Clique e assine por apenas 8,90/mês

McLaren Speedtail: os R$ 8 milhões mais rápidos do mundo

Fabricante inglesa revela detalhes do Speedtail, esportivo de produção limitada que chega a 403 km/h

Por Vinicius Montoia - Atualizado em 26 out 2018, 14h24 - Publicado em 26 out 2018, 14h18
O carro é feito de fibra de carbono para diminuir o arrasto Divulgação/McLaren

Simetria sem precedentes: é assim que a McLaren classifica o novíssimo Speedtail, superesportivo que promete romper a barreira dos 400 km/h.

De acordo com a fabricante inglesa, o Speedtail (“cauda veloz” em bom português) é o mais próximo que o consumidor poderá chegar de um bólido de Fórmula 1.

A McLaren garante que a intenção foi criar um veículo que fosse aerodinamicamente eficiente, para que o fluxo de ar pudesse passar sem interrupção ou turbulência da frente até a traseira. Nas fotos fica perceptível que o esforço da marca foi recompensado, pois o contorno do esportivo dá a impressão de que ele foi feito em uma única chapa.

São 5,13 metros de comprimento Digulgação/McLaren

Feito em fibra de carbono, o Speedtail trocou os retrovisores por câmeras para diminuir o arrasto aerodinâmico. A traseira bastante alongada também ajudou a cumprir tal desafio. O McLaren tem 5,13 m de comprimento, sendo 5,4 cm mais longo que um McLaren P1 e 6 cm maior que o Bugatti Chiron.

Continua após a publicidade
Divulgação/McLaren

A preocupação com simetria também aparece no interior: o motorista vai posicionado como um piloto de monoposto, no centro do carro, como no lendário McLaren F1. Ainda terá plateia, pois há mais dois bancos posicionados ligeiramente atrás do motorista, um à direita e outro à esquerda, completando o chassi monocoque.

O motorista fica posicionado no centro da cabine Divulgação/McLaren

Ainda não foram revelados todos os detalhes técnicos do Speedtail, mas já se sabe que ele estabelece um novo patamar para a marca com o seu conjunto híbrido, que rende 1.036 cv. A aceleração de 0 a 300 km/h se dá em apenas 12,8 segundos (o que significa ser 0,3 segundo mais rápido que o Bugatti Chiron) e atinge incríveis 403 km/h.

Pudera, o veículo pesa apenas 1.430 kg, menos que um Jeep Renegade 1.8 Sport automático (1.448 kg).

As 106 unidades que serão produzidas já têm fila de compradores e os primeiros modelos serão entregues em 2020. O valor inicial é de 1,75 milhão de libras, o que soma mais de oito milhões de reais, sem impostos.

O assento do motorista também é de fibra de carbono Divulgação/McLaren
Publicidade