Clique e assine com até 75% de desconto

Flagra: nova Fiat Toro terá visual e equipamentos de carros-conceito

Linha 2022 da picape terá visual inspirado no conceito Fastback e central multimídia com tela vertical, como as RAM 2500

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 26 out 2020, 10h38 - Publicado em 26 out 2020, 10h37
Anderson Russo/Quatro Rodas

Lançada no início de 2016, a Fiat Toro encara os preparativos para sua primeira reestilização, prevista para o primeiro semestre de 2021. O flagra do leitor Anderson Russo, de São Paulo, permite ver boa parte das mudanças que a picape receberá.

Russo clicou a nova Toro bem de pertinho no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Mesmo com a camuflagem é possível notar a nova grade frontal com três filetes horizontais e o novo logotipo da marca. Hoje o logo fica imediatamente abaixo do capô.

Anderson Russo/Quatro Rodas

Mas o formato da grade não parece ter mudado e continua alinhado com a parte inferior dos faróis (que continuam divididos em duas peças e, aparentemente, são os mesmos). Nota-se, também, que o para-choque é todo novo e tem tomada de ar inferior maior, enquanto os nichos dos faróis de neblina estão mais estreitos. Sensores de estacionamento dianteiro, inéditos na picape, estão logo acima.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 5.90

As linhas parecem acompanhar o conceito Fiat Fastback, apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018 com a intenção de antever um possível SUV cupê derivado da picape e que não está totalmente descartado.

Anderson Russo/Quatro Rodas

De acordo com o parceiro Autos Segredos, o interior da nova Toro 2022 também será digno de carro-conceito. O quadro de instrumentos terá uma tela com visualização 3D, à moda do Peugeot 208, e central multimídia com tela de 10 polegadas vertical bem ao estilo das RAM 2500. Isso, pelo menos, nas versões mais caras.

Continua após a publicidade
Anderson Russo/Quatro Rodas

De toda forma, o painel será todo reformulado e também está em pauta a atualização dos forros das portas, que receberão material com toque emborrachado, como o Jeep Compass.

  • Também é digno de expectativa o novo motor 1.3 T4, turbo com injeção direta flex, com calibração para entregar 180 cv e 27,5 kgfm gerados na Europa. Ele substituiria tanto o motor 1.8 E.TorQ de 139 cv, como o 2.4 Tigershark de 186 cv descontinuado há alguns meses.

    O novo motor será combinado com a nova transmissão CVT Direct Shift da Aisin (a mesma do Corolla).

    Anderson Russo/Quatro Rodas

    Já o motor 2.0 Turbodiesel será mantido com o automático de nove marchas, mas seus níveis de potência e torque serão revistos.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade