As versões de SUVs compactos vendidos no Brasil que menos desvalorizam

Levantamento da consultoria KBB aponta, com algumas surpresas, as versões de SUVs que menos perdem valor ao longo dos anos

A dianteira exisbe nova (no Brasil) identidade visual da marca A dianteira exibe nova (no Brasil) identidade visual da marca

A dianteira exibe nova (no Brasil) identidade visual da marca (Léo Sposito/Quatro Rodas)

Você leva em consideração a desvalorização do carro quando vai à concessionária ou a uma loja de usados comprar seu carro? Dependendo do modelo e da versão escolhida, você vai perder mais ou menos dinheiro na hora da revenda.

A KBB, consultoria especializada em preços de carros, forneceu em primeira mão a QUATRO RODAS uma pesquisa sobre as desvalorização de SUVs compactos no Brasil.

O estudo considera o percentual médio de desvalorização anual de cada versão oferecida na gama de um modelo, sempre usando como parâmetro os anos-modelos de uma mesma geração daquele veículo e o valor vigente da versão zero-km, se ainda estiver à venda.

É diferente do conceito de depreciação, que leva em conta o valor de revenda de um veículo na comparação com o preço pago por ele enquanto zero-km no momento da aquisição.

E se você acha que os carros franceses se dariam mal no levantamento, vai se surpreender com o fato de que o vencedor foi o Renault Captur.

Ok, ele é um projeto derivado do romeno Dacia Duster, mas não deixa de ter apresentado o menor índice de desvalorização de todos: -0,45% na versão Zen 1.6 CVT. O grande porém é que esta versão não existe mais como zero-km, ficando limitada ao mercado de usados.

Na sequência aparecem: Ford Ecosport SE 1.5 flex manual, com perda média de 1,66% ao ano, Hyundai Creta Pulse Plus 1.6 Automático (-1,93%) e Caoa Cherry Tiggo 2 Look 1.5 Flex Automático (-3,72%).

Ford Ecosport SE EcoSport desvaloriza pouco na versão SE com câmbio manual

EcoSport desvaloriza pouco na versão SE com câmbio manual (Divulgação/Ford)

Mas cuidado com a versão escolhida: um Ecosport Storm 2.0 Flex Automático, por exemplo, desvaloriza em média 10,31% ao ano, muito mais do que um SE 1.5 manual. Já um Creta Pulse 1.6 Manual perde 9,12% de valor ao ano, segundo a KBB.

Outro exemplo drástico é o do Suzuki Vitara. Enquanto a versão 4You 1.6 Automática 4WD apresenta percentual médio de desvalorização de 3,70%, a 4Sport 1.4 turbo Automática 4×2 chega a 13,39%.

É o mesmo caso do Peugeot 2008 Allure 1.6 Flex Manual, com 8,38% de desvalorização, enquanto o Allure 1.6 Flex Automático alcança 16,67%.

No caso do Jeep Renegade, os percentuais variam de 7,60% na versão Sport 1.8 Flex Automática para 15,77% na de entrada 1.8 Flex Automática.

Agora, o SUV compacto com maior taxa de desvalorização entre todos é o Mitisubishi ASX. Seu menor índice, apresentado na versão 4×2 2.0 Flex 4×2 CVT, é de 10,03%, chegando a 13,44% na versão AWD 2.0 Flex CVT.

Confira o ranking dos SUVs que mais perderam valor:

Modelo Versão que menos desvaloriza
Percentual de Desvalorização Valor do versão 0km
Renault Captur
Zen 1.6 SCe Flex CVT -0,45% não possui mais
Ford Ecosport SE 1.5 Flex Manual -1,66% R$ 76.890
Hyundai Creta Pulse Plus 1.6 Flex Automático -1,93% R$ 94.990
Suzuki S-Cross 4YOU 1.6 CVT -3,47% não possui mais
Suzuki Vitara 4You 1.6 Automático -3,70% R$ 108.490
Caoa Cherry Tiggo 2 Look 1.5 Flex Automático -3,72% R$ 68.690
Chevrolet Tracker Premier 1.4 Turbo Flex Automático -5,01% R$ 104.290
Nissan Kicks SL 1.6 Flex CVT -5,02% R$ 102.790
Kia Soul EX 1.6 Flex Automático -5,62% R$ 92.990
Renault Duster Dynamique 1.6 SCe Flex CVT -5,84% R$ 78.990
Honda HR-V EX 1.8 Flexone CVT -6,03% R$ 101.700
JAC T5/T50 1.5 Jetflex Manual -7,00% R$ 86.990
JAC T40 1.5 Jetflex Manual -7,21% R$ 67.490
Honda WR-V EX 1.5 Flexone CVT -7,32% R$ 82.500
Jeep Renegade Sport 1.8 Flex Automático -7,60% R$ 85.990
Peugeot 2008 Allure 1.6 Flex Manual -8,38% R$ 77.990
Mitsubishi ASX 4X2 2.0 Flex CVT -10,03% R$ 104.990

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s