Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Herdeiro da Porsche cria sua fusão de 911 com Tesla, o Piëch GT

O cupê elétrico será o primeiro modelo da Piëch Automotive, empresa criada pelo filho de Ferdinand Piëch

Por João Vitor Ferreira 7 out 2021, 16h49

pIECH gt FRONTAL

Seguindo o legado da sua família, Tony Piëch, filho do falecido ex-engenheiro e executivo do grupo Volkswagen Ferdinand Piëch e neto de Ferdinand Porsche, anunciou que o primeiro carro da sua empresa criada há dois anos e meio, a Piëch Automotive, entrará na fase de testes de rodagem.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

O Piëch GT, cupê elétrico esportivo de estreia da marca, ganhou seu primeiro protótipo e já foi testado nas pistas. As provas foram feitas em agosto, na nova sede da empresa em Memmingen, sul da Alemanha, e foram lideradas por Klaus Schmidt (ex-engenheiro da BMW M).

Até março de 2022, um segundo protótipo ficará pronto e até o fim do próximo ano, uma série de veículos serão montados para que sejam testados em diferentes condições climáticas e também no famoso circuito de Nurburgring. 

Piech GT traseira
O novo supercarro elétrico terá cerca de 1800 kg Piëch Automotive/Divulgação

O mais interessante é que os protótipos dispensam qualquer tipo de camuflagem, já que o visual do carro foi apresentado há dois anos pelo show car Piech Mark Zero. Segundo a empresa, a versão de produção terá alterações mínimas em relação a de exibição.

Continua após a publicidade

Falando no design, fica nítida a herança genética da família. O Piech GT tem um visual semelhante ao do Porsche Panamera, com faróis grandes e redondos, característicos da marca austríaca. Na traseira, as luzes têm formato de “C” e formam uma espécie de contorno sem estarem interligadas.

Piech GT visão deo alto
Piëch Automotive/Divulgação

Passando para a parte estrutural, o cupê é baseado em uma plataforma modular de alumínio, com baterias localizadas no túnel central e em cima do eixo traseiro. Ao todo são três motores de 204 cv, um para o eixo dianteiro e os outros dois para cada uma das rodas de trás, gerando uma potência total de aproximadamente 612 cv.

Piech GT traseira
Além de cinza, o Piëch GT também estará disponível nas cores, preta, vermelha e verde Piëch Automotive/Divulgação

As baterias de íon-lítio e 75 kwh com baixa resistência são a principal aposta da Piëch. A empresa afirma que elas podem ser carregadas em 80% em qualquer terminal CCS2 em apenas oito minutos. E esse tempo pode cair para apenas cinco minutos, se utilizar um carregador criado pela empresa alemã-chinesa, Tgood. A autonomia será de 500 km, de acordo com o ciclo WLTP.

  • Mesmo sem velocidade máxima anunciada, o Piëch GT parece ter um bom desempenho. A empresa divulgou que o supercarro terá tempo de 0 a 100 km/h inferior a três segundos. Já o 0 a 200 km/h será feito em menos de nove segundos.

    Piech GT lateral
    Além do trem de força elétrico, a Piëch não descarta um motor a hidrogênio para seus futuros modelos Piëch Automotive/Divulgação

    Sem fábrica própria, a Piëch usará alguma instalação de uma montadora já conhecida para fabricar o GT, mas ainda não foi revelada qual. A intenção é produzir 1.200 unidades, com vendas marcadas para começar só em 2024. Além do cupê, a empresa já tem nos seus planos outros dois modelos, um sedã e um crossover.

    Piech GT visto de cima
    Piëch Automotive/Divulgação

    Para a estratégia de vendas, Ferdinand Piëch resolveu se inspirar em Elon Musk. Inclusive, ele contratou Jochen Rudat, antigo responsável pelas vendas da Tesla na Europa. O modelo que será adotado dispensa uma rede de concessionárias, com as negociações sendo feitas diretamente pela empresa. A princípio, serão montados 60 showrooms em todo o mundo, com prioridade nas vendas para Europa, EUA e China. Uma rede separada de parceiros de serviço será formada para atender aos veículos elétricos.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Capa 749
    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade