Clique e assine por apenas 5,90/mês

É isso o que acontece quando se usa muita pressão no turbo

Bielas ou pistões voando? Não, o motor inteiro vai pelos ares!

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 9 jul 2020, 17h56 - Publicado em 14 dez 2017, 20h02
motor turbo explodindo
Motor seis cilindros 6.7 Cummins explodiu com os 10 bar de três turbos Reprodução/Youtube

Não é só de motores V8 com compressor mecânico que vivem as corridas de arrancada nos Estados Unidos. Também existe uma vertente que usa grandes motores diesel capazes de gerar mais de 2.000 cv. Mas nem sempre a preparação dá certo.

Os motores favoritos dessa turma são os seis cilindros da F-350 e da RAM 3500. É fácil extrair mais potência destes motores melhorando a alimentação de diesel, aumentando a pressão do turbo e reforçando bloco, cabeçote e peças móveis.

Foi a receita seguida pelos caras da Firepunk Diesel em seu Cummins 6.7. A ideia deles era aumentar a pressão gerada pelos três turbos para 10 bar (para efeito de comparação, o 1.0 TSI do Up! trabalha com 0,9 bar) e aumentar a potência de 2.200 cv para 2.400.

Não deu muito certo: o motor literalmente explodiu. Sobraram apenas o virabrequim, as bielas e alguns pistões no dinamômetro. Você nunca viu isso acontecer com um AP ou Fivetech.

Estes motores são resistentes e aguentariam pressão de turbo maior. A mesma equipe já conseguiu tirar 3.000 cv de seus motores diesel preparados. Pelo menos tiveram a sorte da explosão não ter acontecido a mais de 200 km/h em uma pista de arrancada.

 

Continua após a publicidade
Publicidade