Ford Ka tem 3 estrelas no EuroNCAP; Toyota C-HR tira nota máxima

Compacto projetado no Brasil teve resultado regular nos testes do EuroNCAP

Projetado no Brasil e produzido na Índia para o mercado europeu, o Ford Ka (vendido na Europa como Ka+) obteve um resultado mediano nos testes de impacto realizados pelo EuroNCAP, programa de segurança viária que avalia veículos comercializados no mercado europeu.

A nova rodada de crash-tests foi bastante interessante para o Brasil, já que quatro dos seis modelos já estão à venda ou serão lançados por aqui em breve.

Diante dos rígidos critérios de avaliação impostos pelo EuroNCAP, o Ka recebeu três estrelas (de um total de cinco), sendo avaliado com um percentual de proteção de 73% para adultos, 61% para crianças, 59% para pedestres e 29% em assistências de segurança.

Embora ofereça boa proteção para a cabeça dos ocupantes da frente, o compacto permitiu danos no peito e fêmur dos dummies na colisão frontal parcial, recebendo a nota “marginal”. A proteção do tórax do passageiro no impacto frontal total foi ainda pior, sendo avaliada como “pobre” – a nota mais baixa atribuída pelo instituto. Os resultados de impacto lateral e traseiro (causando o chamado “efeito chicote”), em contrapartida, foram bons.

A média geral do Ka europeu nas assistências de segurança poderia ter sido maior se o veículo oferecesse conteúdo superior ao pacote considerado “básico” nos padrões europeus, composto por controle de estabilidade (ESP), freios ABS, airbags frontais, laterais e de cortina, ganchos para cadeirinhas Isofix e cintos com pré-tensionadores e alerta de fechamento – atualmente, para levar cinco estrelas, é preciso oferecer também alertas de colisão, mudança de faixas e presença de pedestres.

Entre os outros modelos avaliados, o dia foi dos SUVs. O Toyota C-HR obteve a nota máxima de cinco estrelas. Suas médias percentuais de proteção foram de 95% para adultos, 77% para crianças, 76% para pedestres e 78% nas assistências de segurança.

Além de não obter nenhuma nota abaixo de “adequada” (a segunda maior pelos critérios de avaliação), o C-HR foi bem avaliado por oferecer praticamente todos os itens de segurança ativa listados pelo EuroNCAP, com exceção do sistema que eleva o capô em alguns centímetros em caso de atropelamento, criando um espaço de amortecimento para proteger o pedestre.

Outros dois utilitários esportivos de luxo receberam boas notas: tanto o novo Land Rover Discovery (que desembarca no país neste ano) quanto a segunda geração do Audi Q5 receberam cinco estrelas, apresentando índices de proteção a adultos acima de 90%.

Perto de ser lançado globalmente (por aqui a previsão é para julho), o Land Rover Discovery de quinta geração não decepcionou e fechou com número máximo de estrelas, assim como a segunda geração do Audi Q5 (que deve aportar por aqui ainda este ano).

Ambos longe do Brasil por conta dos altos custos, as novas gerações de Citroën C3 e Fiat 500 fecharam a bateria de testes, recebendo uma média de quatro estrelas e três estrelas, respectivamente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s