A partir de R$ 157.490, Peugeot 5008 traz estilo e sete lugares

Versão alongada do 3008, novo SUV oferece sete lugares por um valor próximo ao da carroceria para 5 passageiros

 (Divulgação/Peugeot)

Irmão maior do 3008 (ambos compartilham a mesma plataforma, neste caso alongada para sete lugares), o Peugeot 5008 começa a ser vendido no Brasil em duas versões, com preço a partir de R$ 157.490.

Até a coluna B, tudo é idêntico ao 3008 – a frente, por exemplo. As coisas mudam a partir das portas traseiras, maiores, para permitir o acesso à terceira fileira, com dois bancos individuais.

 (Divulgação/Peugeot)

Com quase 20 cm a mais no comprimento em relação ao 3008 (no 5008, são 4,64 metros) a traseira também ganha aspecto mais próximo de uma minivan, com a tampa do porta-malas quase reta e o vidro com queda menos angulosa.

 (Divulgação/Peugeot)

 (Divulgação/Peugeot)

Por dentro, a ousadia e o capricho dos Peugeot atuais se manifestam nos traços futuristas do painel digital, na iluminação azul e nas muitas opções de modularidade do interior, com bancos móveis, rebatíveis e removíveis.

 (Divulgação/Peugeot)

A capacidade do porta-malas com dois, cinco e sete bancos armados varia entre 1.940, 780 e 237 litros.

 (Divulgação/Peugeot)

 (Divulgação/Peugeot)

O motor é o já bem conhecido 1.6 THP de 165 cv e 24,5 mkgf a 1.500 rpm, com tração apenas nas rodas dianteiras (por enquanto, não haverá opção 4×4) e câmbio automático de seis marchas.

Se em carros menores da linha PSA este conjunto faz bonito, no caso do 5008 ele sofre um pouco mais para movimentar os 1.632 kg do SUV – confira o teste de pista completo na edição de abril da QUATRO RODAS, nas bancas a partir da semana que vem.

 (Divulgação/Peugeot)

Preços e conteúdo

A versão de entrada (Griffe) do 5008 parte de R$ 157.490. Chama a atenção o fato de esse valor ser muito próximo ao do irmão 3008 em configuração topo de linha (R$ 154.990).

Ela já traz de série seis airbags, controles de tração e estabilidade, faróis full-led, iluminação interna por leds, hill assist, piloto automático com regulador de velocidade, sensor crepuscular e de chuva, carregamento de celular sem fio via WiFi, sensores de estacionamento e câmera de ré.

 (Divulgação/Peugeot)

Há também faróis de neblina com função cornering light, freio de estacionamento elétrico, ar-condicionado digital bi-zona, teto solar elétrico panorâmico, bancos dianteiros com ajustes elétricos e massageadores, painel de instrumentos digital configurável, retrovisores com rebatimento elétrico, cortinas retráteis nos vidros traseiros e central multimídia de 8 polegadas.

 (Divulgação/Peugeot)

O pacote Griffe Pack custa R$ 9.000 adicionais, mas vale o investimento: piloto automático adaptativo, sistema ativo de permanência em faixa, leitor de placas de velocidade, frenagem ativa de segurança, detector de fadiga do motorista, farol alto automático e alerta de ponto cego.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Torres Praia

    157.000 num peugeot???…kkkkkkk brasileiro é muito otário mesmo!!! pior é que compra em 500 parcelas, mas paga.

  2. Paulo Sanches

    Preço versão entrada na França € 27.100,00 Euros , no Brasil R$ 159.000,00 😳

  3. Carro espetacular e com o preço abaixo da concorrência. Muito mais completo e muito mais tecnológico além de muito mais bonito. Quem fala mal é por que está afogado no recalque e na desinformação. Pois a Peugeot de hoje é completamente diferente da Peugeot do passado. A começar pelo programa Total Care e a cobrança da fábrica para com as concessionárias a fim de oferecerem um serviço de qualidade. Quanto a ser caro ou não, todos os carros no Brasil são mais caros que os europeus, que os americanos, etc… Comprar um Peugeot??? Com certeza absoluta…. São carros muito bem feitos, bonitos, bem equipados, bem acabados, e extremamente confortáveis… Parabéns Peugeot por estar entregando produtos novos e com tanta qualidade!!!!!

  4. roberto p coimbra

    MLSantos, totalmente de acordo eu só tive alegrias com meus carros franceses, em especial duas C4 Grand Picasso. Fica aí a pergunta, esse 5008 é feito na mesma plataforma que a Picasso atual?