Marcha a ré: os destaques de QUATRO RODAS em julho de…

De 1966 a 2006, uma viagem no tempo para relembrar o que já foi notícia na revista de automóveis mais tradicional do país

QUATRO RODAS - julho de 1996 Julho de 1996

Julho de 1996  (/)

[obs: para acessar os links do Acervo Digital da QUATRO RODAS, é preciso desabilitar o bloqueio de pop-ups, caso ele esteja ativado]

1996 – A velha batalha dos 1.0

Engana-se quem pensa que a moda dos compactos 1.0 é novidade. Há exatos 20 anos, quatro novos modelos chegavam ao mercado: Corsa, Fiesta, Gol e Palio. Tudo bem, nenhum deles tinha os modernos três cilindros dos dias de hoje, mas prometiam muita economia a preços extremamente convidativos – cerca de R$ 11.000, na época. O Fiesta se destacava pelo desempenho, o Corsa pela mecânica moderna, o Gol pela direção e o Palio pelo conforto.

Protagonistas da matéria de capa, Fiesta e Palio se enfrentavam ainda em uma segunda batalha: a motorização. O primeiro equipado com motor 1.4; o segundo, com um 1.5. O comparativo concluiu que o Fiesta era a melhor escolha para quem priorizava o desempenho. Já o Palio oferecia pacotes de equipamentos mais atrativos, incluindo duplo airbag (opcional).

1966

QUATRO RODAS - julho de 1966 Julho de 1966

Julho de 1966  (/)

Esportivo disfarçado de sedã, o Ford Cortina Lotus tinha desempenho digno de um carro de pista. Com 106 cv, o modelo atingia os 170 km/h com muita estabilidade. O Gordini II chegava com diferenças visuais, acabamento revisto e apostando em um rodar mais confortável, mesmo que isso prejudicasse seu desempenho nas pistas.

No restante da edição, destaque para a matéria de turismo cobrindo toda a Bolívia. E no campo comportamental, uma reportagem provocativa: uma mulher encarava a Via Dutra de São Paulo até o Rio de Janeiro sozinha, para testar a confiabilidade dos mecânicos de beira de estrada.

1976

QUATRO RODAS - julho de 1976 Julho de 1976

Julho de 1976  (/)

Caravan e Belina estavam prestes a ganhar sua principal rival: a VW Variant alongada. Conhecida por Variantão, a perua foi flagrada em testes por QUATRO RODAS. No já famoso teste de Longa Duração, foi a vez do Maverick de quatro cilindros ser analisado após rodar 30.000 km. A rede autorizada foi alvo de sérias críticas, mas o carro no geral ganhou elogios – apesar da ferrugem, uma característica da época, ter dado as caras.

1986

QUATRO RODAS - julho de 1986 Julho de 1986

Julho de 1986  (/)

Quase um artista de TV, o fora de série Emis Art tinha seu espaço garantido na célebre telenovela Cambalacho. Ele também fez sucesso nas ruas e nos testes da revista. Equipado com o clássico VW 1.600 refrigerado a ar instalado na traseira, ele acelerou de 0 a 100 km/h em menos de 14 segundos. Mas viajar não era muito recomendável, devido ao nível de ruído bem elevado.

Entre os carros “normais”, destaque para o novo Santana CD, que recebia o mesmo câmbio do Gol GT para ganhar mais agilidade. Além do luxo e conforto, eram elogiadas a suspensão firme e o estilo sóbrio.

2006

QUATRO RODAS - julho de 2006 Julho de 2006

Julho de 2006  (/)

Há dez anos, Accord, Civic, Fusion e Vectra ocupavam faixas de preço parecidas (de R$ 77.600 do Civic até os R$ 89.700 do Accord). Por isso, e pelas vocações tão distintas, os quatro sedãs se enfrentaram em um comparativo. Deu Fusion, elogiado pelo nível de equipamentos e pelo rodar ao mesmo tempo sólido e confortável.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s