Clique e assine por apenas 8,90/mês

Caoa Chery Arrizo 5 elétrico custa mais de 2x o preço de um convencional

Com chances de virar nacional, Caoa Chery Arrizo 5e chega às lojas apenas em 2020, mas já pode ser comprado por frotistas a R$ 159.900

Por Renan Bandeira - Atualizado em 1 out 2019, 18h01 - Publicado em 30 set 2019, 18h17
O veículo vem equipado com caixa de redução controlada por um seletor de modo de condução Caoa Chery/Divulgação

A Caoa Chery lançou nesta segunda-feira (30) a versão elétrica do sedã compacto Arrizo 5. Só que o Arrizo 5e não chega às lojas imediatamente. Isso ocorrerá só no começo do próximo ano.

Frotistas, porém, já podem comprar o modelo ao preço sugerido de R$ 159.900. Tal etiqueta representa 2,42 o valor de Arrizo 5 RX (R$ 65.990), e 2,19 vezes o da versão RXT (R$ 72.990).

Em contrapartida, o modelo oferece oito anos de garantia para o motor elétrico, contra cinco do Arrizo 5 convencional para o conjunto motriz a combustão. Em ambos a garantia para demais componentes é de três anos.

Segundo a empresa, ele conta com uma bateria de íon-lítio de 53,5 kWh, com autonomia de 322 km e sistema de regeneração de energia a partir das frenagens.

O Arrizo 5e tem sua paleta de cores as opções: azul metálico, branco e preto Caoa Chery/Divulgação

O sistema de baterias é dividido em 24 módulos individuais que, em caso de reparo, podem ser substituídos singularmente, tornando desnecessária a troca de todo o conjunto.

A carga completa da bateria pode ser feita em uma hora no sistema de carga rápida, oito horas no sistema Wall Box ou 24 horas em uma tomada comum de três pinos.

O modelo tem 4,54 m de comprimento, 1,81 m de largura e 2,65 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade de 430 litros Caoa Chery/Divulgação

O 5e é menos potente que a versão a combustão: são 122 cv e 28,1 mkgf de torque, enquanto o motor 1.5 turbo flex da configuração a combustão tem 150 cv e 19,4 mkgf. Assim, o elétrico chega à velocidade máxima de 152 km/h.

O sedã tem tração dianteira e um sistema em que a caixa de redução é controlada pelo seletor do modo de condução, que possui três estágios: Sport, ECO e ECO+.

Continua após a publicidade
Os bancos e volantes são revestidos em couro ecológico, com acentos dianteiros aquecidos Caoa Chery/Divulgação

O veículo ganhou uma nova central multimídia, maior que da versão comum, com tela de 10 polegadas sensível ao toque.

É nela que ficam os polêmicos ajustes de ar-condicionado digital, como em outros modelos da marca, bem como as regulagens de regeneração de energia, rádio etc.

O painel de instrumentos é digital e mostra todos os dados do motor elétrico, como por exemplo o quanto há de carga e quanto foi gerado de energia durante a desaceleração do carro.

Painel mostra informações sobre pneus e baterias Caoa Chery/Divulgação

O sedã ainda tem monitoramento de pressão e temperatura dos pneus, assistente de partida em rampa e auto hold (os freios ficam acionados automaticamente durante as paradas).

Em relação ao visual, o veículo segue com as mesma linhas da versão a combustão. A diferença está na grade frontal, onde fica localizada a tomada de carregamento ao invés da entrada de ar para o radiador.

Tomada para carga elétrica Caoa Chery/Divulgação

No conjunto óptico, o Arrizo 5e sai de fábrica com itens como: DRL, faróis com ajuste elétrico de altura, lanternas traseiras com LED, luz de neblina traseira e acendimento automático dos faróis.

Já em relação a segurança dos ocupantes, o veículo conta com controle de tração e estabilidade, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, freio de estacionamento eletrônico, sistema ISOFIX de fixação de cadeirinhas infantis e câmera de ré com sensor de estacionamento.

Para o conforto do proprietário, o Arrizo 5e vem com chave presencial, partida do motor por botão, direção elétrica e teto solar elétrico.

Com 75% de componentes compartilhados com o Arrizo 5 a combustão, o 5e tem boas chances de ser o primeiro carro elétrico produzido no Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade