Diretor de design revela segredos da rejuvenescida Mercedes-Benz

Gorden Wagener diz que Classe A vai guiar futuro da marca

detroit-2015 detroit-2015

detroit-2015 (/)

Há alguns anos a Mercedes-Benz abriu os olhos e viu que precisava se mexer para não ficar para trás. Ao invés de concentrar seus esforços nos segmentos mais badalados do mercado de luxo, resolveu olhar com atenção para os segmentos de entrada do mercado premium. De quebra, a marca ainda trocou o design conservador por linhas arrojadas. Estas mudanças resultaram no rejuvenescimento da empresa, atraindo consumidores que nunca haviam pensado em ter um Mercedes-Benz – seja por falta de dinheiro ou gosto mesmo.

Durante o Salão de Detroit, QUATRO RODAS conversou com Gorden Wagener, diretor global de design da Mercedes-Benz. Coube a ele a responsabilidade de liderar esta reviravolta estética nos modelos alemães. No bate-papo descontraído, Wagener falou sobre como conseguiu atrair clientes mais jovens a uma marca tradicionalmente conhecida por cativar um público mais velho e revelou como se diverte todo dia dirigindo seu AMG GT.

Os últimos lançamentos da Mercedes-Benz mostram a preocupação da marca com o design. Trata-se de uma filosofia da empresa para o futuro?

Meu objetivo é cuidar do processo de transição do luxo que estávamos acostumados a ver para o novo luxo, que seja atraente para os jovens. E o design é uma forma muito eficiente de transmitir isso. É claro que ainda valorizamos o lado racional, mas também apostamos no lado emocional, desde sempre um argumento de venda muito eficiente – e que vocês brasileiros sabem muito bem disso.

Qual é a importância de atrair novos clientes para a Mercedes-Benz?

A maioria dos novos clientes vem de outras marcas. Nossas pesquisas mostram que aproximadamente 60% destes consumidores possuíam um carro de uma marca rival, especialmente dos modelos CLA e GLA. Com isso, conseguimos rejuvenescer nossa cartela de clientes – cerca de 80% deles são jovens. É um processo natural e que precisava ser feito para garantir o crescimento da marca Mercedes-Benz.

14c114_02.jpeg 14c114_02.jpeg

14c114_02.jpeg (/)

A família NGCC (Nova Geração de Carros Compactos, em português) revolucionou o design da Mercedes-Benz. Seria uma tendência para o futuro da marca?

Sim. Vamos continuar expandindo esta família, e recentemente mostramos o quinto modelo desta linha, que é a CLA Shooting Brake. Todos os modelos possuem uma mesma abordagem, mas cada um traz um diferencial para atrair vários tipos de clientes. Sobre o futuro, eu diria que o Classe A pode influenciar bastante o design de nossos modelos.

Há muitas diferenças entre mercados em termos de preferências de design?

Acredito que não. A globalização fez o mundo se aproximar e ele acabou ficando muito “pequeno”. É por isso que tentamos preservar um estilo “europeu autêntico”, ou seja, algo que siga os nossos princípios, mas também feito para agradar o maior número de pessoas possíveis no mundo todo, independente de onde elas vivam – seja na China, na Alemanha ou no Brasil.

No que você se inspira ao desenhar um novo carro?

Minha inspiração são pessoas bonitas (risos). É claro que nunca conseguirei traduzir a beleza do ser humano em um automóvel, mas me esforço ao máximo para atingir este resultado.

fabricantes fabricantes

fabricantes (/)

Qual é o seu modelo favorito na linha Mercedes-Benz?

Sou um feliz proprietário do primeiro AMG GT produzido pela Mercedes-Benz. Estou há dois meses com ele e nem precisaria dizer que o estou adorando. Costumo dizer que o trato como se fosse minha namorada, com todo o carinho e cuidado do mundo (risos). Além do AMG GT gosto muito do Classe S Coupé. Acho que são os dois carros mais bonitos da história da indústria automotiva.

Você costuma dirigir seu AMG GT no dia-a-dia ou só aos finais de semana?

Eu o uso todo dia! Sempre que abro a porta e entro nele fico com um sorriso no rosto, especialmente em um país como a Alemanha, onde temos as autobahn (estradas sem limite de velocidade). É incrível como ele é um carro seguro mesmo sendo dirigido em velocidades tão elevadas. Meu recorde pessoal com o AMG GT é de 330 km/h!

detroit-2015 detroit-2015

detroit-2015 (/)

E quanto ao GLE? Você gostou do resultado final?

Sim. É um carro muito bonito e que combina design com esportividade, especialmente no GLE 450, que já tive a chance de dirigir. Quem sabe não pego um para andar com a minha família…

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s