Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Bugatti Chiron se esgota e sucessor virá do CEO gênio da eletrificação

Em ano de ótimas vendas, Bugatti vende últimos dos 500 Chiron fabricados e, na Croácia, se prepara para transição difícil à eletrificação

Por Eduardo Passos 14 jan 2022, 19h35

Se você ainda não garantiu sua unidade do Bugatti Chiron, é melhor gastar seu dinheiro em outro supercarro e esquecer o motor W16 8.0 de 1.600 cv. A fabricante francesa (agora com comando croata), anunciou que as últimas unidades do Chiron foram vendidas, encerrando o ciclo de 500 exemplares produzidos.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

O anúncio foi feito em um texto de fim de ano da marca, que celebra resultados excelentes. Além da união da Bugatti com sua gêmea de alma elétrica Rimac, com a croata assumindo o comando da francesa, a marca vendeu 150 carros — sendo que 60% deles foram para novos clientes.

Alguns chegaram ousando e já compraram todas as unidades do Bugatti Bolide, o hipercarro que será o Bugatti mais extremo já feito e com entregas para, no mínimo, 2024. Quem já está entre nós mas também saiu de venda foi o bem conhecido Chiron, que teve seus últimos exemplares anunciados em outubro.

As últimas unidades disponíveis eram dos Chiron Super Sport — que chega aos 440 km/h — e Pur Sport — com vários incrementos aerodinâmicos —, de preços estimados na casa de US$ 4 milhões. QUATRO RODAS, claro, alertou aos seus leitores que talvez estivessem enrolando um pouco para passar o cartão.

Continua após a publicidade

A francesa entregará os últimos exemplares do Chiron ainda neste ano. Com os bolsos cheios e podendo respirar, será a hora de preparar um futuro ousado, com transição que será um desafio ao legado da Bugatti.

Raposa no galinheiro

Rimac Nevera azul com as portas abertas visto 3/4 de frente
A Rimac irá produzir apenas 150 unidades do Nevera. Cada uma deve chegar a US$ 2,4 milhões Rimac/Divulgação

Mesmo que muitos considerem o motor W16 como uma obra-prima da montadora, ela foi bem ousada ao anunciar sua fusão com a croata Rimac, fundada por Mate Rimac quando esse tinha 21 anos. De conversões de garagem, a preparadora se tornou a fabricante do novo carro mais rápido do mundo, e mostrou seu valor ao tomar as rédeas da parceria.

Compartilhe essa matéria via:

A partir de 2023, inclusive, a Bugatti transferirá suas atividades para a Croácia, onde Mate Rimac atuará como CEO da Bugatti Rimac. Tendo o gênio prodígio da eletrificação no comando, é natural que motores elétricos comecem a “profanar” novos modelos da marca daqui em diante.

O trabalho conjunto entre os projetistas de Chiron e Nevera, entretanto, será conhecido daqui a alguns anos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas 753 janeiro 2022 (1)
Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)