Melhor Compra 2018: os melhores compactos até R$ 60.000

As indicações de QUATRO RODAS na categoria carros novos de até R$ 60.000

Fiat Cronos, VW Polo, Hyundai HB20 e Renault Kwid lideram essa categoria

Fiat Cronos, VW Polo, Hyundai HB20 e Renault Kwid lideram essa categoria (Acervo/Quatro Rodas)

Todos os anos, QUATRO RODAS seleciona as melhores compras de cada segmento para você levar para casa o carro ideal. É o Melhor Compra.

A seguir, os melhores compactos do Brasil separados em quatro níveis de preço, com custos de peças, seguro e revisões:

Até R$ 38.000

1º – Kwid Zen 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

O Kwid chega ao bicampeonato na categoria. Antes uma mera promessa, agora ele já é uma realidade no mercado. Finalmente, embalou em vendas, após uma estreia tumultuada por três recalls (nos sistemas de freio e combustível e no suporte de motor) e alguns gargalos na linha de montagem paranaense. Hoje, o Kwid é presença constante nos top 10 de vendas no Brasil.

Nesse ano de vida, passou pelo crash test no Latin NCAP, que tanto preocupava os executivos da Renault. Tirou três estrelas para os ocupantes dianteiros e outras três para proteção às crianças. Graças aos airbags laterais dianteiros, reforços de carroceria e fixação Isofix para cadeirinhas, o subcompacto evitou o vexame de sua versão indiana, que havia zerado no teste de impacto.

O que mais mudou? Os preços subiram R$ 2.000 e QUATRO RODAS incorporou um Kwid ao Longa Duração, onde o modelo vem revelando boas surpresas, como o baixo consumo. Por outro lado, há muitas  queixas também, quase todas relacionadas a problemas no acabamento e ao elevado nível de ruído interno.

A versão aqui indicada, Zen, intermediária, tem ar-condicionado, direção elétrica, limpador traseiro, vidros e travas elétricas. O seguro é um pouco mais caro do que o dos rivais, o que é compensado pelo menor custo das revisões, conforme a Renault havia prometido no lançamento.

Ficha técnica

  • Motor: dianteiro, transversal, 999 cm3, 12V, 70/66 cv a 5.500 rpm, 9,8/9,4 mkgf a 4.250 rpm
  • Dimensões: comprimento, 368 cm; largura, 158,6 cm; altura, 147,4 cm; entre-eixos, 242,3 cm; peso, 798 kg

Bolsa de valores

  • Desvalorização
  • Seguro – R$ 1672
  • Rede – 292/86,6
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 498
  • Pastilhas de freio – R$ 299
  • Kit de embreagem – R$ 297
  • Farol esquerdo – R$ 550
  • Para-choque dianteiro – R$ 750
  • Retrovisor esquerdo – R$ 654
  • Total – R$ 3.048

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 365
  • 20.000 km – R$ 344
  • 30.000 km – R$ 344
  • 40.000 km – R$ 552
  • 50.000 km – R$ 365
  • 60.000 km – R$ 365
  • Total – R$ 2.335

2º – Mobi Easy Comfort 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

Na recém-lançada linha 2019, o pequeno Fiat teve resolvida uma das maiores críticas da época do seu lançamento, que foi o preço um tanto salgado. Ele caiu cerca de R$ 2.000 nas versões equipadas com o motor 1.0 Fire EVO flex de quatro cilindros. Agora, o subcompacto parte de R$ 32.590, o que fez suas vendas aumentarem quase que instantaneamente.

Outra novidade na linha 2019 é a versão Easy Comfort, sem opcionais, mas com ar e rodas aro 14. Foi a nossa escolhida, já que as versões superiores ultrapassam os R$ 38.000. Sem grandes mimos, o Mobi é ágil e econômico, e tem custos de revisões razoáveis, exceto a sexta. A garantia é de três anos e o seguro é o mais baixo entre todos os modelos cotados neste Melhor Compra.

Bolsa de valores

  • Desvalorização – 10,9%
  • Seguro – R$ 1485
  • Rede – 531/86,9
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 711
  • Pastilhas de freio – R$ 351
  • Kit de embreagem – R$ 368
  • Farol esquerdo – R$ 460
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.750
  • Retrovisor esquerdo – R$ 324
  • Total – R$ 3.964

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 208
  • 20.000 km – R$ 436
  • 30.000 km – R$ 676
  • 40.000 km – R$ 592
  • 50.000 km – R$ 412
  • 60.000 km – R$ 1.296
  • Total – R$ 3.620

3º – QQ Look 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

Volks desistiu de colocar o Up! para brigar com Kwid e Mobi. Assim, o Chery QQ surge como opção para quem foca apenas no preço inicial. Ele é o carro mais barato do Brasil, ponto. Mas não preza pela confiabilidade ao rodar fora de seu único habitat, que é a cidade. 

