Clique e assine por apenas 8,90/mês

Ford Ka 2020 perde airbag e multimídia moderno, mas fica mais caro

Bolsas de cortina não são mais oferecidas nem como opcional e sistema Sync 3, que inclui chamadas automáticas de emergência, foi aposentado

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 17 jun 2019, 14h36 - Publicado em 17 jun 2019, 08h10
A versão FreeStyle 1.5 com câmbio manual deixou de ser oferecida Divulgação/Ford

Em menos de 30 dias a Ford deixou de vender o Focus no Brasil, tirou o Fiesta de linha e lançou uma série especial em clima de velório para comemorar 100 anos de suas operações no país.

A sequência de más notícias, porém, não acabou: a marca acaba de lançar a linha 2020 do Ka, que ficou mais caro e perdeu equipamentos.

O sistema Sync 2.5, mais simples, substituiu a 3.0 Divulgação/Ford

A versão mais prejudicada foi a topo de linha Titanium.

Apesar de ter aumentado R$ 900 no preço (veja a tabela completa abaixo), o Ka Sedan 1.5 topo de linha não dispõe mais de airbag de cortina e da central multimídia Sync 3, a mais moderna à disposição no Brasil.

Tanto o três-volumes quanto o hatch agora só têm quatro bolsas infláveis e usam o mesmo Sync 2.5 mais simples que equipava as versões mais baratas.

O Ka 1.5 Titanium hatch manteve o preço do modelo anterior, porém perdeu os mesmos itens de série que a versão equivalente do sedã.

Airbags de cortinas, agora, só no Ka europeu (de novo) Divulgacao/Ford

As outras mudanças incluem a entrada do recém-lançado FreeStyle 1.0 e a saída da versão aventureira com motor 1.5 e câmbio manual — o propulsor mais potente passa a vir somente com transmissão automática na variante pseudo-offroad.

Por fim, o Ka Sedan 1.5 SEL agora usa câmbio automático de seis marchas no lugar do manual.

Continua após a publicidade

Menos seguro

Além da óbvia perda de proteção por conta dos dois airbags a menos, o retrocesso na central multimídia também se reflete na segurança.

O sistema 3.0 aposentado era dotado da assistência de emergência, que liga automaticamente para o Samu (quando o celular do motorista está conectado ao bluetooth) em um acidente e pode até passar as coordenadas do local onde o veículo colidiu.

Curiosamente, o primeiro Sync que estreou nesta geração do Ka também tem o sistema. Somente o Sync 2.5, agora usado em toda a linha, não conta com o recurso.

O Ka também demorou para ter itens de segurança que equipavam sua versão europeia desde a estreia.

E, mesmo assim, a versão vendida do outro lado do oceano ainda tem itens inexistentes por aqui, como a frenagem autônoma de emergência (de série) e cinto traseiro lateral inflável (opcional).

Ka 2020

Ka S 1.0 R$ 45.590
Ka SE 1.0 R$ 46.290
Ka SE Plus 1.0 R$ 49.790
Ka SE Plus 1.5 R$ 55.790
Ka FreeStyle 1.0 R$ 56.690
Ka SE 1.5 Automático R$ 57.890
Ka SE Plus 1.5 Automático R$ 60.390
Ka FreeStyle 1.5 Automático R$ 68.390
Ka Titanium 1.5 R$ 68.990

Ka Sedan 2020

Ka Sedan SE 1.0 R$ 50.480
Ka Sedan SE Plus 1.0 R$ 53.980
Ka Sedan SE 1.5 R$ 56.530
Ka Sedan SE Plus 1.5 R$ 60.030
Ka Sedan SE 1.5 R$ 62.030
Ka Sedan SEL 1.5 R$ 69.090
Ka Sedan SE Plus 1.5 R$ 64.850
Ka Sedan Titanium 1.5 R$ 73.290

 

Continua após a publicidade
Publicidade