Clique e assine por apenas 8,90/mês

BMW revela conceito de seu primeiro SUV elétrico

Protótipo iX3 mostrado na China antecipa terceiro modelo da linha i que a marca irá lançar globalmente

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 25 abr 2018, 21h18 - Publicado em 25 abr 2018, 19h56
O design do iX3 manteve boa parte das linhas do SUV do qual deriva Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

Por enquanto o único veículo totalmente elétrico produzido em série  pela BMW é o i3.

Mas esse cenário pode mudar nos próximos anos, com a chegada do primeiro SUV eletrificado da BMW.

O modelo foi antecipado pelo conceito iX3, revelado nesta semana no Salão de Pequim.

Como o nome indica, o protótipo é baseado no X3, SUV intermediário da marca cuja terceira geração passou a ser fabricada no Brasil no início deste ano.

Continua após a publicidade
Versão elétrica será fabricada na China junto a uma empresa local Divulgação/BMW

O iX3 usa um motor elétrico de 200 kW, equivalente a pouco mais de 271 cv.

A marca deu poucos detalhes sobre desempenho, limitando-se a dizer que a bateria dá ao SUV uma autonomia de quase 400 quilômetros.

Segundo a BMW, as baterias podem ser recarregadas em até 30 minutos Divulgação/BMW

O protótipo usa um novo conceito de motorização elétrica na BMW, reunindo motor, diferencial e controladores eletrônicos em uma só peça, facilitando sua aplicação em outros veículos.

O iX3 será o terceiro lançamento da linha i de modelos híbridos e elétricos Divulgação/BMW

A BMW também destacou que o propulsor não usa nenhum metal terra-rara, eliminando a dependência da empresa dessas ligas que, como o nome indicam, são muito menos abundantes do que outros elementos.

Continua após a publicidade

A versão de produção do iX3 será feita em parceria com a chinesa Brilliance e deve chegar ao mercado local em 2019.

A propabilidade do modelo ser ofertado em outros países, porém, é alta e vai ao encontro da política da BMW de aumentar sua gama de modelos da linha i, atualmente composta somente pelo i3 e i8.

No Brasil, porém, devemos ficar com o X3 convencional. Mesmo com a divulgação do Rota 2030, um modelo como o iX3 teria custo elevado e disputaria mercado com modelos de alta performance, como o Jaguar I-Pace.

Publicidade