A versão Look oferece tudo o que o consumidor quer encontrar num compacto: ar, direção hidráulica, rodas de liga leve aro 14, travas elétricas, faróis com regulagem de altura, computador de bordo, alarme e limpador e desembaçador traseiros.

Agora que a operação local da Chery passou para a Caoa, o QQ deve tomar um banho de engenharia em sua fábrica em Jacareí (SP). Talvez os preços subam, mas a ideia é melhorar a qualidade e a segurança.

Bolsa de valores

  • Desvalorização 16,8%
  • Seguro – R$ 1.639
  • Rede – 40/-
  • Reparabilidade 21
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 556
  • Pastilhas de freio – R$ 111
  • Kit de embreagem – R$ 723
  • Farol esquerdo – R$ 710
  • Para-choque dianteiro – R$ 298
  • Retrovisor esquerdo – R$ 283
  • Total – R$ 2.681

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 227
  • 20.000 km – R$ 522
  • 30.000 km – R$ 452
  • 40.000 km – R$ 459
  • 50.000 km – R$ 391
  • 60.000 km – R$ 528
  • Total – R$ 2.629

Até R$ 45.000

1º – HB20 Unique BlueMedia 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

Já se aproxima o momento de o HB20 ganhar uma nova geração, mas ele se mantém firme como o segundo no ranking de vendas. São seis anos de ótima aceitação – nos últimos quatro, vencendo nesta categoria do Melhor Compra. 

A Hyundai acaba de lançar o modelo 2019, com poucas mudanças. A que mais chama a atenção é a grade dianteira redesenhada em toda a linha, adotando estilo que antes era exclusividade da R-Spec.

Além disso, há rodas de liga leve redesenhadas e novos detalhes para algumas versões. Falando nelas, a única que se encaixa em nosso teto de preço é a de entrada, que se chamava Comfort e foi rebatizada como Unique.

Nessa faixa de R$ 45.000 ainda dá para agregar a central BlueMedia, por R$ 1.800, uma das novidades adotadas há menos de um ano em todas as versões do HB20 – com algum atraso em relação aos seus principais concorrentes. Essa central multimídia tem tela de 7 polegadas e é compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

O seguro caro continua sendo um dos pontos fracos do HB20, o que é compensado pelo menor custo de manutenção, pelo bom valor de revenda, pela elogiada rede autorizada e pela garantia de cinco anos.

Rodando, o esperto motor 1.0 três cilindros é um dos pontos altos, bem como o acabamento e o nível de equipamentos (vem com ar, direção hidráulica e vidros elétricos).

Ficha técnica

  • Motor: dianteiro, transversal, 998 cm3, 12V, 80/75 cv a 6.200 rpm, 10,2/9,4 mkgf a 4.500 rpm
  • Dimensões: comprimento, 392 cm; largura, 168 cm; altura, 147 cm; entre-eixos, 250 cm; peso, 990 kg

Bolsa de valores

  • Desvalorização 10,7%
  • Seguro – R$ 3.958
  • Rede – 210/91,5
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 634
  • Pastilhas de freio – R$ 248
  • Kit de embreagem – R$ 610
  • Farol esquerdo – R$ 496
  • Para-choque dianteiro – R$ 677
  • Retrovisor esquerdo – R$ 164
  • Total – R$ 2.829

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 192
  • 20.000 km – R$ 413
  • 30.000 km – R$ 547
  • 40.000 km – R$ 539
  • 50.000 km – R$ 372
  • 60.000 km – R$ 678
  • Total – R$ 2.741

2º – Ka S 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

A linha 2019 acaba de trazer leves alterações no design, seguindo o Ka europeu. A versão de entrada, S, teve aumento de R$ 710, mas incorporou banco do motorista com ajuste de altura, computador de bordo, vidros elétricos e luz no porta-luvas.

Ganhou também quatro alto-falantes, mas o rádio só vem a partir da SE. Tem ainda ar, direção elétrica e travas elétricas.

