Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

As relações entre as marcas e suas cores oficiais

Nunca uma relação foi tão íntima e cheia de histórias quanto aquela entre uma marca e sua cor oficial

Por Redação Atualizado em 23 nov 2016, 21h41 - Publicado em 20 set 2016, 19h33
Ferrari F12 TDF
Modelo mais recente da marca, a Ferrari F12 TDF foi apresentada no tradicional amarelo Ferrari/Quatro Rodas

Bugatti

Bugatti Type 35C
Bugatti Type 35C

Foi no início do século 20 que se convencionou atribuir a cor do carro de corrida segundo sua nacionalidade. Daí a Bugatti herdou o Bleu de France (azul da França), caso deste Type 35C, que liderou mais de mil provas nos anos 20.

 

BMW

BMW E9 CSL
BMW E9 CSL

Direto do logotipo, a montadora traz o azul como cor oficial. Mas sua divisão esportiva Motorsport tem três: azul (BMW), vermelho (Texaco, tradicional fornecedora) e roxo (a mistura, ou união, das duas empresas).

 

Renault

Renault RS16 de Fórmula 1
Renault RS16 de Fórmula 1

Na Fórmula 1, ela já teve várias cores, em geral ligadas a patrocinadores, como quando Alonso se sagrou bicampeão mundial (2005/2006): azul e detalhes em amarelo, da espanhola Telefónica. Em 2016, a escuderia resolveu assumir  o amarelo como oficial.

 

Ford

Ford GT
Ford GT

Em 1952, Briggs Cunningham pintou duas faixas nos seus carros para diferenciá-los dos rivais nas imagens em preto e branco da época. Assim, listras azuis viraram padrão em carros americanos e depois nos Ford.

Continua após a publicidade

 

Alfa Romeo

Alfa Romeo 159 (Alfetta)
Alfa Romeo 159 (Alfetta)

No início, a Itália não usava o vermelho em suas equipes até vencer o rali Pequim-Paris, em 1907. Foi só depois que a Alfa Romeo passou a pintar seus monopostos com o tradicional Rosso Corsa (vermelho corrida).

 

Ferrari

Ferrari 250 GT SWB
Ferrari 250 GT SWB

Você sabia que a cor oficial da fabricante italiana é o amarelo, apesar de o Rosso Corsa ser a preferida dos fãs? É só lembrar do célebre logotipo da Ferrari: um cavalo preto sobre um fundo todo amarelão.

 

Mercedes-Benz

Mercedes-Benz W125
Mercedes-Benz W125

Diz a lenda que, em 1934, os carros da Mercedes nas provas de GP estava acima do peso. Ela teria raspado a tinta branca e ficado só no metal. Assim, o prata teria se tornado a pintura padrão da equipe.

 

Jaguar

Jaguar D-Type
Jaguar D-Type

Nada é mais clássico que um Jaguar pintado de British Racing Green (verde corrida britânico), originado na época em que os ingleses usavam essa tonalidade nos seus carros de competição.

 

McLaren

McLaren M6A
McLaren M6A

O laranja do M6A de 1967 (acima) veio para saltar nas telas da recém-chegada TV em cores. Após variações, o time inglês adotou o preto este ano pelo fracasso na F-1 2015, mas manteve no logotipo e nos cupês de rua.

Continua após a publicidade

Publicidade