Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Dirigimos o Jaecoo 6, elétrico com jeitão de Renegade cotado para o Brasil

Uma das novas marcas da Chery no Brasil, Jaecoo aposta em carros de sucesso na China reposicionados no exterior. É o caso do tecnológico J6

Por Eduardo Passos, com Henrique Rodriguez, de Wuhu (China)
Atualizado em 21 Maio 2024, 17h18 - Publicado em 21 Maio 2024, 17h00

A Jaecoo é uma marca chinesa, mas uma forma boa de ganhar dinheiro é apostar com alguém que essa pessoa não encontrará um carro dessa fabricante no país asiático. Isso acontece porque a Jaecoo simplesmente não existe na China: assim como a Omoda, ela é uma submarca da Chery, criada exclusivamente para mercados internacionais, como o Brasil, onde começa a vender em agosto.

São duas marcas em uma mesma empresa com independência da Chery e comandada por profissionais jovens, de modo que tenham a capacidade de criar um trabalho de qualidade mas sem os vícios das operações chinesas. É assim que Jaecoo e Omoda pretendem agradar aos brasileiros a partir desse ano.

QUATRO RODAS foi à China cobrir o gigantesco Salão de Pequim, e aproveitamos para visitar a sede da Chery Internacional, na cidade de Wuhu. Lá, vimos os modelos que chegarão ao nosso mercado em breve, mas também dirigimos o interessantíssimo Jaecoo 6.

Pode não parecer, mas esse é um SUV médio
Pode não parecer, mas esse é um SUV médio (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

A sopa de letrinhas só cresce: Jaecoo 6 (ou apenas J6) é apenas um outro nome dado ao iCar 03, num exemplo clássico de rebadge. A iCar, por sua vez, não é exatamente o subcompacto elétrico que a Caoa Chery vende no Brasil, mas outra submarca do grupo Chery, voltada para jovens de 25 a 35 anos (que, na China, têm renda para adquirir carros elétricos).

Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

O foco está sempre em tecnologia e estilo mais atrevido, que fica evidente na carroceria bem quadrada do J6. Indo além na ideia de “caixote” que deu certo, por exemplo, com o Jeep Renegade, o Jaecoo 6 é um SUV elétrico do porte de um Volkswagen Taos, chamando atenção por detalhes como o capô em paralelepípedo quase perfeito e pegada meio brutalista que, entretanto, não conflita com seu aspecto tecnológico.

Continua após a publicidade
Jaecoo J6
Versão topo de linha tem rodas de aro 19 (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Sem muita tradição a ser honrada, é possível arriscar: a tampa do porta-malas se abre na horizontal, com uma saliência externa que serve como um pequeno porta-objetos (no iCar 03, ela é maior e é um compartimento, à moda do Mercedes-Benz Classe G). Faróis e lanternas full-led têm forma de letra I, com assinatura que os torna, perfeitamente, o logotipo da iCar. As maçanetas são retráteis e aparecem quando o alarme é destravado.

Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Não existe Jaecoo 6 híbrido, mas os compradores poderão escolher entre dois conjuntos mecânicos. O básico traz um motor elétrico traseiro de 184 cv e 22,4 kgfm, enquanto a variante bimotor (com um propulsor elétrico em cada eixo) chega aos 282 cv e 39,2 kgfm. 

O topo de linha também inclui bateria de lítio-ferro-fosfato de 69,8 kWh (contra 50,6 kWh do J6 básico) e vai de 0 a 100 km/h em 6,5 s. A velocidade máxima, entretanto, não passa de 150 km/h, para não comprometer demais a autonomia declarada de 501 km. Esse é o valor baseado no ciclo CLTC  (muito otimista) e, na vida real, o alcance deve girar em torno de 370 km. Se achou pouco, saiba que é possível instalar painéis solares no teto do carro para gerar energia extra, mas esse opcional ainda tem poucos detalhes divulgados.

Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Apesar dos números de esportivo, o J6 promete desempenho adequado fora da estrada. Afinal de contas, sua carroceria é feita num híbrido de aço e alumínio que eleva a rigidez torcional, a suspensão é independente nos dois eixos e, tanto as extremidades quanto o vão livre de 17 cm permitem ângulo de ataque de 26º.

Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Jaecoo 6 por dentro

Seguindo a moda, o painel do Jaecoo 6 é formado, principalmente, pela central multimídia flutuante de 15,6”. O quadro de instrumentos também é digital, mas fica embutido para formar uma continuação do friso brilhante que cruza a dianteira da cabine.

Continua após a publicidade
Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Há ousadia no seletor de marcha em forma de cristal (à moda do Volvo XC90), mas, a fim de equilibrar o atrevimento estético com certa modéstia necessária em mercados como o da Oceania, o J6 adotou acabamento em tons de bronze, preto e verde-musgo, que predomina nos bancos de material sintético. 

Compartilhe essa matéria via:

O tamanho de SUV médio pode não ficar aparente pelas fotos, mas surpreende ainda mais surpreendente o espaço de quem viaja na segunda fileira, dado que os 2,71 m de entre-eixos são bem superiores à média desse segmento.

Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Até para conter os custos, as inovações seguem, mas concentradas no software ao invés do hardware. Exemplo é o uso de câmeras de alta definição da DJI (famosa por seus drones), que alimentam os recursos de direção autônoma em nível 2+ tão bem que dispensam a instalação de radares e outros sensores externos.  Também há possibilidade de usar o celular como chave e de adquirir multimídia com um processador de alto desempenho, que dá vida a um potente assistente virtual operado por comandos de voz.

Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Quando o Jaecoo 6 chega ao Brasil?

Com tudo isso, é impressionante constatar que, na China, o iCar 03 custa entre R$ 95.000 e R$ 130.000, na conversão direta. Teremos noção melhor de valores quando o J6 desembarcar em lugares como Nova Zelândia e África do Sul, por volta do final de 2024.

Antes disso, porém, é necessário confirmar sua vinda ao nosso país: ao todo, serão 10 lançamentos de Omoda e Jaecoo no Brasil até 2026, com o Omoda 5 sendo o protagonista e os Jaecoo 7 e 8 vindo em seguida. O J7 deverá custar aproximadamente R$ 230.000. Seguindo o posicionamento na China, isso colocaria o J6 um pouco mais caro, perto dos R$ 250.000.

Continua após a publicidade
Jaecoo J6
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Nesses dois anos, a Omoda & Jaecoo ainda precisa amadurecer seus planos de ter uma fábrica nacional e desenvolver motores flex. Também é necessário reforçar que o Brasil realmente é uma das prioridades para operação da dupla de submarcas, que estreará em nada menos que 40 países, ainda neste ano.

Jaecoo J6 (1)
(Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

QUATRO RODAS também apurou que os concessionários brasileiros pretendem, num primeiro momento, focar na venda do Omoda E5, pois a Omoda tentará construir uma imagem de ser ainda mais tecnológica e futurista. E é com base em tantas variáveis que a escalação do Jaecoo 6 como prioridade nessa lista de estreias acontecerá ou não. Ainda assim, dizem que nenhum dos carros da Omoda & Jaecoo estão completamente descartados para o Brasil.

Ficha Técnica – Jaecoo 6

Preço:entre R$ 95.000 e R$ 130.000, na China (iCar 03)
Motor: elétricos, 2 motores (dianteiro e traseiro), potência do motor dianteiro 95 cv, potência do motor traseiro 184 cv; torque do motor dianteiro 16,8 kgfm, torque do motor traseiro 22,4 kgfm; potência combinada de 279 cv.
Bateria: íons de lítio, 69,8 kWh
Câmbio: autom., 1 marcha, tração integral
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (diant.), multilink (tras.)
Freios: disco ventilado (diant.), sólido (tras.)
Pneus: 225/55 R19
Dimensões: compr., 440,6 cm; larg., 191 cm; alt., 171 cm; entre-eixos, 271 cm; Altura livre do solo: 170 mm; peso, 1.854 kg
Desempenho*: 0 a 100 km/h, 6,5 s; veloc. máx., 150 km/h; autonomia, 501 km (CLTC)

*Dados de fábrica

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.