Outra novidade é o câmbio manual MX65, mais moderno e 6 kg mais leve. Para atender às normas de eficiência energética, ele tem ré sincronizada e dupla sincronização para as três primeiras marchas. Rodando, o Ka se sobressai pelo desempenho esperto e pelas frenagens seguras. Só fica devendo valores de seguro e de revisões um pouco mais amigáveis.

Bolsa de valores

  • Desvalorização 13,4%
  • Seguro – R$ 1.741
  • Rede – 320/85,8
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 633
  • Pastilhas de freio – R$ 288
  • Kit de embreagem – R$ 526
  • Farol esquerdo – R$ 490
  • Para-choque dianteiro – R$ 604
  • Retrovisor esquerdo – R$ 456
  • Total – R$ 2.997

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 336
  • 20.000 km – R$ 416
  • 30.000 km – R$ 556
  • 40.000 km – R$ 616
  • 50.000 km – R$ 460
  • 60.000 km – R$ 828
  • Total – R$ 3.212

3º – Onix Joy 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

Qual o segredo do Onix para liderar o mercado nacional com uma folga tão confortável? Boa parte do sucesso pode ser creditada à versão Joy, de entrada, que mantém o visual anterior à reestilização.

Sozinha, ela responde por mais da metade das vendas das versões com motor 1.0. Sem grandes atrativos, mas também sem nenhum ponto fraco que chegue a abalar sua fama de carro “honesto”, sua maior força está na relação custo/benefício.

O valor do seguro é o mais acessível e a depreciação é uma das menores do mercado. Na linha 2019, o veterano ganhou cinto de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, além de nova iluminação branca no painel. E, melhor, a Joy foi a única versão sem aumento de preço.

Bolsa de valores

  • Desvalorização 9,2%
  • Seguro – R$ 1.671
  • Rede – 600/90,6
  • Reparabilidade 26
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 845
  • Pastilhas de freio – R$ 784
  • Kit de embreagem – R$ 398
  • Farol esquerdo – R$ 1.228
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.524
  • Retrovisor esquerdo – R$ 322
  • Total – R$ 5.101

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 220
  • 20.000 km – R$ 460
  • 30.000 km – R$ 612
  • 40.000 km – R$ 440
  • 50.000 km – R$ 384
  • 60.000 km – R$ 956
  • Total – R$ 3.072

Até R$ 50.000

1º – Polo 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

O novo Polo é um raro caso de sucesso instantâneo. Mal foi lançado e já mantém uma média mensal de 6.000 unidades emplacadas, o que o coloca como o quarto modelo mais vendido no Brasil neste ano. Um feito e tanto para um compacto premium, com versões que ultrapassam a casa dos R$ 70.000.

Mas na faixa de R$ 50.000 (com tolerância de R$ 1.000), ele fez bonito com a versão básica, MPI, que tem o eficiente 1.0 de três cilindros do Up!. Traz ar, direção e vidros elétricos, travas, airbags laterais, Isofix, faróis com dupla parábola, computador de bordo, regulagem de altura do banco do motorista e chave canivete.

A novidade na linha 2019 é, enfim, o retrovisor elétrico, que entra no Connect Pack (R$ 3.810) e adiciona rodas aro 15, sensor de estacionamento traseiro, sistema multimídia e volante multifuncional. O Safety Pack traz ESP, controle de tração e assistente de partida em rampas, por R$ 1.381.

Polo de entrada tem rádio comum

Polo de entrada tem rádio comum (Acervo/Quatro Rodas)

Além do conjunto mecânico confiável, o novo Polo se destaca pelo desenho arrojado (parece um mini-Golf) e pelo projeto atual (em dia com o oferecido na Europa). De quebra, tem preços imbatíveis na categoria, tanto em seguro quanto em revisões.

A rede VW é bem abrangente e os modelos da marca costumam ser bem-vistos no mercado de usados. Em resumo, o Polo é daqueles modelos que chegam como referência no segmento, incomodando demais a concorrência.

