Clique e assine por apenas 8,90/mês

Audi faz Grupo VW crescer 35% nos EUA

Conglomerado aposta em recorde histórico neste ano

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 12h12 - Publicado em 4 jan 2013, 11h42
fabricantes

As boas vendas da Audi, que bateu recorde de veículos comercializados, ajudaram o Grupo Volkswagen a conquistar resultados expressivos nos Estados Unidos e elevaram ainda mais o otimismo para 2013.

No caso da marca das quatro argolas, as vendas nos EUA tiveram alta de 19%, chegando a 139 mil unidades. Entre os modelos mais procurados, destaque para o sedã A4 (alta de 9% nas vendas) e o utilitário esportivo Q5, que viu sua procura aumentar 55% durante 2012.

Mas nem tudo foram flores, já que a marca resolveu interromper a produção do A3 Sportback nos Estados Unidos, mesmo diante da alta de 10% em suas vendas no ano passado. A decisão foi tomada para aguardar a chegada do A3 sedã, uma das novidades da marca na linha 2014.

Já na Volkswagen, com 438 mil unidades comercializadas no mercado norte-americano, a montadora teve um crescimento de 35% em suas vendas. Segundo estimativas feitas pela própria empresa, se as vendas continuarem neste ritmo em 2013, a empresa pode chegar a 590 mil veículos vendidos, batendo o recorde histórico de 1970, quando as revendas Volkswagen comercializaram 570 mil unidades em apenas 12 meses.

Continua após a publicidade

O CEO do Volkswagen Group of America, Jonathan Browning, afirmou que espera que a montadora continue puxando as vendas da indústria automotiva nos Estados Unidos. Dois dos modelos mais populares da VW por lá tiveram resultados expressivos em 2012: o Passat vendeu 117.023 unidades em 2012, ante 22.779 em 2011; já o Beetle teve 29.174 veículos comercializados, frente a apenas 6.468 unidades emplacadas no ano anterior.

Publicidade