Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Chineses incendeiam Lamborghini Aventador assando carne em seu escapamento

Receita incomum de espetinho fez superaquecer o V12 do esportivo, cujo reparo chegou aos R$ 400.000

Por Eduardo Passos Atualizado em 2 jun 2021, 15h45 - Publicado em 2 jun 2021, 15h43
Lamborghini Aventador China
Por pouco o fogo não destruiu completamente o modelo Reprodução/Internet

Nesse momento os engenheiros da Lamborghini se preocupam com várias coisas: eletrificação, novos modelos e até uma eventual aquisição da marca por investidores. Churrasco e culinária, entretanto, não devem ser pauta das reuniões em Sant’Agata Bolognese.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Logo, se tratando de uma montadora de carros (não confundir com churrasqueiras) é previsível o resultado da brincadeira ocorrida em Hunan, China, onde um proprietário tentou assar espetinho no escapamento do seu Lamborghini Aventador. O resultado quase catastrófico pode ser conferido no vídeo abaixo:

As imagens mostram o superesportivo estacionado, enquanto um “ajudante de cozinha” pisa no acelerador de maneira inconstante, elevando e diminuindo o giro do motor. Em seguida, grandes chamas são expelidas pelo escapamento do veículo, em fenômeno especialmente chamativo no Aventador.

Lamborghini Aventador
Motor 6.5L V12 tem pico de 700 cv a 8.250 rpm Divulgação/Lamborghini

Essas labaredas ocorrem devido à diminuição súbita das rotações após o acelerador ser pressionado até o fim e liberado rapidamente. Nesse cenário, o motor é incapaz de queimar todo o combustível injetado e o vapor remanescente é expelido e incendiado pela alta temperatura do escape.

Continua após a publicidade

Como o V12 do modelo fica mais próximo do eixo traseiro a reação é amplificada, uma vez que o caminho ao meio externo é mais curto. Assim, não demorou para que o Lamborghini superaquecesse, danificando o tanque de expansão do radiador e derramando seu líquido cor-de-sangue pelo chão. Em seguida, fumo espesso tomou conta do ambiente.

O novo sistema de aerodinâmica ativa aumentou o downforce em 40%
No Brasil, modelo beira os R$ 5 milhões Divulgação/Lamborghini

O truque não é novo, e há anos circulam na internet vídeos que ensinam, acredite, a fazer um churrasco no escapamento do Aventador. A maioria das técnicas, entretanto, envolve modificar a unidade de controle do motor (ECU), resultando em funcionamento além do envelope de segurança previsto à máquina. Tratando-se de um veículo de alta performance, as consequências são ainda mais perigosas.

No fim das contas, o reparo da “churrasqueira” premium custou cerca de R$ 398.000 — pouco em relação a um eventual incêndio incontrolado, que não seria coberto pela seguradora. Ainda assim, o Aventador do caso está sujeito ao cancelamento de eventuais garantias da marca, além da exclusão de programas de revendas, atestado de bons cuidados, entre outros.

Mesmo que a aparência agrade, o espetinho assado no escapamento não deve ser ingerido, dado que os resquícios de gasolina impregnados no alimento levam a queimaduras, tosse, falta de ar e problemas neurológicos, causados pelo envenenamento por hidrocarbonetos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Capa Maio 2021
A edição 745 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade