Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Os detalhes do carro elétrico da Xiaomi, que tem até raio laser

Xiaomi SU7 é carro elétrico que inova em diferentes aspectos, das baterias ao motor, e tem autonomia próxima aos 800 km

Por Eduardo Passos
11 fev 2024, 12h09

Reconhecida por seus celulares, a Xiaomi também vende de garrafas térmicas inteligentes a robôs que aspiram a casa, além de… carros elétricos. A chinesa chegou com tudo no setor automotivo e apresentou o novo Xiaomi SU7, que já está na liderança em diferentes tecnologias.

O design passa longe de inovar, lembrando um misto de Porsche Taycan e BYD Seal. Mas o modelo chama atenção por detalhes como potência e autonomia: são até 673 cv – que o levam de 0 a 100 km/h em meros 2,8 s – e 101 kWh de armazenamento, que permitem rodar mais de 800 km com uma única carga.

Xiaomi SU7

Isso é mérito do arranjo cell-to-body (CTB), que altera a hierarquia das baterias do carro elétrico. Normalmente, cada célula (literalmente uma pilha) é agrupada em módulos maiores que formam o pacote. Esse desenho permite, por exemplo, a substituição de partes defeituosas sem a troca da bateria toda, mas muito espaço é roubado por estruturas que envolvem as células.

Continua após a publicidade
Xiaomi SU7
(Xiaomi/Divulgação)

No caso do SU7, as células são instaladas direto no chassi, feito pela prensa de 1.000 toneladas que elimina 840 pontos de solda e cria uma peça bem mais resistente. Além disso, a própria bateria ajuda na rigidez torcional do carro, com materiais elásticos substituindo o aço na proteção contra impactos físicos.

Xiaomi SU7
(Xiaomi/Divulgação)

Assim, cabem 25% mais baterias no mesmo espaço, e a Xiaomi já prevê autonomia de 1.200 km em modelos maiores. Esse arranjo também favorece o arrefecimento, que, com uso de água e aerogel – material ultraleve desenvolvido para astronautas – evita o superaquecimento das células. É um detalhe vital para que o carregamento ultrarrápido possa acrescentar 390 km de alcance em 10 minutos (ou 510 km em 15 min).

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Dos celulares aos carros

Para estrear bem, Xiaomi fez com que o SU7 inovasse não apenas nas baterias, mas em outros aspectos tecnológicos.

27.200 RPM

Xiaomi SU7
(Divulgação/Quatro Rodas)

Cada um dos três motores do SU7 é feito de aço elétrico, cuja liga amplifica o campo magnético. Isso ajuda na rotação recorde de 27.200 rpm do propulsor, que corrige sua tendência de superaquecimento com arrefecimento especial com serpentinas de óleo e consegue entregar mais torque mais rápido.

Grudado

Xiaomi SU7
(Divulgação/Quatro Rodas)

A Xiaomi estreou uma prensa de 1.050 toneladas e área de apartamento triplex que faz até 9 milhões de quilos de pressão. Com ela, o SU7 é moldado juntando 72 partes da carroceria em uma só, aumentando a rigidez e o ritmo de produção e diminuindo o peso. A liga utilizada foi feita após um supercomputador testar 10 milhões de combinações para o aço.

Maestro

Xiaomi SU7
(Divulgação/Quatro Rodas)

Da central multimídia, é possível controlar objetos caseiros da Xiaomi, como lâmpadas e aspiradores de pó. Na segunda fileira, há telas para os passageiros que podem dar lugar a tablets, que também são sincronizados ao display no painel.

Continua após a publicidade

Visão apurada

Xiaomi SU7
(Divulgação/Quatro Rodas)

Raios laser, 11 câmeras e 15 radares. Essa é a combinação que alimenta a condução autônoma capaz de gerar um mapa 3D ao seu redor com precisão de 10 cm. Um algoritmo elimina chuva e neve das imagens, e contribui para detecção de objetos entre 5 cm e 250 m do carro, que traz piloto automático melhor que o dos Tesla.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.