Os Eleitos 2018: estes são os hatches premium com donos mais satisfeitos

Estreantes conquistaram as melhores posições do segmento em Os Eleitos

Estreante, Volkswagen Polo já conquistou o primeiro lugar em sua categoria

Estreante, Volkswagen Polo já conquistou o primeiro lugar em sua categoria (Otavio Silveira/Quatro Rodas)

1° – Volkswagen Polo: 100,4

Pena que o Peugeot 208 não foi um dos 45 carros mais vendidos do país, o que o habilitaria a disputar Os Eleitos.

Seria um duelo empolgante: conseguiria o campeão dos hatches premium de 2017 (com 100 pontos na época) vencer se tivesse enfrentado o Polo, que levantou o caneco agora com 100,4 pontos? Nunca saberemos, mas isso não tira o brilho deste Volks, que dizimou seus rivais: obteve a melhor nota em 13 das 23 que formam sua pontuação final.

Esbanjou em porta-malas (115,2 contra 104,2 da média do grupo), design (105,1 x 103,9), velocidade de arranque (107,6 x 104,9), espaço interno (105,8 x 103,2) e modernidade (101,5 x 97). Críticas? Só algumas para o acabamento (89,6 x 91,6).

Pontuação no anterior:

Os elogios:

  • Porta-malas
  • Design
  • Espaço interno

As críticas;

  • Acabamento interno

“Carro fantástico. O motor 200 TSI é excelente e a plataforma MQB lhe confere uma dirigibilidade surpreendente.” Camila Crescente Sala de Almeida, Ouro Fino (MG)

2° – Fiat Argo: 98,2

Assim como o Polo, ele é um estreante nesta edição da pesquisa. A diferença é que o Fiat ficou distante na pontuação: 2,2 atrás do Volks. Por outro lado, está bem à frente do Sandero, com 2,1 ponto de vantagem. Mérito dos elogios para o tamanho da rede (105,6), a estabilidade (100,4) e o acabamento (94,8). Mas foi o pior da sua classe em durabilidade das peças (88,2).

Pontuação no anterior:

3° – Renault Sandero: 96,1

Nenhum outro é páreo para o Sandero quando o assunto é espaço interno: somou 108 pontos frente aos 103,2 da média da categoria. Apesar do número ser baixo, ainda superou todos no quesito durabilidade das peças, com 92,9. Na hora de fazer as reclamações, os donos também foram rigorosos. Não gostaram do nível de ruídos (85,5) e consumo urbano (88).

Pontuação no anterior: 94,7

4° – Ford Fiesta: 94,7

Parece até que Fiesta e Fox brigaram para descobrir quem ficaria com a lanterninha do grupo. O Ford foi o pior de todos em dez notas parciais contra sete do Fox, como preço das peças (81,6), preço de compra (83,5), valor de revenda (89,7), entre outros. Só não afundou de vez porque agradou em itens como velocidade de arranque (107,3) e design (105,8).

Pontuação no anterior: 94,9

5° – VW Fox/CrossFox: 94,3

Quando o Fox não era o pior modelo em determinado atributo, estava próximo disso. Foi assim com os preços de peça (84, 4), de compra (86,6) e de seguro (87,5), além do nível de ruído (86,1) e da estabilidade nas curvas
(88,9). Entre os poucos argumentos a favor, os proprietários lembraram do tamanho da rede (102,3) e da confiabilidade do fabricante (95,6).

Pontuação no anterior: 94,6

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Fernando Pucharelli de Santana

    Engraçado. Uma revista falida que deseja credibilidade e voltar a crescer, só que não esconde as matérias vendidas para volkswagen. E com toda essa marmelada 4r&Volks, eles não conseguem derrubar os concorrentes.