Ficha técnica

  • Motor: dianteiro, transversal, 999 cm3, 12V, 84/75 cv a 6.350 rpm, 10,4/9,7  mkgf a 3.000 rpm 
  • Dimensões: comprimento, 405,7 cm; largura, 175,1 cm; altura, 146,8 cm;  entre-eixos, 256,5 cm; peso, 1.058 kg

Bolsa de valores

  • Desvalorização
  • Seguro – R$ 1.873
  • Rede – 520/85,4
  • Reparabilidade 10
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 844
  • Pastilhas de freio – R$ 319
  • Kit de embreagem – R$ 306
  • Farol esquerdo – R$ 798
  • Para-choque dianteiro – R$ 515
  • Retrovisor esquerdo – R$ 325
  • Total – R$ 3.107

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 215
  • 20.000 km – R$ 491
  • 30.000 km – R$ 425
  • 40.000 km – R$ 627
  • 50.000 km – R$ 425
  • 60.000 km – R$ 491
  • Total – R$ 2.674

2º – Etios X 1.3

 (Acervo/Quatro Rodas)

A grande novidade na linha 2019 do Etios  é o ESP de série para todas as versões. Esse item é exclusivo na categoria e reforça que, apesar do desenho polêmico, o Etios tem um conjunto mecânico acima da média e é muito bom de dirigir.

Falando em desenho, a nova linha ganhou retoques pontuais, com destaque para a grade dianteira e as lentes dos faróis escurecidas.

Com a chegada do Yaris, o Etios perdeu as duas versões mais caras, mas segue firme como modelo de entrada de uma marca com ótima reputação de pós-venda. Além do bom atendimento, os preços de seguro e revisão estão na média do mercado.

O emblema da Toyota na grade também dá uma força danada para quem busca liquidez e valorização na hora da troca.

Bolsa de valores

  • Desvalorização 10,5%
  • Seguro – R$ 2.231
  • Rede – 253/94,7
  • Reparabilidade 22
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 580
  • Pastilhas de freio – R$ 235
  • Kit de embreagem – R$ 622
  • Farol esquerdo – R$ 536
  • Para-choque dianteiro – R$ 835
  • Retrovisor esquerdo – R$ 390
  • Total – R$ 3.198

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 232
  • 20.000 km – R$ 480
  • 30.000 km – R$ 399
  • 40.000 km – R$ 699
  • 50.000 km – R$ 375
  • 60.000 km – R$ 660
  • Total – R$ 2.845

3º -Argo Drive 1.0

 (Acervo/Quatro Rodas)

Vencedor desta categoria em 2017, desta vez o Argo perdeu o topo do pódio. A linha 2019 ainda não chegou às lojas, mas antes mesmo disso, a versão Drive perdeu a opção da central multimídia Uconnect de 7 polegadas, que custava R$ 1.990.

Agora, por esse preço, dá para colocar um kit que inclui tela de 9 polegadas, mas sem Android Auto e Apple CarPlay.

O ponto forte deste Argo é o consumo, um dos melhores da categoria, além do nível de equipamentos. Ele vem com ar, direção elétrica, regulagem de altura do banco do motorista, fixação Isofix, start-stop e travas e vidros elétricos.

Espaço, isolamento acústico e suspensão bem calibrada se destacam. Seguro e revisões são um pouco mais altos que os da concorrência.

Bolsa de valores

  • Desvalorização
  • Seguro – R$ 1.961
  • Rede – 531/86,9
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 701
  • Pastilhas de freio – R$ 344
  • Kit de embreagem – R$ 483
  • Farol esquerdo – R$ 934
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.382
  • Retrovisor esquerdo – R$ 341
  • Total – R$ 4.185

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 224
  • 20.000 km – R$ 452
  • 30.000 km – R$ 396
  • 40.000 km – R$ 796
  • 50.000 km – R$ 408
  • 60.000 km – R$ 628
  • Total – R$ 2.904

Até R$ 60.000

1º – Cronos Drive 1.3

 (Acervo/Quatro Rodas)

O Cronos não parece uma mera versão sedã do Argo. O visual dianteiro é diferente e mais marcante que o do hatch. O estilo passa um ar jovial.

Aqui dentro da categoria, pode não ter o câmbio automático do Etios, o segundo colocado, mas a carroceria sedã e o porta-malas, de 525 litros, são convincentes para as famílias que querem (ou podem) desembolsar até R$ 60.000.

Os bancos de trás ficam mais adiantados, por conta do teto baixo, mas sem comprometer o espaço para os passageiros. O interior tem desenho moderno e acabamento adequado para a categoria.

Cronos: central multimídia de série

Cronos: central multimídia de série (Acervo/Quatro Rodas)

A Fiat aposta que as versões com motor Firefly 1.3 deverão responder por 70% das vendas, com destaque para esta Drive 1.3 manual, com preço na faixa dos R$ 55.000, onde mais se vende sedãs compactos, segundo as pesquisas.

Esse motor consegue uma boa combinação de economia e respostas agradáveis aos comandos do acelerador. Ao contrário da versão com câmbio automatizado, esta não traz controle de estabilidade.

Mas vem com start-stop, piloto automático, Isofix para assentos infantis, ar, banco do motorista com regulagem de altura, central multimídia Uconnect, chave canivete, direção elétrica, volante multifuncional, repetidores de setas nos retrovisores e monitoramento de pressão dos pneus. Apesar do bom custo/benefício, seguro e revisões poderiam ser mais acessíveis.

Ficha técnica

  • Motor: dianteiro, transversal, 1.332 cm3, 8V, 109/101 cv a 6.250/6.000 rpm, 14,2/13,7 mkgf a 3.500 rpm 
  • Dimensões: comprimento, 436,4 cm; largura, 172,6 cm; altura, 150,8 cm; entre-eixos, 252,1 cm; peso, 1.139 kg

Bolsa de valores

  • Desvalorização
  • Seguro – R$ 5.936
  • Rede – 531/86,9
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 698
  • Pastilhas de freio – R$ 251
  • Kit de embreagem – R$ 483
  • Farol esquerdo – R$ 1.001
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.995
  • Retrovisor esquerdo – R$ 678
  • Total – R$ 5.106

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 264
  • 20.000 km – R$ 500
  • 30.000 km – R$ 432
  • 40.000 km – R$ 976
  • 50.000 km – R$ 448
  • 60.000 km – R$ 640
  • Total – R$ 3.260

2º – Etios X Plus 1.5 aut.

 (Acervo/Quatro Rodas)

Com a chegada do Yaris, que faz a ponte entre o Etios e o Corolla, o modelo mais barato teve sacrificadas duas versões superiores (XLS e Platinum). Assim, o topo de gama passa a ser o X Plus automático, nosso escolhido para esta faixa de preço – e é o único com esse tipo de câmbio aqui.

Na linha 2019, o modelo ganhou controles de tração e estabilidade de série e assistente de partida em rampa. O Etios continua não sendo um primor de design, mas a Toyota não se cansa de promover retoques.

Desta vez foi o escurecimento da grade dianteira e da lente dos faróis. O alívio visual faz justiça a um modelo bom de dirigir. O porta-malas tem volume de 270 litros. Pesam a favor ainda a qualidade da rede, o baixo custo de manutenção e a facilidade de revenda.

Bolsa de valores

  • Desvalorização – 10,5%
  • Seguro – R$ 2.954
  • Rede – 253/94,7
  • Reparabilidade – 22
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, AUT, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 580
  • Pastilhas de freio – R$ 235
  • Kit de embreagem
  • Farol esquerdo – R$ 536
  • Para-choque dianteiro – R$ 835
  • Retrovisor esquerdo – R$ 390
  • Total – R$ 2.576

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 232
  • 20.000 km – R$ 480
  • 30.000 km – R$ 399
  • 40.000 km – R$ 699
  • 50.000 km – R$ 375
  • 60.000 km – R$ 660
  • Total – R$ 2.845

3º – Argo Drive 1.3

 (Acervo/Quatro Rodas)

Preocupada com o embalo do VW Polo, a Fiat busca aos poucos reposicionar o Argo, o que vem fazendo com que ele vá ocupando uma faixa de preço que era do Uno. O movimento mais recente foi reduzir em R$ 2.300 o preço das versões com motor 1.3.

Mas para isso foi sacrificada a central multimídia Uconnect de 7 polegadas. Esta, era de série, mas agora não é nem opcional. O que há é uma mais simples, sem Android Auto ou Apple CarPlay, mas com tela de 9 polegadas, por R$ 1.990.

Se você não liga tanto para conectividade, vai encontrar um hatch com preço justo, visual atualizado, boa oferta de equipamentos, espaço e dirigibilidade agradável. Seguro não é dos mais caros, mas o mesmo não se pode dizer das revisões.

Bolsa de valores

  • Desvalorização
  • Seguro – R$ 2.035
  • Rede – 531/86,9
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 701
  • Pastilhas de freio – R$ 251
  • Kit de embreagem – R$ 483
  • Farol esquerdo – R$ 934
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.383
  • Retrovisor esquerdo – R$ 341
  • Total – R$ 4.093

Revisões 

  • 10.000 km – R$ 264
  • 20.000 km – R$ 500
  • 30.000 km – R$ 432
  • 40.000 km – R$ 976
  • 50.000 km – R$ 448
  • 60.000 km – R$ 640
  • Total – R$ 3.260
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s