Clique e assine por apenas 8,90/mês

Dez veículos marcados pelo trabalho que exerceram

Alguns veículos de serviço ficaram tão ligados uma atividade que sua fama ganhou o mundo

Por Redação - Atualizado em 9 jan 2018, 18h38 - Publicado em 13 dez 2017, 18h00

Dobradinha inglesa

Ônibus de dois andares
Ônibus de dois andares Divulgação/Internet

Os ônibus de dois andares vermelhos são a cara de Londres. É fruto do trabalho duro do Routemaster, fabricado pela Associated Equipment Company (1954 a 1968). Sobreviveu nas ruas até 2012, ano em que a cidade sediou os Jogos Olímpicos.

Alistamento militar

Jeep Willys
Jeep Willys Divulgação/Internet

O Jeep fez sua fama nas Força Armadas americanas na Segunda Guerra Mundial. Leve, robusto e capaz de levar homens e armamentos, começou a carreira na caserna, mas foi na vida civil que virou ícone off-road.

Alemão na praça

Mercedes classe E
Mercedes Classe E Divulgação/Internet

A parceria da frota de táxis alemães com a Mercedes-Benz data de 1897, quando a marca ainda se chamava Daimler-Motoren-Gesellschaft. Desde então, ela sempre serviu a capital Berlim, com destaque para o Classe E. Até hoje, na Alemanha, é comum encontrar o Classe E (um automóvel de alto luxo por aqui) trabalhando na praça.

Esse nunca amarelou

Checker Marathon
Checker Marathon Divulgação/Internet

Com motor Chevrolet, o Checker Marathon (1960-82) logo cativou os taxistas dos EUA. Em especial os de Nova York, por sua robustez, espaço e conforto. Como a marca não tinha rede autorizada, era vendido só para frotas.

Momento ostentação

Lincoln Town Car
Lincoln Town Car Divulgação/Internet

Sinônimo de luxo, o Lincoln Town Car era o preferido das empresas de limusine dos EUA, mas já foi usado no Canadá e até na França. Com apenas três gerações (1980 e 2011), ele ficou conhecido pela suspensão ultramacia.

Continua após a publicidade

Correio deselegante

Reliant Robin
Reliant Robin Divulgação/Internet

Fazendo até 25 km/l, o Reliant Robin nasceu para se enquadrar entre as motos e pagar menos imposto. Virou a cara dos correios ingleses, mas a roda única à frente e o motor pesado faziam dele um desastre nas curvas.

Besouro verde

Fuscas táxis
Fuscas atuando como táxis na Cidade do México Reprodução/Internet

Os Fuscas táxis (“Vochos taxis” por lá) se tornaram populares na Cidade do México. Identificados pela cor verde, serviram por 30 anos à frota e só saíram de circulação após uma lei aposentá-los à força, em 2012. Hoje, os taxistas utilizam o Nissan Tsuru.

Caso de polícia

Ford Taurus
Ford Taurus Divulgação/Internet

Lançado pela Ford em 1986, o Taurus surgiu com linhas futuristas e ganhou fama no  filme Robocop, em uma versão pintada de preto fosco. De lá para cá, a popularidade e o sucesso de vendas fizeram dele um dos carros preferidos das polícias americanas.

Fome de viver

Citroën H
Citroën H Divulgação/Internet

Nascido em 1947, na escassez do pós-guerra, o Citroën H usava peças de outros carros para baratear seu custo. Versátil, teve vários usos na França, mas foi como food truck que ficou célebre, mesmo após o fim da vida, em 1981.

Pega ladrão!

Alfa Romeo
Alfa Romeo Divulgação/Internet

A história da polícia na Itália está ligada à Alfa Romeo. Por ela, já passaram Giulietta Berlina (1955-63), Giulia Berlina (62-73, foto), Alfetta (72-83), Alfasud (71-83), 75 (85-92), 156 (1996-2007) e 159 (2004-11). 

Continua após a publicidade
Publicidade