9 picapes emblemáticas feitas no Brasil

De vários tamanhos e estilos, elas são uma das nossas paixões nacionais

Pampa, City, Saveiro e Chevy: veículos que atenderam às novas exigências do mercado Ford Pampa, Fiat 147 City, VW Saveiro e Chevrolet Chevy 500

Ford Pampa, Fiat 147 City, VW Saveiro e Chevrolet Chevy 500 (Jorge Meditsch/Quatro Rodas)

O Brasil é um país apaixonado por picapes. Esta relação íntima começou nos anos 60, quando Chevrolet e Ford dividiam as atenções vendendo modelos originalmente projetados para os Estados Unidos.

Uma nova era começou nos anos 80, quando a Fiat inaugurou o segmento de picapes leves – até hoje somos um dos poucos mercados consumidores deste tipo de utilitário.

Atualmente, as picapes são dirigidas tanto por produtores rurais quanto por motoristas que passam a maior parte do tempo na cidade e usam a caçamba apenas para o lazer.

Abaixo reunimos nove modelos que foram (ou ainda são) produzidos no Brasil.

FIAT 147 CITY

Fiat 147 Pick-Up

Fiat 147 Pick-Up (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Nossa primeira picape leve nasceu em 1979, poucos meses após ser apresentada no Salão do Automóvel do ano anterior.

Fiat 147 Pick-Up

Fiat 147 Pick-Up (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Baseada no 147, a 147 Pick-Up estreou com duas opções de motor (1050 e 1300) carregando 380 quilos além do motorista.

Fiat 147 Pick-Up

Fiat 147 Pick-Up (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Uma peculiaridade do modelo era a tampa traseira que se abria para a esquerda em vez de para baixo. A Pick-Up chegou a conviver com sua nova geração, rebatizada de 147 City, por dois anos. Saiu de linha em 1984.

FORD PAMPA

Ford Pampa S 4×2

Ford Pampa S 4×2 (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A marca norte-americana reagiu rápido ao sucesso da 147 Pick-Up. Em 1982, a Pampa derivava do Corcel II lançado em 1977.

Ford Pampa S 4×2

Ford Pampa S 4×2 (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A picape levava 600 quilos contando o peso do motorista e ganhou reforços na suspensão para suportar a carga.

Ford Pampa S 4×2

Ford Pampa S 4×2 (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Em 1984, seu grande destaque era a oferta de tração 4×4, até hoje um caso atípico em picapes leves. A Pampa sobreviveu até 1994.

VOLKSWAGEN SAVEIRO

Volkswagen Saveiro Volkswagen Saveiro

Volkswagen Saveiro (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Batizada com o nome de uma embarcação muito popular no Nordeste, a Saveiro chegou em 1982 como terceira derivação do Gol, depois de Voyage e Parati.

Volkswagen Saveiro Traseira com molas helicoidais: estabilidade elogiada

Traseira com molas helicoidais: estabilidade elogiada (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Tinha motor refrigerado a ar e capacidade de carga de 570 quilos incluindo o motorista.No ano seguinte estreava o conhecido AP-1600 refrigerado a água.

Volkswagen Saveiro Acabamento simplificado na versão básica

Acabamento simplificado na versão básica (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Desde então, a Saveiro passou por duas reestilizações e outras duas gerações até chegar ao modelo que conhecemos hoje, apresentado em 2009.

CHEVROLET CHEVY 500

Chevrolet Chevy 500 DL 1.6/S

Chevrolet Chevy 500 DL 1.6/S (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A GM precisava de uma concorrente para conter o avanço de VW Saveiro, Ford Pampa e Fiat City. Assim, ela aproveitou a plataforma da Marajó para lançar a Chevy 500 em 1983.

Chevrolet Chevy 500 DL 1.6/S

Chevrolet Chevy 500 DL 1.6/S (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A picape tinha um motor 1.6 a álcool com 75 cv e tração traseira, que a deixava valente nos lamaçais, mas atrapalhava o espaço da caçamba.

Chevrolet Chevy 500 DL 1.6/S

Chevrolet Chevy 500 DL 1.6/S (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A Chevy 500 resistiu até 1995, quando foi substituída pela Corsa Pick-Up.

FIAT FIORINO

11082014_uno_07.jpg Fiat Fiorino Pick-Up

Fiat Fiorino Pick-Up (Acervo/Quatro Rodas)

O pioneirismo da 147 Pick-Up fez da Fiat referência no segmento de picapes leves. De 1988 a 1992, a picape derivada do Uno foi vendida como Uno Pick-Up.

