Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

As picapes pequenas e intermediárias mais econômicas do Brasil em 2021

Dupla da Fiat, Strada e Toro dominam o ranking pela variedade de configurações

Por Guilherme Fontana 7 out 2021, 13h58
Strada
Fiat Strada Endurance, equipada com motor 1.4 Fire Fernando Pires/Quatro Rodas

Em expansão e com várias novidades no radar, o segmento das picapes é o mais versátil do mercado por atingir quem precisa de um veículo para trabalho ou lazer. Assim, para ambos os usos, é sempre bom colocar o consumo de combustível entre as considerações.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Por isso, depois do ranking geral de modelos e dos SUVs, QUATRO RODAS aponta agora as 10 picapes pequenas e intermediárias que menos consomem combustível no país. A lista foi feita a partir do Programa Brasileiro de Etiquetagem do Inmetro, para 2021.

  • Fiat Strada Adventure x VW Saveiro Cross
    VW Saveiro Cross Marco de Bari/Quatro Rodas

    Os modelos foram selecionados pela classificação média de consumo energético, medido em MJ/km (mega joule por quilômetro) e obtido pelos consumos urbanos e rodoviários com os respectivos combustíveis que abastecem os veículos.

    Consideramos para o ranking modelos e versões vendidos atualmente no mercado brasileiro, abastecidos a gasolina, etanol ou diesel, sem o auxílio de motores elétricos que configurem conjuntos híbridos. Além disso, a lista leva em conta a menor média obtida pelos modelos com suas respectivas motorizações, transmissões e trações, independentemente de versões.

    Veja abaixo quais são as 10 picapes leves e intermediárias mais econômicas do Brasil

    1º – Fiat Strada 1.3 cabine simples

    A líder absoluta de vendas também fica na frente quando o assunto é consumo de combustível, emplacando todas as suas configurações nos primeiros lugares deste ranking. No caso da campeã, o conjunto é formado pelo motor 1.3 Firefly de até 109 cv e câmbio manual de 5 marchas. Com cabine simples, esta configuração só está disponível na versão intermediária Freedom.

    Com etanol, o consumo da picape é de 8,8 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada, enquanto, com gasolina, fica em 12,6 km/l na cidade e 13,8 na estrada.

    2º – Fiat Strada 1.3 cabine dupla

    Assim como a topo de linha Volcano, a Freedom também é oferecida com cabine dupla – ambas com o mesmo motor 1.3 e câmbio manual. Com este arranjo, a Strada atingiu as médias de consumo no Inmetro de 8,5 km/l em ciclo urbano e 9,2 no rodoviário com etanol, e 12 km/l na cidade e 13,2 na estrada com gasolina.

    Continua após a publicidade
    Fiat Strada 2021 Volcano e Endurance
    Fiat Strada Volcano (esq.) e Endurance (dir.) Fernando Pires/Quatro Rodas

    3º – Fiat Strada 1.4 cabine dupla

    A picape manteve o antigo motor 1.4 Fire de até 88 cv em suas versões de entrada, sempre com câmbio manual de 5 marchas. Com cabine dupla, o consumo ficou em 8,3 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada quando abastecida com etanol e, quando com gasolina, em 11,7 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada.

    4º – Fiat Strada 1.4 cabine simples

    Com o mesmo motor, mas com cabine simples, as médias da Strada sofrem uma piora quase que imperceptível: passou para 8,2 km/l na cidade e 8,6 km/l na estrada com etanol, e 11,6 na cidade e 12,3 na estrada com gasolina.

    5º – Volkswagen Saveiro 1.6

    Todas as versões da Saveiro são equipadas com motor 1.6 de até 104 cv e câmbio manual de 5 marchas e, segundo a classificação do Inmetro, o consumo é o mesmo para todas, independentemente de cabine simples ou dupla. As médias com etanol ficaram em 7,2 km/l na cidade e 8,6 km/l na estrada e, com gasolina, em 10,4 na cidade e 12,4 na estrada.

    Duster Oroch
    Renault Oroch Christian Castanho/Quatro Rodas

    6º – Renault Oroch 1.6

    Prestes a ganhar o novo motor 1.3 turbo do Captur, a Oroch segue à venda com os motores 1.6 e 2.0. O primeiro entrega até 120 cv e é sempre ligado a um câmbio manual de 5 marchas. Assim, as médias no Conpet ficaram em 7,6 km/l na cidade e 7,7 km/l na estrada com etanol, e 11,1 km/l na cidade e 11,2 km/l na estrada com gasolina.

    7º – Renault Oroch 2.0

    O motor 2.0 rende até 148 cv na picape e é acompanhado de um câmbio manual de 6 marchas. Na opção mais potente, a Oroch obteve as médias de 5,9 km/l em ciclo urbano e 7 no rodoviário com etanol, e 8,6 km/l no urbano e 10,3 km/l no rodoviário com gasolina.

    8º – Fiat Toro 1.3 turbo

    A primeira mudança visual da Toro também trouxe o novo motor 1.3 turbo flex de até 185 cv, acompanhado de um câmbio automático de 6 marchas. As médias obtidas pelo Inmetro foram de 6,6 km/l na cidade e 7,9 na estrada com etanol, e 9,7 km/l na cidade e 10,7 na estrada com gasolina.

    fiat toro volcano
    Fiat Toro 1.3 turbo Fernando Pires/Quatro Rodas

    9º – Fiat Toro 1.8

    Mesmo com as recentes mudanças, o antigo motor 1.8 de 139 cv permaneceu na versão de entrada da picape, sempre com câmbio automático de 6 marchas. Com etanol, o consumo urbano ficou em 6,3 km/l, enquanto o rodoviário ficou em 8 km/l. As médias com gasolina ficaram em 9 km/l na cidade e 11,2 km/l na estrada.

    10º – Fiat Toro 2.0 turbodiesel 4×4

    A lista termina com mais uma classificação da Toro, desta vez com motor 2.0 turbodiesel de 170 cv, câmbio automático de 9 marchas e tração 4×4. As médias de consumo ficaram em 10,4 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Capa 749

    Continua após a publicidade
    Publicidade