Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

União de BYD e Mercedes trará van de luxo e rival da Porsche ao Brasil

Denza é marca com participação de BYD e Mercedes-Benz que chegará ao Brasil com carros eletrificados de alto luxo e performance

Por Rafael Sommadossi
20 Maio 2024, 11h49

Aos poucos, a BYD vai revelando mais detalhes do seu ambicioso plano de ser a terceira montadora que mais vende carros no Brasil. Atacando em todas as frentes, a chinesa deverá trazer, ao nosso país, a Denza, uma submarca focada em carros de alto luxo e desempenho. A declaração veio de Stella Li, a vice-presidente global e CEO da BYD nas Américas.

De acordo com Stella Li, a fábrica da Bahia produzirá 12 modelos diferentes, mas isso não seria suficiente para que a BYD entrasse no top-3 nacional. Naturalmente, outros carros serão importados e, ao que tudo indica, as importações serão principalmente de modelos de alto luxo e performance.

Li confirmou que os carros da Denza estarão nessa cota. A Denza foi criada em 2010, com 50% das ações pertencendo à BYD e 50% pertencendo à Mercedes-Benz. A joint venture focava exclusivamente no mercado chinês, mas recentemente tanto incluiu outros mercados em seus planos quanto também teve a BYD ampliando sua participação para 90% na sociedade.

Continua após a publicidade
BYD Yangwang U9
Carros da Yangwang também seriam vendidos nas concessionárias da Denza (Divulgação/BYD)

De acordo com a executiva, a Denza teria concessionárias à parte da BYD, que também incluiriam outras submarcas de luxo da montadora, como a FangChengBao e a Yangwang. Uma estratégia natural, a fim de oferecer atendimento personalizado e um posicionamento publicitário que não conflite com a proposta de economia que carros como Dolphin e Dolphin Mini tentam passar.

Compartilhe essa matéria via:

Van de luxo

Desde que a BYD assumiu comando quase total, a Denza já lançou três carros. O principal deles é a Denza D9, uma van de 5,25 m de comprimento e que, por ter versões híbridas ou elétricas, é uma aposta natural para o nosso país. A D9 híbrida une o motor 1.5 turbo a gasolina da Shark a um ou dois motores elétricos, com tração dianteira ou integral, respectivamente.

Denza D9
Denza D9 híbrida pode rodar mais de 1.000 km sem parar (Divulgação/Denza)

No segundo caso, são 407 cv e 69,5 kgfm ao todo, com autonomia elétrica de 180 km e combinada que, na versão intermediária, chega aos 1.040 km. Já a D9 elétrica pode ser monomotor ou bimotor (com tração integral); há 369 cv, 47,9 kgfm e bateria de fartos 103 kWh, cuja autonomia pode exceder os 600 km com uma única carga.

Continua após a publicidade
Interior da Denza D9
Interior da Denza D9 (Divulgação/Denza)

Com sete lugares, o espaço também é farto, incluindo poltronas individuais com encostos de braço e apoio de pernas extensíveis eletricamente. Outros itens são aquecimento e ventilação dos bancos, três carregadores de celular por indução com 50 W cada, sete telas (entre quadro de instrumentos, central multimídia e displays de entretenimento auxiliares), teto solar panorâmico e câmeras embutidas, que servem para chamadas de vídeo ou para que os pais, na primeira fila, monitorem os filhos atrás.

Denza D9
(Divulgação/Denza)

A decoração é toda em couro Nappa e madeira. Na China, a D9 híbrida varia entre o equivalente a R$ 250.000 e R$ 330.000, enquanto a elétrica custa de R$ 290.000 e R$ 346.000. Só em 2023, foram 118.595 unidades vendidas (94% delas híbridas).

Rival da Porsche

Também apostamos na vinda do Denza Z9 GT, uma perua elétrica com quase 1.000 cv que está em fase de lançamento. Ela combina três motores elétricos: um dianteiro de 312 cv e dois traseiros, com 326 cv cada um. Somados, eles entregam 965 cv de potência. Os dados de torque e desempenho não foram revelados até o momento, mas a marca diz que o modelo pode ultrapassar os 240 km/h.

Denza Z9 GT
Denza Z9 GT (Denza/Reprodução)

Apesar de concorrer com o Porsche Taycan Sport Turismo, a Denza Z9 GT é bem maior: são 5,18 metros de comprimento, 1,99 m de largura, 1,50 m de altura e 3,13 de entre-eixos. O rival alemão tem 4,96 m de comprimento e 2,90 m de entre-eixos, diferenças significativas. O peso da chinesa também impressiona: 2.875 kg, mais do que um Rolls-Royce Cullinan.

Denza Z9 GT
Interior do carro ainda não foi divulgado oficialmente (Denza/Reprodução)

Perua e SUV mais discretos

Uma opção menos chamativa é o Denza N7, que é quase uma versão perua do BYD Seal. Além do design semelhante, o N7 compartilha seu conjunto mecânico com o sedã: a versão básica, monomotor de tração traseira, tem 310 cv e a topo de linha, bimotor de tração integral, chega aos 530 cv. A autonomia também excede os 600 km, segundo dados de fábrica, e o interior do N7 é até mais simples do que o de “primos pobres” como Han e Tan.

Continua após a publicidade
Denza N7
Denza N7 (Divulgação/BYD)

Já o Denza N8 é, basicamente, uma atualização do Denza X, já aposentado. O SUV grande só é oferecido em versões híbridas, com total de 489 cv. Não há grande destaque em termos de design e tecnologia, de modo que sua venda poderia gerar mais competição interna. Por conta disso, ele parece o modelo menos provável para ganhar as ruas brasileiras.

Denza N8
Denza N8 (Divulgação/BYD)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.