Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Criado com a VW, JAC e-JS1 é o novo carro elétrico mais barato do Brasil

Com plataforma do J2 e garantia maior, compacto elétrico já está nas lojas mas sua estreia será em outubro por R$ 149.990

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 12 jul 2021, 23h36 - Publicado em 28 jun 2021, 10h41
JAC e-JS1
JAC e-JS1 é vendido na China como SOL E10X Divulgação/JAC

Carros elétricos ainda são caros e vai levar anos para isso mudar. Mas há alternativas a um preço menor, como o novo JAC e-JS1, que já está em pré-venda no Brasil por R$ 149.990, valor que lhe confere o título de carro elétrico mais barato do Brasil – ainda que custe o mesmo que um Volkswagen Taos.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Não é um déjà-vu. Você realmente já viu esse carro antes, mas com outro visual. O e-JS1 nada mais é que uma atualização do JAC iEV20 – que segue à venda por R$ 159.990 – criada pela SOL, marca que surgiu de parceria entre JAC e Volkswagen para vender carros elétricos na China. A propósito, a VW comprou metade da JAC.

 

Mas a base do carro é ainda mais antiga: vem do JAC J2, vendido no Brasil entre 2012 e 2016 com motor 1.4. Se o iEV20 deixava essa relação mais evidente, o e-JS1 ao menos disfarça com dianteira toda nova. 

JAC e-JS1
Divulgação/JAC

Faróis, para-choque e para-lamas são diferentes (é onde, agora, está a tomada de recarga), e seguem a nova linguagem de estilo estreada pelo T60 e por sua versão elétrica, o e-JS4. A lateral exibe as novas rodas e teto e colunas pintados de preto, enquanto a traseira tem novos para-choques e lanternas com desenhos que remetem à atual geração do Smart Fortwo.

Continua após a publicidade

O interior é completamente diferente, com linhas mais horizontais e telas coloridas para o quadro de instrumentos e a central multimídia. O novo console mais elevado passou a ter comandos do freio de estacionamento eletrônico e porta-objetos maiores, enquanto o seletor de marcha passou para haste na coluna da direção.

JAC e-JS1
Divulgação/JAC

As dimensões mudam mais por conta dos novos para-choques. O novo elétrico tem 3,65 m de comprimento (redução de 12 cm), 1,67 m de largura, 1,54 m de altura e 2,39 m de entre-eixos.

A mecânica é mais fraca que a do iEV20. O JAC e-JS1 tem motor elétrico dianteiro de 61 cv e bons 15,3 kgfm, que o leva aos 100 km/h em 13 segundos, de acordo com a fabricante. Na China, é oferecido com baterias de 15 kWh, 19,7 kWh e 30,2 kWh, com autonomia variando entre 150 km, 200 km e 302 km. O iEV20 tem bateria de 41 kWh.

Onde houve um bom ganho foi na garantia, que passa de cinco para seis anos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Capa de QUATRO RODAS 746

 

Continua após a publicidade

Publicidade