Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Ford revela pequeno furgão elétrico que resgatará o nome da Courier

Irmão menor da Transit ganhou mais espaço de carga e estreia motorização elétrica também será usada no Ford Puma EV

Por João Vitor Ferreira
6 abr 2023, 14h46

A Ford está gostando de reaproveitar nomes clássicos em veículos elétricos. Depois do Mustang Mach-E, por exemplo, é o Courier que está de volta, bem diferente da picape compacta vendida no Brasil. O Ford E-Transit Courier é a variante a baterias do menor furgão da fabricante, e chega compartilhando mecânica com o inédito  Ford Puma EV, que se tornará um utilitário esportivo.

Diferente do que fez com outros elétricos, como o recém-anunciado Explorer EV, a Ford não irá compartilhar a plataforma do E-Transit Courier com a Volkswagen. A solução será 100% caseira, usando um pacote de bateria ainda não especificado junto a um único motor elétrico dianteiro, que entrega 136 cv. A tração é sempre dianteira e a velocidade máxima é limitada em 145 km/h. 

Ford E-Transit Courier
(Divulgação/Ford)

Embora ainda não tenha sido divulgada a capacidade da bateria, a Ford informou que ela poderá ser carregada totalmente em cerca de 5h30, usando corrente alternada a 11 kW. A potência de carregamento pode chegar aos 100 kW em corrente contínua, levando as células de 10% a 80% em apenas 35 minutos. Em apenas 10 minutos na tomada é possível adicionar 87 km de alcance ao veículo comercial.

Ford E-Transit Courier
(Divulgação/Ford)

Mesmo que a novidade seja o modelo elétrico, o Transit Courier também será oferecida em versões a combustão, com os motores 1.0 EcoBoost a gasolina de 125 cv e o 1.5 EcoBlue a diesel de 100 cv.

Continua após a publicidade

No design, o modelo ganhou uma dianteira ao melhor estilo EV. A grade fechada traz adornos em cinza, contrastando com o fundo preto. Os faróis estão na lateral da grade e, na parte superior, há DLRs finos e estilosos e uma barra luminosa no centro, mas que não chega a interligá-los.

Ford E-Transit Courier
(Divulgação/Ford)

Porém, a maior novidade está nas dimensões: o Courier cresceu e agora mede 4,28 m, com capacidade de carga que acompanha o aumento espacial. O baú mede 1,8 m, mas pode ser expandido para até 2,66 m se o cliente optar pelo anteparo que estende o comprimento.

Ford E-Transit Courier
(Divulgação/Ford)

Tanto o modelo elétrico, como os a combustão terão o mesmo volume para carga, afirma a montadora. Todos eles também estarão disponíveis em versões simples ou de cabine dupla. Uma versão de passageiros será lançada posteriormente

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Outra mudança mudança notável é o aumento das bitolas, que permite ao E-Transit Courier acomodar dois pallets de padrão europeu lado a lado no baú. A versão elétrica também traz um pequeno bagageiro de 44 l na dianteira.

Ford E-Transit Courier
(Divulgação/Ford)

Por dentro, a Ford preparou um quadro de instrumentos digital integrado com uma central multimídia Sync 4 de 12,3”. Nela é possível agendar carregamentos ou então ativar o modo de condução com apenas um pedal.

Ford E-Transit Courier
(Ford/Divulgação)

O Ford E-Transit Courier ainda não tem data certa para começar a ser vendida na Europa, mas é provável que ela chegue só em 2024, um pouco depois das versões a combustão. Embora as vendas de vans elétricas correspondam a apenas 7% do segmento, a Ford aposta que esse número aumente 75% até o fim da década, por isso oferecerá condições especiais, como adesão de dois anos à sua rede de carregamento, para quem encomendar seu novo modelo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.