Posteriormente rebatizada de Fiorino Pick-Up, teve as versões Working (voltada para o trabalho pesado), LX e Trekking, estas duas últimas feitas com foco no lazer.

Bem-sucedida, só deixou de ser fabricada para dar lugar à Strada.

CHEVROLET S10

A S10 brasileira tinha faróis e grade diferentes dos da americana Chevrolet S10 De Luxe 2.2

Chevrolet S10 De Luxe 2.2 (François Calil/Quatro Rodas)

Além de ser um marco para a GM Brasil, a S10 inaugurou um segmento inédito no país.

A primeira picape média nacional estreou em 1995, um ano após seu reestilizada nos Estados Unidos, onde era classificada como picape pequena.

A cabine simples transportava até 750 kg de carga Chevrolet S10 De Luxe 2.2

Chevrolet S10 De Luxe 2.2 (François Calil/Quatro Rodas)

A S10 brasileira, no entanto, tinha linhas mais arredondadas que sua “irmã” norte-americana.

Duas reestilizações foram feitas nos anos 2000, deixando a S10 com visual cansado enquanto a concorrência lançava picapes mais modernas e bem-equipadas.

Painel era considerado completo para um utilitário Chevrolet S10 De Luxe 2.2

Chevrolet S10 De Luxe 2.2 (François Calil/Quatro Rodas)

Mas nem isso abalou o prestígio da veterana representante da Chevrolet, que não só sustentou a liderança como continua em primeiro lugar, especialmente com a chegada de uma S10 inteiramente nova em 2012.

FORD COURIER

Ford Courier 1.6 L

Ford Courier 1.6 L (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Após quase três anos sem uma representante na categoria, a Ford lançou a Courier.

Baseada no Fiesta apresentado em 1996, a picape tinha uma caçamba generosa em tamanho e capacidade de carga – com até 700 quilos, ela era a recordista do segmento.

Ford Courier 1.6 L

Ford Courier 1.6 L (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Inicialmente oferecida nas motorizações Endura 1.3 (60 cv) e 1.4 16V Zetec (89 cv), a Courier ganhou a nova frente do Fiesta em 2000.

Com ela vieram uma suspensão recalibrada e o motor Zetec Rocam 1.6 (95 cv).

Ford Courier 1.6 L

Ford Courier 1.6 L (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Desde então a picape não sofreu nenhuma alteração significativa até sair de linha em 2013, deixando a Ford sem um produto para rivalizar com Strada e Saveiro.

FIAT STRADA

Fiat Strada 1.4 Fire

Fiat Strada 1.4 Fire (Divulgação/Quatro Rodas)

Nenhuma picape leve atual consegue fazer sombra à Strada. Derivada do Palio, ela foi lançada em 1996 nas versões Working, Trekking e LX e com motores 1.5 (76 cv), 1.6 8V (92 cv) e 1.6 16V (106 cv).

Em 2000 a picape conseguiu um feito histórico ao desbancar a VW Saveiro e assumir a liderança da categoria, onde permanece até hoje.

Fiat Strada 1.4 Fire

Fiat Strada 1.4 Fire (Divulgação/Quatro Rodas)

Embora conserve o mesmo projeto há 15 anos, a Fiat soube reinventar sua picape e trouxe inovações.

Fiat Strada 1.4 Fire

Fiat Strada 1.4 Fire (Divulgação/Fiat)

Desde então, carroceria de cabine estendida, o bloqueio do diferencial dianteiro e a inédita opção de cabine dupla, posteriormente incrementada com a oferta da terceira porta.

CHEVROLET MONTANA

Chevrolet Montana Arena 1.4

Chevrolet Montana Arena 1.4 (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Embora nunca tenha conseguido ameaçar a liderança da Strada, a Montana conquistou seu espaço na história das picapes leves.

Apresentada em 2003, ela agradou de cara pelas linhas esportivas inspiradas no Corsa vendido de 2003 a 2010.

Chevrolet Montana Arena 1.4

Chevrolet Montana Arena 1.4 (Marco de Bari/Quatro Rodas)

A caçamba tinha uma traseira mais alta e linhas ousadas, incluindo um inédito degrau lateral para facilitar o acesso.

De tão criativa, a solução foi copiada pela Volkswagen na Saveiro lançada em 2009.

A segunda geração da Montana surgiu em 2010 inspirada no Agile, mas o design polêmico do hatch não foi tão bem aceito na picape.

Chevrolet Montana Arena 1.4

Chevrolet Montana Arena 1.4 (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s