como um de seus maiores feitos.

.
(Divulgação/Mitsubishi)

O problema é que a Mitsubishi ainda luta para se tornar lucrativa, mas deve fechar o ano fiscal de 2020 com 140 bilhões de ienes no prejuízo. Isso enquanto a Nissan vem conseguindo amortizar suas perdas globais graças ao aumento da participação da marca na China.

Continua após a publicidade

A situação da Mistubishi pode piorar caso a saída da Aliança seja concretizada. A marca vem diminuindo sua participação na Europa, com o fim da venda de SUVs naquele mercado. Os Mistubishi também foram apontados como a marca que mais demora para vender unidades 0Km nos Estados Unidos.

A marca vem priorizando suas atenções para o mercado asiático, mas o fim da injeção de capital da Aliança pode afetar também esses planos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
.
(Arte/Quatro Rodas)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.