Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Chevrolet confirma nova Montana para 2023; veja o que sabemos da picape

Com detalhes da nova Chevrolet Montana sendo revelados gradualmente, QUATRO RODAS dá spoiler e revela segredos da nova picape brasileira

Por Eduardo Passos 28 mar 2022, 18h02

Como adiantado por QUATRO RODAS, a Chevrolet Montana chegará às lojas apenasem 2023. O anúncio foi feito hoje (28) pelo presidente da GM América do Sul, Santiago Chamorro, que também confirmou o uso de novas tecnologias na caçamba e um design “inteligente”, com maior aproveitamento de espaço.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Como ainda falta cerca de um ano para que a nova Montana seja vendida, preparamos um guia rápido com tudo que sabemos acerca da nova caminhonete, que buscará o que ninguém conseguiu até agora: superar a Fiat Toro em vendas.

Chevrolet deu uma
Chevrolet deu uma “palinha” da dianteira da picape, que chegará no ano que vem Divulgação/Chevrolet

Câmbio manual de seis marchas

Com espaço reservado na fábrica de São Caetano do Sul (SP), a nova picape da Chevrolet surgiu bem longe do Brasil. Em meados de agosto do ano passado, as primeiras unidades de teste da Montana vieram da China, onde a General Motors desenvolve a plataforma GEM.

Chevrolet Montana
Chevrolet Montana usará freios a tambor na traseira Wallace Valverde/Quatro Rodas

É da mesma base de Onix e Tracker que será feita a picape intermediária, mas em uma variação ainda maior. As versões mais baratas terão o motor 1.2 turbo do SUV, de até 133 cv. Uma exclusividade da Montana, entretanto, será o câmbio manual de seis marchas, que promete melhorar o consumo sem encarecer demais o produto.

Além do câmbio automático também de seis marchas, versões mais caras do modelo terão motor ligeiramente maior. Segundo o site Mobiauto, se trata do 1.3 turbo de 163 cv que equipa o Onix chinês, com possibilidade de um incremento na sua potência a fim de diminuir a distância dos 185 cv da Fiat. Ao contrário da Toro, porém, a Montana não deve vir com versões 4×4 ou AWD.

Mecânica simplificada

Se tratando de um projeto para mercados emergentes, a nova Montana economizará onde for possível, sem se desprender da proposta de bons equipamentos que fez sucesso na linha Onix.

Continua após a publicidade

Nova Chevrolet Montana foi flagrada em Ubatuba (SP)
Nova Chevrolet Montana já foi flagrada em Ubatuba (SP) Primeira Marcha/Reprodução

Com mais de 2,83 m entre eixos, haverá ótimo espaço interno, sempre com cabine dupla. De acordo com Chamorro, a dimensão da picape é um de seus principais atributos, e isso deve ser favorecido pela escolha do eixo de torção para a suspensão traseira, apurou a reportagem.

A tecnologia também será valorizada, com controle de cruzeiro disponível mesmo nas versões manuais, conectividade 4G, faróis full-led e estacionamento automático, entre outras comodidades. Ainda segundo Chamorro, “a caçamba vai estrear tecnologias que proporcionam inclusive maior versatilidade”. É de se supor algo como compartimentos ou alçapão na caçamba, ou mesmo um acesso entre a caçamba e a cabine, para o transporte de cargas mais compridas, e que já existem em outras picapes monobloco no exterior.

Chevrolet Montana
Traseira reta terá marca em relevo na tampa Renato Aspromonte/Quatro Rodas

Mais do que um Tracker com caçamba

O anúncio desta segunda-feira também marcou a primeira imagem da nova Montana, que segue a generosa grade frontal prevista por QUATRO RODAS mas sem a régua sob o emblema da Chevrolet.

Flagras e fontes ajudam a adiantar o que teremos pela frente, com visual bem próximo ao do Trailblazer coreano — diferente e menor em relação ao homônimo vendido no Brasil. Por sinal, o SUV asiático utiliza a plataforma VSS-F, da qual a GEM é uma derivação simplificada.

Chevrolet Montana
Chevrolet Montana 2023 Wallace Valverde/Quatro Rodas

Assim, os faróis deverão ser divididos como na Toro, com as luzes principais em posição mais baixa em relação às luzes diurnas, colocadas próximas ao capô. Espere por linhas bem marcadas e predomínio de formas mais retas, como as usadas por Onix e Tracker.

Compartilhe essa matéria via:

Na prática, só restará o nome: a nova Chevrolet Montana está maior será bem mais cara que a Fiat Strada, de olho no reinado da irmã mais velha de sua antiga concorrente.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 755 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 755 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês