Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Honda WR-V usado é alternativa a Fit com suspensão mais confortável

Apesar do estilo controverso, ele conquista pela praticidade e pela eficiência do seu conjunto mecânico

Por Felipe Bitu
4 nov 2023, 03h00
O WR-V é caro: seu preço começa em R$ 79.400
Honda WR-V EXL (Leo Sposito/Quatro Rodas)

Desenvolvido pelo departamento de engenharia da Honda do Brasil, o WR-V é um tipo de transformer aventureiro do Honda Fit. Apresentado no Salão de São Paulo de 2016, ele é muito mais que um Fit com suspensão elevada, porém.

Feito a partir da mesma plataforma de Fit e City, o WR-V recebeu modificações mecânicas e estilísticas substanciais, devidamente aprovadas pela matriz japonesa.

Lanternas invadindo a tampa são exclusivas
Lanternas invadindo a tampa são exclusivas (Leo Sposito/Quatro Rodas)

A decoração externa traz itens exclusivos como os faróis com iluminação diurna, lanternas traseiras com extensões horizontais sobre a tampa do porta-malas, para-choques com grade bipartida na parte central e laterais com apliques de plástico nos arcos de roda. O interior é praticamente idêntico ao do Fit, diferenciando-se apenas pelo revestimento exclusivo em tons coloridos de laranja ou cinza.

Não adianta procurar diferenças entre Fit e WR-V no painel - não há
Não adianta procurar diferenças entre Fit e WR-V no painel – não há (Leo Sposito/Quatro Rodas)

O WR-V é sempre impulsionado pelo motor 1.5 flex de 116/115 cv e 15,3/15,2 kgfm acoplado a uma transmissão continuamente variável (CVT). Os 29 kg a mais que o Fit e os pneus 10 mm mais largos cobram seu preço na eficiência: 0 a 100 km/h em 12,2 s (1 s a mais que o Fit) e consumo em cidade/estrada de 12,2/14,8 km/l (contra 12,5/15,4 km/l).

A versão de maior sucesso é a mais simples EX, que traz airbags frontais e laterais, ar-condicionado, sistema de som com Bluetooth, tela LCD de 5 polegadas e entradas USB/auxiliar, rodas de liga leve aro 16, câmera de ré, faróis de neblina, direção com ajuste de altura e profundidade, retrovisores elétricos, piloto automático e volante multifuncional.

O laranja nos bancos só vem se o carro for vermelho
O laranja nos bancos só vem se o carro for vermelho (Leo Sposito/Quatro Rodas)

Mais completa, a versão EXL conta com airbags de cortina e central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque e sistema de navegação (GPS).

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Itens importantes como porta-objetos com apoio de braço integrado, vidros dianteiros com sistema de acionamento elétrico de um toque, ar-condicionado digital com tela sensível ao toque, central multimídia compatível com Android Auto e Apple CarPlay só vieram no modelo 2019. A versão EXL ia além, com GPS integrado à multimídia, retrovisores com rebatimento elétrico e bancos de couro com costura laranja.

Honda WR-V
Visual pode parecer estranho, mas guarda identidade da marca (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Na hora da manutenção, trata-se de um modelo sem praticamente nenhum problema crônico. O perfil dos proprietários ajuda: o histórico de serviços costuma ser dos melhores, mérito também da rede de concessionárias, que desfruta de uma boa reputação no pós-venda. E da boa oferta de peças, que faz a alegria dos reparadores independentes, para quem o WR-V há muito deixou de ser um mistério.

HONDA WR-V
Interior do automóvel WR-V, da Honda (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Problemas e defeitos do Honda WR-V

• Cabeçote  A folga das válvulas deve ser verificada a cada 40.000 e ajustada se necessário: está diretamente relacionada ao rendimento do motor, com grande influência no consumo e desempenho.

• Câmbio CVT  O fluido HCF-2 deve ser substituído a cada 24 meses ou 40.000 km, o que ocorrer primeiro. A oxidação natural do fluido é a principal responsável por vibrações e falhas na corrente metálica e nas polias da transmissão.

• Suspensão dianteira  É simples e robusta, mas pode apresentar ruídos decorrentes de eventuais abusos em estradas sem pavimentação. O reaperto dos componentes costuma eliminar os ruídos: os mais persistentes podem indicar desgaste em buchas, mancais e bieletas. Aproveite e verifique os amortecedores.

Continua após a publicidade

• Pneus  Folgas e desgaste nos componentes da suspensão comprometem o alinhamento e provocam o desgaste irregular dos pneus. Um pneu 195/60 R16 de primeira linha não sai por menos de R$ 600.

• Hodômetro  Cuidado com adulterações: muitos WR-V foram parar nas mãos dos motoristas de aplicativo devido à sua aptidão urbana. Atenção ao histórico de manutenção e a sinais evidentes de desgaste como estado de componentes (pedais, volante e estofamento).

Quem vê cara não percebe que o WR-V é, na verdade, um Fit aventureiro
Quem vê cara não percebe que o WR-V é, na verdade, um Fit aventureiro (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A voz do dono

Nome: Gabriel Expedito Marazzi
Idade: 61 anos
Profissão: Engenheiro / Jornalista
Cidade: São Paulo (SP)

O que eu adoro: “Muito prático, posição de dirigir confortável e de boa visibilidade, câmbio CVT eficiente. O melhor é o banco traseiro, que dobra para cima formando um espaço para transporte rápido de objetos estreitos e altos.”

O que eu odeio: “Apesar do funcionamento suave e silencioso, o motor é um pouco fraco. O volume da buzina é baixo e soa como um carro de brinquedo. Mesmo considerando sua funcionalidade, ele é o mais feio dos Honda.”

Continua após a publicidade
Porta-malas tem capacidade para 363 litros, mas pode ser bastante ampliado com o rebatimento modular dos bancos
Porta-malas tem capacidade para 363 litros, mas pode ser bastante ampliado com o rebatimento modular dos bancos (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Preço médio dos usados do Honda WR-V

Versão 2018 2019 2020 2021
WR-V LX 1.5 CVT
R$ 83.923
WR-V EX 1.5 CVT
R$ 77.983
R$ 85.835
R$ 88.973
R$ 91.093
WR-V EXL 1.5 CVT
R$ 82.913
R$ 90.192
R$ 92.302
R$ 94.734

Preço das peças do Honda WR-V

tabelas
(Quatro Rodas/Quatro Rodas)

Nós dissemos

Reprodução Quatro Rodas
Automóvel WR-V, da Honda. (Quatro Rodas/Quatro Rodas)
Março de 2017 “Com amortecedores, molas, buchas de bandeja e barra estabilizadora reforçados, o WR-V acabou ficando com algumas medidas diferentes das do Fit, como o entre-eixos, por exemplo, respectivamente, 255,5 cm ante 253 cm. Ao volante, o WR-V comprova o discurso da Honda: “Bem acertado, ele é mais do que um Fit com suspensão elevada.”

Teste de pista (com gasolina)

  • Aceleração de 0 a 100 km/h: 12,2 s
  • Aceleração de 0 a 1.000 m: 33,7 s
  • Retomada de 40 a 80 km/h (em D): 6 s
  • Retomada de 60 a 100 km/h (em D): 6,7 s
  • Retomada de 80 a 120 km/h (em D): 8,8 s
  • Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0: 17 / 29,4 / 68,2 m
  • Consumo urbano: 12,2 km/l
  • Consumo rodoviário: 14,8 km/l

Ficha técnica – Honda WR-V EXL

  • Preço: R$ 83.400
  • Motor: flex, dianteiro., transversal, 4 cilindros, 1.497 cm³, 16V, 116/115 cv a 6.000 rpm, 15,3/15,2 kgfm  a 4.800 rpm
  • Câmbio: automático CVT, tração dianteira
  • Suspensão: McPherson(dianteira)/ eixo de torção (traseira)
  • Freios: disco ventilado (dianteira) / tambor (traseira).
  • Direção: elétrica
  • Rodas e pneus: liga leve, 195/60 R16
  • Dimensões: comprimento, 400 cm; altura, 160 cm; largura, 173 cm; entre-eixos, 255 cm; peso, 1.130 kg; tanque, 45 l; porta-malas, 363 l
  • Equipamentos de série: 6 airbags, central multimídia, piloto automático, navegador GPS

Pense também em um…

Nissan Kicks

Nissan Kicks  O SUV patrício é bem similar em proposta: alia o bom motor HR16DE de 114 cv de potência ao câmbio X-Tronic CVT para garantir médias de 10,9 km na cidade e 14,4 km na estrada (gasolina) e ainda é ágil, acelerando de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos. Tem bom espaço interno para quatro adultos e um porta-malas de 432 litros.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.